Curso de inglês e aulas de gestão: ACM Neto conta o que vai fazer após fim do mandato

salvador
20.10.2020, 16:35:00
Atualizado: 20.10.2020, 16:35:07
(Foto: Valter Pontes/SecomPMS)

Curso de inglês e aulas de gestão: ACM Neto conta o que vai fazer após fim do mandato

Abrir novo escritório, mais trabalho e estudo estão no radar do prefeito de Salvador

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Ainda faltam mais de dois meses para o fim do mandato, mas o prefeito ACM Neto já tem planos em relação ao que vai fazer depois que deixar o Palácio Thomé de Souza.

Nesta terça-feira (20), dia em que uma pesquisa apontou crescimento de quatro pontos percentuais na aprovação do governo dele pela população, Neto disse que vai aproveitar o tempo livre para estudar mais sobre gestão.

O prefeito comentou sobre o assunto durante a assinatura da ordem de serviço para demolição da última escola em estilo pré-moldado de Salvador, na Boca do Rio. Ele contou que pretendia passar um tempo fora do Brasil, estudando, mas que mudou os planos por conta da pandemia.

“Logo que deixar a prefeitura, eu pretendo dedicar um tempo aos estudos. Hoje, com a tecnologia do ensino à distância, dá para fazer [o curso] mesmo não estando fisicamente presente. Além disso, vou fazer o que eu sempre fiz na minha vida: trabalhar, trabalhar muito. Eu não sei o que é trabalhar menos que 12h por dia, isso desde que eu me entendo por gente”, afirmou.

Neto disse também que pretende continuar como presidente do Partido Democratas, e que abrirá um escritório político em Salvador. A unidade vai funcionar na sede da legenda, na Pituba. Ele contou que o tempo livre será usado para aprender mais sobre gestão.

“Eu acredito que a gente nunca sabe tudo. Apesar de ter aprendido muito nesses oito anos e da gente ter uma gestão avaliada positivamente pelas pessoas, a gente ainda tem muito que aprender. Vou procurar cursos de gestão, ainda não sei se em universidade brasileira ou estrangeira, mas que possa fazer a distância ou pelo menos que boa parte do tempo seja a distancia, e dedicar minha atenção a esse aperfeiçoamento acadêmico”, disse.

O prefeito contou que pretende também aprimorar um segundo idioma. “Uma das coisas que eu estava com muita vontade de fazer era reciclar meu inglês. Já tive boa fluência, mas depois, com o tempo e a falta de prática, eu perdi boa parte dessa fluência. Então, quero voltar a fazer. E dá para estudar inglês de Salvador mesmo”, disse.

Ele também falou em novos projetos, mas não deu detalhes. “Sou uma pessoa muito bem resolvida em relação aos ciclos da vida. Não nasci prefeito, e sei que não vou morrer prefeito, pelo menos eu espero chegar até o dia 31 de dezembro com saúde”, brincou.

“E à medida que um ciclo se fecha, a gente começa a pensar na abertura de outros projetos, do início de uma nova etapa, e é isso o que eu vou fazer a partir de janeiro”, concluiu.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas