Crossfit x lesões: não espere para procurar um profissional que possa ajudar

artigo
15.04.2019, 05:00:00
Atualizado: 15.04.2019, 09:47:28

Crossfit x lesões: não espere para procurar um profissional que possa ajudar


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.


Ao ver vídeos e fotos na internet de praticantes de crossfit durante as sessões de treinos é mais do que natural imaginar que essa modalidade esportiva esteja relacionada a uma alta incidência de lesões do sistema articular e muscular. Entretanto, não é o que se observa na literatura mais recente e na prática clínica.

Ainda que o índice de atletas que procuram os serviços de saúde com lesões relacionadas ao crossfit tenha aumentado, isso não está diretamente ligado com a modalidade esportiva, e sim com o aumento do número de pessoas que procuram essa prática e isso naturalmente vai aumentar o número de pessoas expostas ao risco. Qualquer atividade esportiva está sujeita ao risco de lesão e isso é um fato. O mesmo ocorre com o futebol, pois é o esporte mais praticado no Brasil, e que apresenta um índice de lesão muito maior que o crossfit.

Entretanto alguns fatores precisam ser observados em relação ao aparecimento de enfermidades relacionados ao crossfit: de acordo com estudo realizado em 2017, as articulações do joelho, ombro e coluna lombar são mais acometidas, porém dos que lesionaram o ombro, 38% já apresentavam queixas antes de iniciar o crossfit; quanto mais anos de prática, maior carga e horas semanais em atividade, maior o risco de desenvolver lesões; prevalência maior em homens (31,9%) que em mulheres (20,6%); competidores se lesionam mais (40%) do que praticantes não competidores (19%).

Entendendo esses dados pode-se tecer algumas condutas e ajustá-las a sua prática. Antes, vale a pena pesquisar a presença de lesões antigas, disfunções biomecânicas e padrões de movimento equivocados.

Para isso, procure um fisioterapeuta esportivo, osteopata e ortopedista; ouça o seu coach (procure um profissional credenciado e capacitado): ele conhece as técnicas corretas para que você não tenha problemas na execução dos movimentos e evolua a carga sem complicações; não ultrapasse seus limites, o aumento exagerado da carga e intensidade serão seus piores inimigos. 

Mais uma vez, ouça seu coach: se pretende competir, tenha uma excelente base, encaixe-se na categoria adequada e vá em frente. Esses cuidados são importantes, pois todo e qualquer esporte de competição predispõe a um aumento no risco de lesões.

E o mais importante: não espere a leão aparecer para procurar um profissional que possa ajudar com a prevenção. Ao se submeter a uma atividade que exige muito dos músculos e articulações, um bom padrão de recuperação pode estar associado a um menor índice de lesões, portanto, uma alimentação compatível ao seu gasto calórico, descanso, recovery e principalmente seguir a planilha de treinos serão seus maiores aliados na luta contra lesões.


Saulo Souza é fisioterapeuta osteopata e instrutor de pilates.

Opiniões e conceitos expressos nos artigos são de responsabilidade dos autores

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/suspeitos-de-assaltos-no-horto-florestal-morrem-em-troca-de-tiros-com-a-pm-veja-video/
Um deles tinha sido preso no ano passado após invadir casa, na Santa Cruz e manter família refém por cerca de três horas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/del-feliz-traz-o-clima-junino-para-os-leitores-do-correio/
Forrozeiro é o convidado da segunda live do jornal, neste sábado (6)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/em-audio-neymar-xinga-padrasto-e-parca-sugere-enfiar-o-cabo-de-vassoura/
Papo revela comentários homofóbicos de jogador e preocupação com namoro da mãe, que teria sofrido tentativa de agressão de Tiago Ramos; Nadine nega
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/patroa-ajudou-crianca-que-caiu-de-predio-a-entrar-no-elevador/
Miguel, de 5 anos, morreu; petição que pede justiça tem mais de 77 mil assinaturas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/morre-aos-85-anos-atriz-maria-alice-vergueiro-do-meme-tapa-na-pantera/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/manifestantes-ateiam-fogo-em-onibus-na-paralela-veja-video/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/rodamos-na-nova-versao-da-ranger-a-storm/
Em vídeo, jornalista automotivo analisa a cabine dupla diesel
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/idoso-de-81-anos-e-o-100o-paciente-com-covid-19-a-ter-alta-no-hospital-portugues/
Unidade comemorou liberação do homem, que deu entrada há seis dias com 50% do pulmão comprometido
Ler Mais