Dólar à vista sobe após Bolsonaro, mas perde força com exterior e leilão no radar

economia
25.03.2020, 10:15:00
(AFP)

Dólar à vista sobe após Bolsonaro, mas perde força com exterior e leilão no radar

Às 9h51, o dólar à vista subia 0,03%, a R$ 5,0833

O Correio oferece acesso livre a todas as notícias relacionadas ao coronavírus. Entendemos que informação séria e confiável é importante nesse momento. Colabore para que isso continue. Assine o Correio.


O dólar à vista abriu a quarta-feira, 25, em alta e subiu até R$ 5,1088 (+0,53%) na máxima, sob efeito da repercussão negativa do pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro, na terça-feira à noite, mas agora ronda a estabilidade, com viés de alta, na esteira do enfraquecimento das bolsas europeias e dos futuros de Nova York.

A expectativa de leilões de linha de até US$ 3 bilhões no período da manhã ajuda ainda a limitar o avanço do dólar à vista O dólar futuro de abril mostra leve queda.

Mais cedo, os índices acionários no exterior exibiram firmes ganhos, reagindo a um acordo fechado no Senado americano em torno de um pacote fiscal de cerca de US$ 2 trilhões proposto pelo governo dos EUA para amenizar o impacto econômico da pandemia de coronavírus. Mas podem estar realizando parte desses ganhos e também depois do rali de ontem, à espera agora da aprovação dos estímulos fiscais americanos.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) mostrou desaceleração para 0,02% em março, de 0,22% em fevereiro, ficando abaixo da mediana do mercado (0,07%).

O dado reforça a percepção de economia estagnada e apoia as apostas em novo corte da Selic, em maio. Se isso se confirmar, vai diminuir o diferencial de juro interno e externo e, por tabela, a atratividade do País aos investidores estrangeiros.

Às 9h51, o dólar à vista subia 0,03%, a R$ 5,0833. O dólar abril caía 0,33%, a R$ 5,0850, em meio a ajustes ante o fechamento mais alto que o do à vista ontem.

***

O CORREIO entende a preocupação diante da pandemia do novo coronavírus e que a necessidade de informação profissional nesse momento é vital para ajudar a população. Por isso, desde o dia 16 de março, decidimos abrir o conteúdo das reportagens relacionadas à pandemia também para não assinantes. O CORREIO está fazendo um serviço de excelência para te manter a par de todos os últimos acontecimentos com notícias bem apuradas da Bahia, Brasil e Mundo. Colabore para que isso continue sendo feito da melhor forma possível. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/como-fazer-um-ovo-de-pascoa-em-casa-o-correio-te-conta/
Especialistas ensinam como fazer o melhor ovo de páscoa de dentro da sua cozinha
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/coronavirus-veja-quais-as-areas-do-carro-que-precisam-de-maior-cuidado/
Jornalista automotivo fala sobre limpeza e como manter o veículo guardado durante a quarentena
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/surto-de-lives-na-quarentena-transmissoes-ao-vivo-se-tornaram-comuns-e-ate-memes/
Confira também uma lista de perfis para acompanhar os 'ao vivo'
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/autor-de-video-compartilhado-por-bolsonaro-pode-pegar-6-meses-de-prisao/
Gravação trazia informações falsas sobre desabastecimento de alimentos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/abner-pinheiro-publica-foto-com-bebe-nunca-vou-desistir-de-voce/
Briga após influencer baiano descobrir que não é o pai de sangue de bebê foi o assunto mais comentado nas redes sociais
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/apos-polemica-com-teste-de-dna-e-traicoes-sthe-vai-processar-abner/
Briga após influencer baiano descobrir que não é o pai de sangue de bebê foi o assunto mais comentado nas redes sociais
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/em-live-com-miley-cyrus-anitta-e-chamada-de-icone-pop-brasileiro/
Cantoras conversaram via Instagram e dançaram Rave de Favela
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/ajustes-deixaram-a-ranger-mais-competitiva/
Em vídeo, Antônio Meira Jr., explica o que mudou na picape da Ford
Ler Mais