Conheça Kamala Harris, a primeira mulher negra a ser vice-presidente dos EUA

mundo
07.11.2020, 14:44:00
Atualizado: 08.11.2020, 07:49:59
(Foto: Kamala Harris Facebook/Reprodução)

Conheça Kamala Harris, a primeira mulher negra a ser vice-presidente dos EUA

'Nós conseguimos, Joe', comemorou Kamala, neste sábado

Com a vitória de Joe Biden à eleição presidencial dos Estados Unidos, a senadora Kamala Harris fará história: ela será a primeira mulher, a primeira pessoa negra e primeira pessoa de ascendência asiática a se tornar vice-presidente do país. Nascida em Oakland, na Califórnia, Kamala foi eleita senadora pela Califórnia em 2017. 

Filha de um professor jamaicano, Donald Harris, e de uma pesquisadora indiana, Shymala Gopalan, Kamala também foi a primeira mulher negra a ser eleita procuradora na história da Califórnia, cargo que ocupou entre 2011 e 2017. 

Neste sábado, em sua página no Twitter, ela fez sua primeira manifestação depois que Joe Biden foi declarado como o próximo presidente dos EUA por órgãos de imprensa americana.

"Esta eleição é sobre muito mais do que sobre Joe Biden e eu. É sobre a alma da América e nossa boa vontade em lutar por ela. Temos muito trabalho pela frente. Vamos começar", escreveu.

Também em seu Twitter, Kamala postou em vídeo em que conversa com Joe Biden, após os resultados. "Nós conseguimos, Joe. Você vai ser o próximo presidente dos Estados Unidos". 

Kamala é formada em Artes pela Universidade de Howard e em Direito pela Universidade da Califórnia. Ao longo da carreira jurídica, ela teve um destaque com as pautas a favor de minorias. 

Quando Kamala tinha sete anos, seus pais se divorciaram. Aos 12, ela se mudou com a mãe e a irmã caçula, Maya, para Montreal, no Canadá. Ao terminar os estudos, ela voltou aos Estados Unidos para estudar na Universidade Howard, em Washington, onde estudou política e economia. Em seguida, retornou à Califórnia, onde se formou em Direito. Kamala foi procuradora-chefe em São Francisco, antes de ser a primeira mulher negra a ser procuradora-geral da Califórnia. 

Ela é apontada por especialistas e pela imprensa do país como possível substituta do próprio Joe Biden em uma disputa em 2024. Na próxima eleição presidencial, Biden terá 82 anos. 

Vice-presidência

Ela chegou a ser pré-candidata, no partido, em 2019. No entanto, em dezembro do ano passado, Kamala retirou a candidatura. 

A promessa de que teria uma vice-presidente mulher foi assumida por Joe Biden ainda em março deste ano, quando disputava as primárias - as eleições internas no Partido Democrata, para definir quem seria o candidato a concorrer na eleição presencial. 

A escolha dela foi considerada um aceno às minorias, especialmente em um ano marcado pelos fortes atos do movimento Black Lives Matter ("vidas negras importam", no inglês), que denuncia o racismo no país. 

Resultado

O democrata Joe Biden foi eleito o novo presidente dos EUA no início da tarde deste sábado (7), vencendo disputa tensa com o atual mandatário americano, Donald Trump. Em meio à demora pela contagem do grande fluxo de votos pelos correios, Trump questionou a legitimidade das eleições, disse que irá pedir recontagens em alguns estados e ameaça ir à Justiça, sem especificar por qual motivo ou apresentar evidências de fraude. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas