Destino de concessão da BR-324 começa a ser definido em setembro

donaldson gomes
27.08.2021, 05:00:00

Destino de concessão da BR-324 começa a ser definido em setembro

Longa viagem
O destino dos trechos das BRs 324 e 116 sob concessão da Via Bahia deve começar a ser definido neste mês de setembro. De um lado, o governo federal, através do Ministério da Infraestrutura, questiona o atraso por parte da empresa no cumprimento de obrigações contratuais e do outro a empresa se queixa que dois reajustes quinquenais, também previstos no acordo de concessão, deixaram de acontecer. No meio deste processo, a população, que sofre com um serviço de qualidade aquém do desejado. No próximo mês a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) vai realizar uma audiência pública sobre a concessão para analisar dois pontos do contrato, para contrariedade da Via Bahia, que gostaria de discutir 84. O ministro Tarcísio Freitas já falou até sobre a possibilidade de uma intervenção federal na via, enquanto a empresa ameaça judicializar o assunto. Mas apesar da tensão entre as partes, que ninguém se engane, não há perspectiva de uma solução rápida para o problema. Há uma arbitragem em andamento, o que impediria qualquer decisão drástica.  

Destaque nacional
A distribuidora baiana de combustíveis Petrobahia ficou em 1º lugar em crescimento sustentável entre as empresas do setor de petróleo e gás do Brasil no anuário Valor 1000. Além disso, a empresa é a 5ª em giro de ativo e a 7ªem liquidez corrente. Com 25 anos de atuação, a companhia está investindo em expansão. No primeiro semestre, assinou um protocolo de intenções para se instalar no Polo Agroindustrial e Bioenergético do Médio São Francisco, na Bahia, além de uma escritura de terreno no distrito industrial de Balsas, no Maranhão, para a construção de novas bases de distribuição combustíveis. Até o final de 2021, a Petrobahia planeja investir R$ 15 milhões em bases e na rede de postos fidelizada, com foco na Bahia, Maranhão, Piauí e Pernambuco. 

Retomada
Os empresários do varejo vêm demonstrando, aos poucos, que voltam a acreditar na retomada da economia e passam a investir. Um sinal disso é que os oito shoppings que tem os espaços comercializados pelo Grupo JCPM contabilizaram um total de 106 novos contratos de lojas que foram inauguradas ou estão em vias de ser no primeiro semestre deste ano. Este desempenho é semelhante ao registrado pelo grupo no período pré-pandemia e quase o dobro do registrado no ano passado. O Grupo JCPM tem participação em 11 shoppings nas principais capitais do Nordeste. 

Caruaru
A Ferreira Costa inaugurou a sétima loja do grupo em Caruaru (PE). Com 9.000 m² de área de vendas, a nova unidade oferece mais de 70 mil itens para construir, reformar ou decorar com estoque para levar na hora. A escolha de Caruaru acontece de forma estratégica. A cidade possui papel fundamental no agreste pernambucano e encontra-se em pleno crescimento econômico. Atualmente o grupo está construindo a segunda unidade em Salvador, nos Barris. 

Aceleradora
A Aceleradora 100+, da Ambev, conclui hoje o Pitch Day, iniciado ontem. O período mais aguardado no processo de aceleração é aquele em que as startups inscritas se apresentam para os executivos da cervejaria e de parceiras globais de peso, como Google, Natura, Pepsico e Unilever. A DSM volta neste ano para repetir a parceria de sucesso da edição passada, quando executivos da empresa participaram do Demo Day. Junto com Ambev, as empresas analisarão os negócios pré-selecionados e selecionarão até 20 soluções inovadoras para desafios sociais e ambientais.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas