Dois homens são mortos em Sussuarana em represália à morte de chefe do tráfico

salvador
09.03.2019, 10:08:00
Atualizado: 09.03.2019, 10:44:10

Dois homens são mortos em Sussuarana em represália à morte de chefe do tráfico

Eles teriam indicado o paradeiro de Luís Henrique, o Fantasmão, do BDM, sequestrado e executado no Carnaval

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Ramon Santos Barbosa, 22 anos, e um outro rapaz, identificado apenas pelo pré-nome de Edmilson, foram assassinados a tiros, no final da manhã de sexta-feira (8), no bairro de Sussuarana. Eles teriam sido mortos por outros integrantes da facção Bonde do Maluco (BDM) por vingança ao assassinato de líder do grupo no bairro, Luís Henrique, o Fantasmão.  

Em um vídeo que circula nas redes sociais, ao mesmo tempo que filma os corpos, um homem diz: "tá vendo aí, foram entregar o chefe".  O caso é investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Até o momento não há indicativo de autoria. 

De acordo com informações obtidas através de policiais civis,  na terça-feira de Carnaval, homens ainda não identificados sequestraram Luís Henrique, após invadirem uma casa. Horas depois de terem exigido o valor do resgate, o corpo de Luís Henrique foi encontrado num matagal ainda na ilha, com várias perfurações de tiro. 

O corpo de Luís Henrique estava como ignorado no Instituto Médico-legal Nina Rodrigues (IML), pois foi encontrado sem documentos. Na manhã de quinta-feira (08), parentes fizeram o reconhecimento e a liberação do corpo. 

Na sexta-feira (8), pouco depois das 11h30,  homens armados invadiram uma casa na Avenida Ulisses Guimarães, nas proximidades do Condomínio Novo Horizonte, em Sussuarana. O imóvel está localizado numa boca-de-fumo. 

O corpo de Ramon foi encontrado do lado de fora da casa, de bruços. Já o de Edmilson, estava dentro do imóvel, escorado numa cama, cravado de balas.

Em nota, a Polícia Militar (PM) disse que foi acionada pelo Centro Integrado de Comunicação (CICOM) da Secretaria de Segurança Pública (SSP) com a informação de que dois homens foram vítimas de disparos de arma de fogo após trocarem tiros com indivíduos na Avenida Ulisses Guimarães, nas imediações de um condomínio residencial.

Ainda de acordo com a nota, no local, policiais militares da 48ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Sussuaran) após confirmar a ocorrência, fizeram o isolamento da área e solicitaram os agentes do Departamento de Polícia Técnica (DPT) para remoção dos corpos.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas