Corpo de mulher que estava desaparecida é achado seminu às margens da BR-116

bahia
30.08.2021, 12:29:00
Atualizado: 31.08.2021, 14:32:03
(Reprodução)

Corpo de mulher que estava desaparecida é achado seminu às margens da BR-116

Gabriela Jardim Peixoto havia sumido seis dias antes; ex é suspeito

O corpo de Gabriela Jardim Peixoto, 35 anos, que estava desaparecida desde o dia 22 de agosto, foi encontrado no sábado (28) em uma área de mato às margens da BR-116, na zona rural de Feira de Santana. 

O corpo foi localizado pela manhã, e a confirmação de que era mesmo de Gabriela veio no mesmo dia, pelo Departamento de Política Técnica de Feira, que fez exame datiloscópico no cadáver. Além disso, familiares da vítima foram até o DPT e reconheceram objetos usados por ela.

Cartaz que familiares e amigos espalharam nas redes sociais antes de Gabriela ser achada morta (Foto: Reprodução)

Em nota, a Polícia Civil diz que o caso é investigado desde o dia 23, quando foi registrado o desaparecimento de Gabriela, pela 1ª Delegacia de Feira. Amigos e parentes dela já foram ouvidos e o inquérito está em fase avançada, mas detalhes não serão divulgados para não atrapalhar o andamento da investigação, diz a polícia.

Em entrevista ao Acorda Cidade, o delegado Gustavo Coutinho afirmou que o principal suspeito é ex-companheiro de Gabriela, que é médico e já havia agredido a mulher antes. “Inclusive ela já tinha sido agredida fisicamente por ele, estava sendo ameaçada e já tinha se separado dele. Por conta de ciúmes, ele praticou esse ato violento contra a Gabriela”, afirmou. 

Gabriela foi vista pela última vez saindo de carro indo encontrar o ex. Ele ainda não foi localizado. O carro dela foi encontrado depois abandonado em um posto de combustível. 

O corpo foi achado sem roupas da cintura para cima, apenas com uma calça jeans, já em avançado estado de decomposição, às margens da rodovia. Objetos da vítima foram encontrados nas proximidades. O corpo foi achado por policiais após uma denúncia anônima. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas