Corpo é encontrado boiando na praia de Jardim de Alah neste domingo (28)

salvador
28.11.2021, 16:20:06
Atualizado: 28.11.2021, 16:25:45
(Reprodução/Leitor do CORREIO)

Corpo é encontrado boiando na praia de Jardim de Alah neste domingo (28)

De acordo com a Salvamar, o óbito não foi causado por afogamento, pois não havia indícios de água nos pulmões da vítima

Equipes da Coordenadoria de Salvamento Marítimo (Salvamar) instaladas na praia de Jardim de Alah, foram acionadas por banhistas que avistaram um corpo boiando na água, por volta das 11h deste domingo (28).

Agentes da Salvamar foram até o local e começaram a fazer os procedimentos de ressuscitação cardiopulmonar até a chegada do SAMU, quando foi constatado o óbito.

De acordo com a Coordenadoria, a indicação é que, por ora, o caso não se trata de um afogamento, pois não havia indícios de água nos pulmões da vítima. Além disso, o óbito havia acontecido cerca de três horas antes do corpo ser encontrado, o que ainda será confirmado pela perícia técnica legal.

“Fora constado ainda um forte hálito etílico, existindo uma grande probabilidade da vítima ter sofrido um mal súbito na beira da praia, sendo arrastado pela correnteza”, informa a Salvamar, em nota. “Ainda sem informações sobre a identificação do indivíduo, possivelmente tratar-se-a de um cidadão em condição de rua.! 

A Salvamar ainda pontuou que, na ocasião, nenhum salva-vidas havia localizado ou recebido pedido de apoio, nem tampouco os banhistas que frequentavam a praia naquela manhã.

Mesmo com as chuvas que caem na nossa capital e com as previsões meteorológicas indicando um clima chuvoso ao longo do dia, toda a extensão de orla coberta pela Coordenadoria de Salvamento Marítimo de Salvador, que vai da praia de Jardim de Alah até o Kartódromo de Ipitanga, encontra-se sob os cuidados e vigilâncias das equipes de salva-vidas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas