Diversidade marca as novas relações de trabalho na era digital

agenda bahia
08.11.2018, 05:50:00
Atualizado: 09.11.2018, 16:26:09
Marcelo Arantes: ' A questão é desafiar e é ser desafiado' (Arisson Marinho/CORREIO)

Diversidade marca as novas relações de trabalho na era digital

Marcelo Arantes apresentou case da Braskem

Há um ano, Marcelo Arantes percebeu que uma mudança era imprescindível. O digital já estava incorporado à rotina do trabalho, como também estava em exercício uma cultura participativa. Mas era necessário mais. Houve, então, o convite para que os funcionários da Braskem em todo o mundo respondessem qual era a empresa que eles queriam. Havia duas opções para os colaboradores: ser ator ou ator. E, rapidamente, todos se  perceberam em busca da autoria da própria história.

O vice-presidente Global de Pessoas, Comunicação, Marketing e Desenvolvimento Sustentável da Braskem participou, nesta quarta-feira (7), do painel 'Pessoas e Tecnologias: criando novas relações de trabalho', atividade do seminário Humanize[se], dentro do Fórum Agenda Bahia 2018. 

Marcelo Arantes, durante a atividade, debateu o que seriam essas dinâmicas em um período de avanços tecnológicos. A chave, na verdade, é retornar para o indivíduo e também para as histórias, acredita o executivo. Tanto assim que, no ano passado, os funcionários foram chamados a elaborar, diretamente e colaborativamente, o novo guia de práticas da empresa.

O resultado supreendeu: 5,3 mil pessoas contribuíram, por meio de pesquisa interna, com a criação de novas práticas de trabalho. "As pessoas querem ser protagonistas. A questão é desafiar e é ser desafiado. Assim, a gente cresce junto, porque as pessoas são estimuladas a criar juntas", acredita Marcelo.

Sobre o uso da tecnologia em todo o processo, ele complementa: "foi uma relação de aliados. A tecnologia tem que ser usada a favor das pessoas. Uma empresa é feita de gente. Acreditamos que precisamos de mais liderança e menos líderes", afirmou.

O resultado das contribuições foi uma mudança diária, com mais flexibilização. Vestimenta livre, como bermudas e sandálias, começaram a ser aceitas, por exemplo. E, cada vez mais, foi possível perceber mais diversidade nos corredores da empresa. "O que importa é sermos inclusivos. Não temos nenhum indicativo de que isso impacta diretamente no negócio. Mas impacta na imagem, em como ela é vista, em como os funcionários enxergam", acrescentou

As novas relações de trabalho não mais comportam o velho "manda quem pode, obedece quem tem juízo", acredita Marcelo. Há a necessidade de autonomizar. "Como transferir autonomia?", perguntou um participante do painel.

"Na verdade, incentivamos a descentralização. É uma delegação planejada, não é nada largado. A gente tem certeza que um processo assim protege a empresa", respondeu.

Mas, como operar tamanha mudança? O público questionava-se a cada incentivo e projeto apresentado por Marcelo. "A própria liderança da Braskem chegou a duvidar das novas ações. Respondi que tinhamos que pensar no futuro, porque esse será o futuro", revelou.

A atenção às individualidade e à diversidade ainda é rara nas grandes empresas. A cultura de hierarquias ainda é pautada no poder, não no saber, reiterou Marcelo. "Temos uma cultura hierárquica de formação. Percebemos, por exemplo, que os brasileiros buscam mais segurança que os estrangeiros. O que buscamos é inverter para a hierarquia do saber". 

Ao final da palestra, os participantes levantavam as mãos em sinal de novas dúvidas. Como trabalhar de casa? Como ser autônomo? Quando essas práticas serão realidade? A todas elas, seguiu-se o conselho de Marcelo: "Pense no digital. Mas não no digital da máquina, mas na sua digital, na sua marca. O seu digital é seu. Opte por como você quer deixar sua digital no mundo".

O Fórum Agenda Bahia 2018 é uma realização do jornal CORREIO, com patrocínio da Braskem, Sotero Ambiental e Oi, apoio institucional da Prefeitura Municipal de Salvador, Consulado-Geral dos EUA no Rio de Janeiro, Federação das Indústrias da Bahia (Fieb) e Rede Bahia; e apoio do Sebrae e da VINCI Airports.

*Com supervisão do editor Flávio Oliveira


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/a-nissan-frontier-e-pareo-para-toyota-hilux-e-chevrolet-s10/
Picape ganha equipamentos para se tornar mais competitiva
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/veja-duracao-de-todos-os-episodios-da-ultima-temporada-de-game-of-thrones/
As informações foram divulgadas na programação da HBO, esta semana
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/jean-wyllys-e-embaixadora-brasileira-batem-boca-na-onu-assista/
Maria Nazareth interrompeu evento, que tinha Wyllys como convidado, e leu discurso pró-Bolsonaro
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/iggy-azalea-rompe-com-gravadora-e-volta-em-melhor-forma-desde-fancy/
Clipe se passa em um funeral e conta com participação de drags de Rupaul
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/com-stories-de-fas-pabllo-vittar-lanca-video-vertical-de-nao-vou-deitar/
Cantora lançou três produções audiovisuais de Não Para Não em menos de um mês
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/anitta-rita-ora-e-sofia-reyes-se-juntam-em-musica-trilingue/
Com uma vibe girl power, as meninas só querem se divertir sem apegos; assista ao clipe
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/com-elenco-e-textos-renovados-5x-comedia-volta-a-salvador/
Espetáculo reúne cinco esquetes de humor com doses sutis de crítica social
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/unindo-o-util-ao-agradavel-de-amante-dos-esportes-a-jornalista-esportivo/
O baiano João Salvador conta como é trabalhar com o que ama
Ler Mais