Cuidados com a pele nesse verão

artigo
08.12.2021, 05:00:00

Cuidados com a pele nesse verão

Temperaturas altas, praia, sol, pele bronzeada e água de coco! Este é o melhor resumo do verão. Época bastante esperada pelos baianos, lembrando que a pandemia ainda não acabou, então, nessa estação, o cuidado tem que ser dobrado.

Você já ouviu a expressão “vamos ativar a melanina”? Trata-se de uma proteína presente no nosso corpo, responsável por garantir coloração à pele, cabelos e pelos. Além disso, também tem a responsabilidade de proteger a pele da ação prejudicial dos raios solares, ou seja, produzimos mais melanina quando expostos ao sol, promovendo aquele bronzeado desejado.

A maioria dos bronzeadores são compostos de tirosina, um aminoácido que acelera a produção da melanina. As pessoas que possuem pele mais clara, produzem menos melanina, estão menos protegidas dos raios solares, portanto, devem utilizar o bronzeador por menos tempo, podendo alternar com o protetor solar.

Para um bronzeado saudável, a exposição ao sol deve ocorrer antes das 10 h e após às 16 h e o bronzeador deve ser acompanhado do Fator de Proteção Solar (FPS). Bronzear sem proteção pode causar manchas, queimadura, além do câncer de pele. O fator de proteção solar pode ser de 15 a 20 para pele morena ou negra e no mínimo 30 para a pele mais clara.
 
Existem diversos tipos de bronzeador e protetor solar e você precisa escolher aquele que melhor se adapta ao seu tipo de pele, consulte sempre um dermatologista. Nas drogarias, você terá o apoio dos farmacêuticos e, em algumas delas, há a presença dos dermoconsultores, que podem auxiliar na escolha e forma de uso, levando em consideração a prescrição médica (quando houver).

Falando mais sobre os protetores e do fator de proteção ideal, isso depende diretamente da tonalidade da sua pele. Quanto mais clara, maior deve ser o FPS. Mas é importante destacar que existem três tipos de radiação solar: raio ultravioleta A, UVA (age), responsável pelo envelhecimento e mancha na pele; UVB (burn), que causa a queimadura na pele; e o raio UVC, que não atravessa a camada de ozônio.

Os protetores solares de alta qualidade protegem contra os raios A e B. O FPS refere-se a proteção contra o raio tipo B. O FPS 30, por exemplo, protege cerca de 96,7% contra esse tipo de raio, enquanto o FPS 60, cerca de 98,3%. Como a diferença é pequena, vale a pena pagar mais pelo FPS 60? Vejamos!

O segredo está aqui! Quanto maior o FPS, maior o PPD (Persistent Pigment Darkening), proteção contra as radiações A, então para o FPS 30, o PPD é igual a 10; FPS 60, PPD 20. Viu? O PPD é o dobro. Vale a pena ter a pele protegida do envelhecimento e surgimento de manchas, concorda? Você não paga mais caro, você faz um bom investimento para a saúde da sua pele. É mais barato proteger do que tratar, fique atento, escolha protetores que protegem também contra a radiação A.

E se você gosta de manter a sua pele bronzeada, mas não pode se expor ao sol, deixo a dica do autobronzeador, um cosmético que contém uma substância chamada dihidroxiactona (DHA), que reage com as células superficiais da pele, promovendo o bronzeado por 5 a 12 dias, sem a necessidade da exposição ao sol.
 
Seguindo essas dicas, seu bronzeado será saudável e duradouro. Bom verão pra você!


Wagner Bramont é farmacêutico da Universidade Corporativa da Drogaria São Paulo (Grupo DPSP).

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas