De goleiro a treinador: as passagens de Geninho pelo Vitória

e.c. vitória
20.09.2019, 05:00:00
Atualizado: 20.09.2019, 09:01:58
Os vários momentos de Geninho pelo Vitória (Foto 1: Carlos Catela/Arquivo CORREIO; Foto 2: Edson Ruiz/Arquivo CORREIO; Foto 3: Arisson Marinho/CORREIO)

De goleiro a treinador: as passagens de Geninho pelo Vitória

Novo técnico conhece o rubro-negro de longas datas; primeira passagem foi em 1982

O Correio oferece acesso livre a todas as notícias relacionadas ao coronavírus. Entendemos que informação séria e confiável é importante nesse momento. Colabore para que isso continue. Assine o Correio.


Quando entrar na sala de imprensa do Barradão após o treino desta sexta-feira (19) pela manhã, Geninho estará se apresentando pela sexta vez para a torcida rubro-negra. Cinco delas como treinador, já que teve passagem no Vitória em 1994, 1995, 1998 e 2011. Contudo, o que pouca gente sabe é que o técnico de 71 anos vestiu a camisa do Leão quando ainda estava dentro das quatro linhas, atuando como goleiro.

Segundo o pesquisador Ubiratan Brito, Geninho defendeu a meta do Vitória em 22 partidas - divididas entre Campeonato Baiano, Brasileirão, Taça de Prata e amistosos. No Baianão, Geninho e seus companheiros de campo ficaram com o vice-campeonato após derrota para o Bahia nas finais. Já no Brasileiro, o Vitória foi eliminado logo na primeira fase e foi disputar a Taça de Prata, onde também não teve muito sucesso e foi eliminado de cara para o Mixto, do Mato Grosso.

Como treinador, Geninho disputou 53 jogos à frente do Leão - divididos entre suas quatro passagens anteriores. Ele soma 20 vitórias, 11 empates e 22 derrotas, segundo o levantamento cedido pelo pesquisador Ubiratan Brito ao CORREIO. O aproveitamento de Geninho até aqui é de 44,6%

Na primeira passagem, em 1994, foram 12 jogos, com cinco vitórias, quatro empates e três derrotas. Geninho treinou o Vitória em jogos válidos pela repescagem do Brasileirão e Copa Conmebol - competição que o Vitória disputou por conquistar o vice-campeonato nacional no ano anterior. Por lá, o rubro-negro enfrentou e foi eliminado pelo Corinthians.

No mesmo ano, Geninho deixou o Vitória e foi para a Ponte Preta, mas retornou na temporada seguinte e foi fundamental na corrida do Vitória contra o rebaixamento, em 1995. O saldo dessa segunda passagem, que teve 10 jogos, foi de três vitórias, dois empates e cinco derrotas.

Em 1998, Geninho teve a passagem mais longeva pela Toca, com 20 jogos pelo Brasileirão. Deixou o clube com 8 vitórias, 3 empates e 9 derrotas. Já em sua última vinda, em 2011, foi pela Série B, competição que reencontra agora. Geninho assumiu o cargo deixado por Antônio Lopes, que perdeu o Baianão para o Bahia de Feira.

Na ocasião, Geninho passou pouco mais de dois meses em Salvador, comandando o time em 11 partidas. Foram quatro vitórias, dois empates e cinco derrotas até deixar o clube para a chegada de Vagner Benazzi.

*com supervisão do subeditor Miro Palma
 

***

O CORREIO entende a preocupação diante da pandemia do novo coronavírus e que a necessidade de informação profissional nesse momento é vital para ajudar a população. Por isso, desde o dia 16 de março, decidimos abrir o conteúdo das reportagens relacionadas à pandemia também para não assinantes. O CORREIO está fazendo um serviço de excelência para te manter a par de todos os últimos acontecimentos com notícias bem apuradas da Bahia, Brasil e Mundo. Colabore para que isso continue sendo feito da melhor forma possível. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/abner-pinheiro-publica-foto-com-bebe-nunca-vou-desistir-de-voce/
Briga após influencer baiano descobrir que não é o pai de sangue de bebê foi o assunto mais comentado nas redes sociais
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/apos-polemica-com-teste-de-dna-e-traicoes-sthe-vai-processar-abner/
Briga após influencer baiano descobrir que não é o pai de sangue de bebê foi o assunto mais comentado nas redes sociais
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/em-live-com-miley-cyrus-anitta-e-chamada-de-icone-pop-brasileiro/
Cantoras conversaram via Instagram e dançaram Rave de Favela
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/ajustes-deixaram-a-ranger-mais-competitiva/
Em vídeo, Antônio Meira Jr., explica o que mudou na picape da Ford
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/apos-teste-de-dna-e-traicoes-abner-e-sthe-ganham-mais-de-16-mi-de-seguidores/
Treta após baiano descobrir que não é o pai de sangue de bebê foi o assunto mais comentado do mundo nas redes sociais
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/baco-exu-do-blues-lanca-ep-contra-o-tedio-da-quarentena/
Preso em casa, artista produziu nove faixas em três dias
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/bolsonaro-muda-o-tom-e-diz-que-coronavirus-e-maior-desafio-da-nossa-geracao/
Presidente criticou isolamento mais rígico e voltou a ser alvo de panelaços; veja vídeos em Salvador
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/leo-picon-admite-ser-o-ex-em-comum-de-manu-gavassi-e-rafa-kalimann/
Participantes do BBB falaram, no programa, que já se relacionaram com a mesma pessoa
Ler Mais