De arrepiar: jovens percursionistas fazem apresentação no Centro Histórico

salvador
25.01.2020, 18:34:00
Atualizado: 25.01.2020, 20:04:37
Praça da Sé logo após o início da apresentação (Foto: Gil Santos/ CORREIO )

De arrepiar: jovens percursionistas fazem apresentação no Centro Histórico

Dança, moda e artes plásticas também fazem parte do Coisas do Sim, do Projeto Axé

O vai e vem agitado da Praça Municipal, no Centro de Salvador, ganhou um incentivo a mais neste sábado (25). O Projeto Axé usou o espaço para realizar mais uma edição do programa Coisas do Sim, que reuniu apresentações musicais, de dança, capoeira, moda e artes plásticas no local.

A criatividade foi o que deu o tom das peças (Foto: Gil Santos/ CORREIO)

As ações foram realizadas por jovens que fazem parte do projeto e eles adoraram as atenções que receberam. O casal de turistas Helena Fernandes, 41 anos, e Diogo Sampaio, 45, registraram cada coreografia com o celular. Eles contaram que chegaram em Salvador na quinta-feira (23) e estavam esperando um momento de sol para aproveitar a cidade.

“Achei o projeto bastante interessante. Cultura é transformadora, transgressora, e além de provoca a reflexão, fazer bem para o corpo, para alma e para o coração. Fiquei muito feliz em ver esse tipo de ação em Salvador. Vou voltar para casa cheia histórias para contar”, afirmou Helena. Ela é professora de artes e está visitando a capital baiana pela primeira vez.

Professor orienta o grupo que caminhou até a Praça Municipal (Foto: Gil Santos/ CORREIO)

Enquanto turistas e baianos se apertavam para conseguir filmar e fotografar as apresentações, as crianças suavam a camisa para fazer bonito. Seis toldos foram montados na Praça Municipal para exposições e coreografias. Um palco foi erguido em frente à prefeitura para os shows musicais, alguns deles foram solos, e outros em dupla ou grupo.

Público se aglomera para tentar registrar a apresentação (Foto: Gil Santos/ CORREIO)

A recepcionista Gabriela Novaes, 28 anos, levou o filho, o pequeno Rafael, 3, para acompanhar a festa. O menino se esbaldou. Correu, pulou, tentou acompanhar os passos ritmados dos garotos mais velhos e, por fim, dormiu. “Ele cansou, e me cansou junto”, brincou Gabriela.

O Coisas do Sim começou às 9h e seguiu até às 17h. Por volta das 15h30, os dançarinos deixaram a Praça Municipal e seguiram para a Praça da Sé, onde encontraram com um grupo de percussionistas. Bastou os primeiros tambores soarem para uma multidão se forma no entorno dos músicos. Celulares a postos e a apresentação teve início.

Dançarinos suaram a camisa (Foto: Gil Santos/ CORREIO)

O rá tá tá tá... foi ressoando pela Praça da Sé e pelas ruas transversais. Foi difícil não se balançar ao toque dos batuques. Crianças e adultos, turistas e baianos seguiram em romaria, no dois pra lá dois pra cá, acompanhando os músicos de volta para a Praça Municipal.

Shows musicais também animaram a tarde (Foto: Gil Santos/ CORREIO)

Na frente, com os dedos em riste, o professor dava o tom e organizava o som. Atrás, dançarinos profissionais e amadores faziam coreografias. Pelos lados, o público assistia, aplaudia e, claro, registrava. O show terminou com uma apresentação em frente à prefeitura sob o olhar atento de quem via aquilo pela primeira vez e de quem faz questão de assistir sempre que possível.

“A gente se arrepia. Não sei o que é, só sei que o som dos tambores, o batuque, tudo mexe com a gente. Posso ver dez vezes essas apresentações e sempre vou me sentir tocada. É forte demais”, contou a costureira Amélia Santiago, 54 anos.

Evento surgiu de experiências do Projeto Axé (Foto: Gil Santos/ CORREIO)

O evento Coisas do Sim é um produto original do Projeto Axé, que há 30 anos trabalha com crianças, adolescentes, jovens e famílias de Salvador em situação de rua ou de extrema pobreza. Ele surgiu de experiências desenvolvidas pelo grupo, dentro e fora do Brasil, e acontece a cada dois anos. A ação tem apoio da prefeitura através da Secretaria Municipal de Promoção e Combate à Pobreza (Saltur).


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cronicas-do-guerreiro-dia-2-a-fuga-do-deposito/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/neymar-sera-desfalque-no-carnaval-2020-dessa-vez-sem-polemica/
Craque brincou com a situação em vídeo no Instagram; em 2019 ele estava em Salvador
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/claudia-leitte-vai-abrir-desfile-icada-nesta-sexta-feira-21-assista/
Cantora comanda bloco Blow Out, no circuito Dodô (Barra-Ondia)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cid-gomes-tem-quadro-clinico-estavel-diz-boletim-medico/
Cid foi baleado durante um protesto de policiais militares no Ceará
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/minuto-de-carnaval-pipocas-de-saulo-e-anitta-e-novidade-na-barroquinha/
Quadro é apresentado pelo chefe de reportagem Jorge Gauthier
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/do-paredao-para-o-trio-o-poeta-e-la-furia-levam-pagodao-a-barra/
Bandas foram umas das últimas a se apresentar na noite desta quinta (20)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/veja-o-que-rolou-de-melhor-no-primeiro-dia-do-carnaval/
Muita pipoca, Claudinha de guarda, volta de Brown...
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/claudia-leitte-usa-look-em-homenagem-as-guardas-municipais-de-salvador/
A loira chegou ao circuito escoltada por uma viatura da Guarda Municipal
Ler Mais