Coveiro fica ferido após acidente durante sepultamento na Bahia

bahia
24.10.2020, 18:30:00
Atualizado: 24.10.2020, 18:52:33

Coveiro fica ferido após acidente durante sepultamento na Bahia

Ele caiu de andaime após colocar corpo em gaveta em cemitério de Ipiaú; Samu fez atendimento

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Coveiro fica ferido após acidente durante sepultamento na Bahia

Foto: Giro em Ipiaú

O coveiro Antônio Carlos da Silva, 53 anos, ficou ferido após cair de um andaime no Cemitério Jardim da Saudade 1, em Ipiaú, no Sul da Bahia. De acordo com o site Giro em Ipiaú, o acidente ocorreu quando o coveiro tinha acabado de colocar o corpo em uma gaveta funerária na quinta-feira (22).

Segundo pessoas que acompanhavam o sepultamento de um homem vítima de mal súbito, uma das tábuas que sustentava o coveiro acabou se rompendo e causando o acidente. 

Antônio Carlos reclamava de dores no joelho esquerdo e tinha outras escoriações decorrentes da queda de uma altura de cerca de dois metros.

Fotos: Giro em Ipiaú

Ele foi socorrido por uma equipe do Samu e encaminhado para o Hospital Geral de Ipiaú, onde foi submetido a exames. Ele está fora de perigo.

O sepultamento era de um homem de 58 anos que morreu na quarta (21), após passar mal enquanto se dirigia ao trabalho numa fazenda de Barra do Rocha. 

Segundo moradores, o trabalhador, identificado como Manoel Pinto, sentiu dores na região do tórax, sentou próximo à cabeceira da ponte sobre o Rio de Contas, onde desfaleceu. O Samu foi acionado e, ao chegar ao local, ainda tentou reanimar a vítima, mas sem sucesso. Não há confirmação sobre a causa da morte. As informações são do Giro em Ipiaú.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas