De volta ao Brasil, Chevrolet Equinox quer clientes de Compass e Corolla Cross

autos & etc
21.05.2022, 16:00:00

De volta ao Brasil, Chevrolet Equinox quer clientes de Compass e Corolla Cross

Veja como ficou a linha 2022 do SUV da Chevrolet e saiba como foi a saída da Renault do mercado russo
A maior novidade da linha Equinox 2022 é a estreia da configuração RS (esquerda) no Brasil

Depois de alguns meses de ausência, o Chevrolet Equinox está de volta ao Brasil. Com o lançamento atrasado por conta da falta de componentes eletrônicos, o SUV continua sendo importado do México e ganhou uma leve atualização de estilo.

Além disso, foi incorporada uma nova opção para o mercado brasileiro, a RS. Apesar do visual esportivo, essa configuração tem a mesma propulsão oferecida na outra versão que chegará no começo de junho às concessionárias, a Premier.

Ambos utilizam o mesmo motor 1.5 turbo, que rende de 172 cv de potência e entrega 27,8 kgfm de torque. O propulsor 2 litros turbo, que é utilizado nas versões de entrada do Camaro, deixou de ser oferecido, inclusive nos Estados Unidos.

A versão Premier é mais luxuosa e tem até solar panorâmico
A versão Premier é mais luxuosa e tem até solar panorâmico
Um dos trunfos do SUV é o espaço interno e o amplo bagageiro
Um dos trunfos do SUV é o espaço interno e o amplo bagageiro

Para completar o conjunto, a transmissão é automática, se seis velocidades, com a opção de tração dianteira (RS) ou integral (Premier).

O Chevrolet custa R$ 204.990 na versão RS e R$ 221.990 na opção Premier, há diferenças na lista de equipamentos e na estética.

Além da tração integral, o Premier tem itens a mais, como sistema de som da Bose, porta-malas com abertura elétrica teto solar panorâmico e memória para o banco do motorista - que tem ajuste elétrico em ambos.

Concorre com Jeep Compass, Toyota Corolla Cross e Volkswagen Taos.

COMEÇO DE ANO POSITIVO
Após anunciar aumento de 78% nas vendas do Brasil no primeiro trimestre de 2022, o que resultou em uma participação de mercado de 10,8%, a Iveco comemora o recorde histórico de participação de mercado da marca na América Latina: 12,8%.

A Iveco ampliou a sua participação de mercado no Brasil e na América Latina

Na Argentina, a marca registrou no mesmo período 25,8% de participação, e nos mercados importadores da América Latina houve crescimento de 344% em volume de vendas.

“Esse é um momento muito importante para a Iveco. Temos um crescimento sustentável em todos os países”, afirma Márcio Querichelli, presidente da empresa para a América Latina.

O RETORNO DO CAMRY
Nove meses depois, o Camry está de volta às concessionárias brasileiras, mas com importantes diferenças em relação ao que era oferecido anteriormente.

A versão única, a XLE, chega ao país diretamente do Japão com motorização híbrida em substituição ao V6. A potência caiu, mas a economia de combustível melhorou sensivelmente.

De volta ao Brasil, o Toyota Camry agora é híbrido

O sedã agora utiliza um propulsor de quatro cilindros, com 2.5 litros a gasolina, associado a três motores elétricos. Juntos, produzem 211 cv de potência combinada.

Tabelado por R$ 331.790, concorre diretamente com o Honda Accord, que aguarda a chegada de novos lotes ao país.

RENAULT DEIXA A RÚSSIA
Desde o começo da invasão que a Rússia está promovendo na Ucrânia, várias empresas automotivas promoveram embargos ao mercado russo.

Dentre elas, a Renault tinha a situação mais delicada, até então a empresa era acionista da AvtoVAZ, fabricante local que produz veículos da Lada.

A situação chegou ao fim nesta semana, quando a Renault comunicou que vendeu sua participação para a cidade de Moscou. No entanto, os valores não foram revelados.

Graças à AvtoVAZ, a Rússia foi, no ano passado, o segundo maior mercado do Grupo Renault, com cerca de meio milhão de veículos vendidos.

PNEU AUTOSSELANTE

As ofertas de pneus com selante interno estão sendo ampliadas no mercado nacional e a Continental agregou mais uma medida com a tecnologia, o aro 21 - até então a empresa oferecia aros 18 e 19.

Essa solução atende quase todos os furos causados por objetos de até 5 milímetros de diâmetro e que representam cerca de 85% dos danos de perfuração.

Uma pasta selante é incorporada ao pneu e veda furos pequenos

Esse sistema é diferente do run flat, que permite que o veículo continue rodando a uma velocidade máxima de até 80 km/h até que possa ser feito o reparo, os modelos com a tecnologia ContiSeal asseguram que a viagem prossiga sem qualquer restrição.

NOVA MARCA
A Volkswagen anunciou que irá lançar a marca Scout para vender veículos elétricos fora de estrada.

O nome vem do SUV feito pela International Harvester, que também produzia tratores e caminhões, entre 1960 e 1980.

Os primeiros desenhos do SUV e da picape da Scout, nova marca da VW

A VW adiantou que haverá sinergia entre as marcas, mas a Scout terá atuação independente.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas