Decoração de Natal do Campo Grande terá visita agendada através de site

salvador
30.11.2020, 19:44:32
Atualizado: 01.12.2020, 11:48:10
(Foto: Nara Gentil/CORREIO)

Decoração de Natal do Campo Grande terá visita agendada através de site

Iluminação do 'Natal de Esperança', entregue nesta segunda, tem restrições por conta da pandemia; veja como ter acesso

A pandemia alterou muitos costumes neste ano, mas ao menos uma tradição foi mantida no meio de tantas mudanças. A iluminação de Natal de Salvador foi inaugurada nesta segunda-feira (30), na Praça Dois de Julho – ou Praça do Campo Grande, como é mais conhecida. São 1,7 milhão de lâmpadas clareando a região e reverenciando uma das festas mais importantes para o povo cristão: o nascimento de Jesus Cristo. 

A Bíblia conta que Gaspar, Baltazar e Melchior encontraram o Menino Jesus depois de seguir a luz de uma estrela. Assim como aconteceu com os Três Reis Magos, a visitação à iluminação da praça desse ano será guiada. A novidade foi a maneira encontrada pela prefeitura para permitir a visitação sem provocar aglomerações. 

Quem quiser conhecer a decoração de perto terá que se cadastrar no site natalsalvador.salvador.ba.gov.br. Será gerado um QR CODE que deverá ser apresentado junto com documento de identidade na entrada da praça.

Decoração de Natal do Campo Grande terá visita agendada através de site

Foto: Nara Gentil/CORREIO

O uso de máscara é obrigatório, e a medição da temperatra ocorrerá através de câmeras, como já acontece nos shoppings e na Estação da Lapa. Será permitida a entrada apenas de até 500 pessoas por vez, para obedecer aos parâmetros de segurança da saúde, e serão cinco sessões por dia, das 18h às 22h, com 30 minutos cada. Cerca de 30 monitores treinados pelo Município vão orientarar os visitantes.

A primeira sessão de cada dia será exclusiva para idosos e pessoas com deficiência. A decoração ficará disponível até o dia 6 de janeiro, como acontece todos os anos, e já pode ser visitada a partir dessa terça-feira (1º).

Confira galeria de imagens do local.

(Foto: Nara Gentil/CORREIO)
(Foto: Nara Gentil/CORREIO)
(Foto: Nara Gentil/CORREIO)
(Foto: Nara Gentil/CORREIO)
(Foto: Nara Gentil/CORREIO)
(Foto: Nara Gentil/CORREIO)
(Foto: Nara Gentil/CORREIO)
(Foto: Nara Gentil/CORREIO)
(Foto: Nara Gentil/CORREIO)
(Foto: Nara Gentil/CORREIO)
(Foto: Nara Gentil/CORREIO)
(Foto: Nara Gentil/CORREIO)
(Foto: Nara Gentil/CORREIO)
(Foto: Nara Gentil/CORREIO)

Batizado de “Natal da Esperança”, a decoração deste ano terá outras novidades. Por conta da pandemia, não haverá Casa do Papai Noel nem Vila de Natal. A comercialização de alimentos e bebidas na praça também está proibida.

A única atração são as luzes, a árvore de 22 metros de altura e alguns monumentos, e talvez por isso, nesse ano, os números impressionam mais. A Catedral da Luz, que no ano passado foi espaço disputado para selfies, desta vez recebeu o nome e Catedral da Esperança, e tem 310 metros de extensão e cada nave tem 77 metros de comprimento.

Decoração de Natal do Campo Grande terá visita agendada através de site

Foto: Nara Gentil/CORREIO

Entrega do espaço
Os detalhes foram apresentados pelo prefeito ACM Neto. Ele fez a inauguração oficial e chegou ao local acompanhando das duas filhas, como costuma fazer todos os anos, e do prefeito eleito Bruno Reis.

Neto e companhia percorreram parte da praça, visitaram o presépio e assistiram a uma apresentação teatral natalina. Em seguida, o prefeito disse que precisou redobrar os cuidados esse ano para permitir a visitação de forma segura e eficiente.

"A partir de hoje, estamos entregando à cidade do Salvador a decoração de Natal. Há alguns dias, vocês devem estar acompanhando, estamos preparando a cidade. Algumas praças e avenidas estavam com a iluminação ativada, mas como a gente faz todos os anos, a partir de hoje, com a apresentação da iluminação da praça do Campo Grande, nós estamos entregando oficialmente para a cidade a iluminação natalina", anunciou.

Foto: Nara Gentil/CORREIO

Ele lembrou que no ano passado, 1,3 milhão de pessoas visitaram a decoração no local, o que provocou até congestionamentos, e explicou o tema escolhido para esse ano. "É a esperança em um mundo melhor. A esperança em uma vacina. A esperança de um Natal de luz", disse.

O prefeito eleito Bruno Reis falou em celebração e desafios para o próximo ano. “Estamos aqui para celebrar a vida de milhares de pessoas que nós conseguimos salvar com o nosso trabalho, e também para pedir a Deus que nos dê sabedoria e ilumine a nossa caminhada, afinal de contas os desafios para 2021 serão enormes, em especial na minha vida pela nova missão que o povo da cidade nos deu”, disse.

Ele também falou da relação com o cristianismo. “Sou um homem de fé, sempre me apego em Deus nos momentos difíceis da minha vida e ele nunca me faltou, sempre me dando as oportunidades, então, esse natal é para celebrar”, contou.  

Cidade luz
Além do Campo Grande, foram iluminadas de forma especial outras regiões conhecidas da cidade como o Dique do Tororó, Forte Santa Maria e Terreiro de Jesus; as praças Castro Alves, da Sé e Municipal; os largos da Vitória, do Tanque, e da Mariquita; Rua Chile, Caminho de Areia e Ribeira.

Também foram decoradas as avenidas Afrânio Peixoto (Suburbana), Mário Leal Ferreira (Bonocô), ACM, Centenário, e Garibaldi, entre outras. Além disso, as Obras Sociais Irmã Dulce, bairros, viadutos e passarelas da cidade também foram decorados.

Na tradição cristã, foi a luz de uma estrela que anunciou o nascimento de Cristo. A torcida de muita gente que foi ao Campo Grande é de que a iluminação inaugurada nessa segunda seja também o anúncio de que tempos melhores estão por vir.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas