Desafio Nasa divulga vencedores baianos para disputa mundial

salvador
20.10.2019, 20:43:00
Atualizado: 21.10.2019, 12:20:06
Primeira colocada, equipe Cafeína usou como base o Gerador de Van Der Graff (Foto: Divulgação)

Desafio Nasa divulga vencedores baianos para disputa mundial

Projetos selecionados incluem mapeamento de emergências ambientais e mecanismos para captar resíduos plásticos no Oceano

Depois de um fim de semana inteiro no Hub Salvador dedicado a encontra soluções para problemas da Terra do espaço, chegou ao fim, na noite deste domingo (20), a etapa soteropolitana do Nasa Space Apps Challenge 2019, hackathon realizado simultaneamente em todo o mundo pela Agência Espacial Americana (NASA). Primeira e segunda colocadas, as equipes Cafeína e Monit Oil vão disputar com os vencedores de todo o mundo o prêmio maior da competição planetária, que é poder realizar o projeto proposto com apoio da Nasa.

Formada pelo estudante de Engenharia Química, Ramon de Almeida 22 anos, pelos alunos de Administração, Antonio Rocha,18, Pedro Dantas, 19, e Genilson Brito, 18, e pelo futuro analista e desenvolvedor de sistemas, Thiago Barbosa, 23, a equipe Cafeína usou como base o Gerador de Van Der Graff para desenvolver um mecanismo que atraia e capte resíduos plásticos nos oceanos que são ingeridos por animais marinhos, comprometendo a vida deles, dos animais que se alimentam deles, inclusive os humanos.

"O objetivo é focar na preservação dessas vidas marinhas com esse mecanismo", explica Thiago. O time disputou o desafio "limpeza do lixo nos oceanos", na categoria Oceanos do Planeta Terra.

A competição teve ainda desafios nas categorias Estrelas, Nossa Lua, Planetas Perto e Longe e Vivendo Nosso Mundo. Foi esta última que a turma do Monit Oil disputou. A equipe formada pela profissional de Relações Internacionais, Bianca Meireles, 26 anos, o jornalista Antonio Laranjeira, 28, o especialista em Direito Digital, Felipe Coutinho, 29, o Engenheiro de Automação, Mateus Maia, 26, e o administrador e empreendedor Paulo Galo, 48, propôs um mapeamento colaborativo de emergências ambientais por conta de derramamento de óleo.

"A gente torce que esse seja um dos projetos finalistas no mundial para representar a Bahia", diz Antonio, sobre o projeto que cruza automação com inteligência humana para reduzir os riscos ao meio ambiente.

As equipes receberam o suporte de cerca de 20 monitores e cinco professores de inglês para interpretar os dados da Nasa disponibilizados para consulta durante a competição. As equipes vencedoras receberam ainda óculos de realidade virtual, oferecidos pela Embaixada dos Estados Unidos no Brasil e cursos de inglês da Language Lab.

Além das duas equipes vencedoras, participaram do hackathon em Salvador mais 28 grupos, chegando a cerca de 200 competidores, dos 520 inscritos na primeira etapa do evento. A meta para o ano que vem é chegar a 500 pessoas disputando os primeiros lugares, acredita Leka Hattori, representante oficial do Nasa Space na Bahia e realizadora da iniciativa.

"Chegamos a resultados positivos, mesmo com o grande desafio que é realizar um evento como esse no contexto econômico atual do país. Ainda assim, conseguimos o feito de sair dos 22% para os 35% de participação feminina", comenta a empreendedora, que aposta em Salvador chegando na final mundial.

O desafio internacional proposto pela Nasa aconteceu em mais 42 cidades brasileiras, entre elas elas Aracaju, Belo Horizonte, Curitiba, Goiânia, Fortaleza, Maceió, Manaus, Porto Alegre, Porto Velho, Recife, Rio de Janeiro, São Paulo, São Luís e Brasília. No mundo, foram cerca de 20 mil pessoas. Em 2018, foram 18 mil participantes em 200 cidades em 75 países.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/video-exclusivo-mostra-o-mustang-mais-potente-da-historia/
Shelby GT500 traz um fantástico equilíbrio entre esportividade e conforto
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/confira-dois-shows-para-curtir-no-fim-de-semana/
Banda Panteras Negras e Michaela Harisson exploram diferentes vertentes da musicalidade negra
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/ganhadeiras-de-itapua-voltam-ao-rio-para-desfile-das-campeas-da-viradouro/
Apresentação será neste sábado (29) e tem transmissão ao vivo do G1
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/muito-gratificante-diz-ivete-sobre-vencer-musica-do-carnaval-na-enquete-do-correio/
Com 34% dos votos, 'O Mundo Vai' desbancou 'Ela Não Quer Guerra com Ninguém’ e 'Contatinho'
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/tudo-ok-e-a-musica-mais-ouvida-no-spotify-durante-o-carnaval/
Hit do brega funk foi mais tocada na plataforma; clipe já chegou a 100 milhões de visualizações
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pitbulls-matam-cao-de-idosa-no-rio-vermelho-video-mostra-ataque/
Vídeo gravado por moradores do bairro mostra idosa rolando no chão pra tentar salvar seu cachorro
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/nova-versao-de-o-homem-invisivel-fala-de-abuso-a-partir-de-terror/
Longa é inspirado em livro de HG Wells, que rendeu um filme clássico de 1933
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/essa-vitoria-e-da-bahia-e-de-todas-as-mulheres-diz-carnavalesco-campeao/
CORREIO conversou com autores de enredo sobre As Ganhadeiras de Itapuã durante festa na quadra da Viradouro; veja vídeo
Ler Mais