Corpo de ex-secretário da Educação da Bahia é enterrado em Itabuna

bahia
20.09.2021, 20:47:00
(Foto: Jorge Cordeiro/GOVBA)

Corpo de ex-secretário da Educação da Bahia é enterrado em Itabuna

Adeum Hilário Sauer tinha 69 anos e morreu em um acidente de carro

Foi enterrado pela manhã desta segunda-feira (20) o ex-secretário estadual da Educação Adeum Hilário Sauer em Itabuna. Ele tinha 69 anos e morreu na noite de sábado (18), em um trecho da BA-001 próximo a Canavieiras. Comandou a pasta entre os anos de 2007 e 2009, no governo Jaques Wagner.

Nascido no Rio Grande do Sul, morava na Bahia há 40 anos. O professor da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) deixou dois filhos e dois netos.

Formado em Filosofia e Direito, ele tinha pós-graduação em Sociologia e Política e mestrado em Sociologia feito na Alemanha. O docente e pesquisador gaúcho atuou na região de Ilhéus e Itabuna durante cerca de 40 anos, com contribuições na pesquisa, no ensino de graduação e pós-graduação e na gestão educacional. Ao longo da carreira, ocupou cargos como o de pró-reitor de Pesquisa e Pós-graduação da Uesc; presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais da Educação (Undime);  secretário municipal de Educação de Itabuna, nos períodos de 1993-1996 e 2001-2004 e consultor do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) para assuntos de Educação, em 1997. 

Através das redes sociais, o governador Rui Costa lamentou neste domingo (19), a morte do professor. Rui afirmou que "sua trajetória foi marcada pelo empenho em transformar a vida de baianos e baianas pela educação. Que Deus conforte seus familiares e amigos neste momento de dor".

O atual titular da SEC, Jerônimo Rodrigues, também prestou solidariedade à família. “É uma tristeza muito grande receber esta notícia e no dia em que marca o centenário de Paulo Freire. O professor Adeum teve uma vida dedicada à educação. Um gaúcho que escolheu a Bahia para viver. Ele deixa um legado e seu exemplo de trabalho e dedicação pela educação pública e de qualidade. Nossos profundos sentimentos à família e a todos que com ele tiveram a oportunidade de conviver”, disse, em nota.

O presidente do PT na Bahia, Éden Valadares, também lamentou a morte de Adeum e desejou força à família. "No dia em que celebramos o centenário de Paulo Freire e toda resistência ao negacionismo dos que estão à frente do governo federal, a perda do companheiro Adeum Sauer deixa um grande luto na Educação da Bahia e do Brasil", afirmou.

Através de nota, a Secretaria da Educação do Estado (SEC) lamentou, "com profundo pesar, a morte do professor em um acidente automobilístico, neste sábado (18), no Sul da Bahia". A Universidade Federal do Sul da Bahia também se manifestou.


"Na sua vida profissional, o professor Adeum Sauer contribuiu com instituições como a Ceplac, a extinta Federação das Escolas Superiores de Ilhéus e Itabuna (FESPI), a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), a Secretaria Municipal de de Educação de Itabuna, a Secretaria de Educação do Estado da Bahia, a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação, além de ter integrado o Conselho Nacional de Educação. A Universidade Federal do Sul da Bahia manifesta solidariedade à família e aos amigos e homenageia o cientista, docente e gestor Adeum Hilário Sauer pela trajetória devotada à Educação".

(Reprodução/TV Bahia)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas