Corpo de policial militar morto em emboscada é enterrado

salvador
09.05.2022, 22:40:00
(Foto: Paula Fróes/CORREIO)

Corpo de policial militar morto em emboscada é enterrado

Soldado Shanderson Lopes Ferreira foi baleado em Fazenda Grande I

O corpo do policial militar Shanderson Lopes Ferreira, morto em Fazenda Grande I, enquanto voltava do enterro de um colega de corporação, foi velado e enterrado na tarde desta segunda-feira (9) no cemitério Bosque da Paz. Uma multidão formada por colegas de trabalho e parentes desolados acompanharam o cortejo sob um clima de tristeza e tensão. 

O jeito de ser prestativo e o bom humor foram características do soldado Shanderson lembradas com emoção pelos amigos policiais mais próximos. Ele atuava na corporação há quatro anos e era lotado na 3ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Cajazeiras). Durante o cortejo, policiais dispararam tiros para baixo, em um gesto de homenagem ao colega.

(Foto: Paula Fróes/CORREIO)
(Foto: Paula Fróes/CORREIO)
(Foto: Paula Fróes/CORREIO)

Enquanto o corpo de Shanderson era enterrado, alguns colegas próximos fizeram discursos emocionados sobre sua atuação e de Victor Vieira Ferreira Cruz, morto na mesma emboscada, quando ambos estavam à paisana.

“Eu sei que esse é um momento difícil para todos nós, os dois foram pessoas que quem conheceu nunca vai esquecer. Ele [Shanderson] trazia sempre um sorriso no rosto, enquanto o outro [Victor] era um padrão de militar”, afirmou um dos policiais presente no enterro. 

Já um amigo de infância do soldado, que se identificou apenas como Eric, discursou abalado sobre a vida que partilharam. “Peço a todos que lembrem do sorriso dele e que Deus console o coração de todos. Eu estive com ele desde que nasci até hoje, ele vivia lá em casa, pegava meu filho no colo. Meu filho te amava”, falou emocionado. Mesmo após o fim da cerimônia, dezenas de colegas e parentes continuaram no local prestando homenagens e cantando louvores. 

Cerca de 35 colegas de Shanderson fizeram uma roda próximo ao local em que o corpo foi enterrado e rezaram o Pai Nosso. Logo após, os homens fizeram flexões e entoaram algumas canções do Treinamento Físico Militar (TFM). Em uma delas, os policiais bradaram: “Você pensa que é mole, que é brincadeira, jogar um videogame real a vida inteira”. Também foi possível escutar policiais dizendo “vingança” em voz alta durante o enterro.

Um dos colegas militares pediu que os policiais não esquecessem do soldado Sanderson e do trabalho desempenhado na corporação. "Estamos aqui tristes, mas temos que lembrar que aquele era um cara que se qualquer um aqui precisasse, fazia de tudo para ajudar. Temos que aqui apenas lembrar o cara que ele foi em vida. Somos uma família e a família deve permanecer unida”, disse. 

Parentes e amigos só começaram a deixar o cemitério Bosque da Paz cerca de meia hora depois do enterro, quando começou a chover fortemente no local. Também foi dito durante a cerimônia que um ônibus seria disponibilizado na noite de segunda-feira (8) para colegas que quisessem participar do enterro do policial Victor Vieira Ferreira Cruz. O corpo do soldado será enterrado na manhã desta terça-feira, 10, na cidade de Ubaitaba, sua terra natal. 

*Com a orientação da subchefe de reportagem Monique Lôbo.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas