Drive Thru Musical arrecada alimentos para músicos durante a pandemia

coronavírus
04.07.2020, 12:00:00
Atualizado: 05.07.2020, 13:10:46
Colaboradores recebem doações em posto de coleta no novo centro de convenções (Foto: Gabriel Rodrigues/CORREIO)

Drive Thru Musical arrecada alimentos para músicos durante a pandemia

Campanha é ação da Rede Bahia em parceria com a prefeitura de Salvador

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

As ruas internas do novo Centro de Convenções ganharam um clima de solidariedade na manhã deste sábado (4). O espaço abrigou mais uma edição da campanha ‘Uma Rede Por Todos’, idealizada e executada pela Rede Bahia, em parceria com a Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza, da Prefeitura de Salvador.

Desde vez, a arrecadação de alimentos e produtos de limpeza e higiene pessoal levou o nome de Drive thru Musical e foi direcionada para um público específico: os artistas.  Secretário de articulação comunitária e prefeituras bairros de Salvador, Luiz Galvão falou sobre a importância da ação e explicou que a classe artística tem sofrido muito desde o início da pandemia do novo coronavírus.

"Foi uma ação da Rede Bahia, que pediu a parceria da prefeitura, através da secretaria de Articulação Comunitária e Prefeituras Bairros, e montamos toda a logística. É uma ação para o segmento de músicos e artistas da nossa cidade, um segmento que foi bastante impactado, um dos primeiros a parar e, por conta da pandemia, deve ser um dos últimos a retornar às suas atividades. Acredito que é uma ação que vai surtir bastante efeito para essa categoria", disse Luiz Galvão.

Além da Rede Bahia e da prefeitura, a campanha conta com o apoio do movimento encabeçado pelos músicos Fagner Sobral e Galego Valetim. São eles os responsáveis por mapear os artistas que precisam da ajuda. A entrega das doações será feita após a catalogação e separação dos alimentos.

"É um movimento dos músicos, Galego e eu fizemos esse movimento, criamos uma lista online e depois conversamos com cada um desses artistas. A maioria a gente conhece e sabemos que estão passando por dificuldade mesmo porque já são três meses sem tocar e essa é a única renda que nós temos. Por isso, criamos esse movimento para ajudar toda a classe", explicou Fagner Sobral.

"Nós fomos muito afetados porque fomos os primeiros a parar e provavelmente seremos os últimos a voltar. Tivemos agora uma grande perda que foi o São João, todos parados... Então, decidimos fazer essa ação para ajudar músicos, iluminadores, roadies... Graça a Deus, a Rede Bahia abraçou essa causa e estamos firmes", reforçou Galego. 

"Já temos uma lista de todos os músicos que receberam ajuda da prefeitura e eles também vão receber essas cestas. Vamos contabilizar os alimentos arrecadados e fazer uma triagem na lista para não haver duplicidade e para que todos possam ser beneficiados", completou.

De acordo com o secretário Luiz Galvão, a expectativa é de que ação deste sábado possa repetir campanhas anteriores e que cerca de 10 toneladas de alimentos sejam arrecadas. 

(foto de Litzia Costa)
(foto de Litzia Costa)
(foto de Litzia Costa)
(foto de Litzia Costa)

Solidariedade e segurança
Diante da pandemia do novo coronavírus, a segurança com a saúde é imprescindível. Por isso, a campanha 'Uma Rede Por Todos' acontece no esquema 'drive thru'. Ao chegar ao posto de coleta, basta apenas entregar os alimentos ou produtos de limpeza e higiene para um dos colaboradores presentes no local, sem a necessidade de sair do carro.

O designer Alex Carvalho, de 44 anos, aproveitou a manhã deste sábado para deixar a sua colaboração. Segundo ele, esse é o momento que todos precisam se ajudar.

"Em uma situação dessa que estamos passando, que é única, muitas pessoas precisando, muita gente sem emprego, se cada um fizer a sua parte já ajuda muito. Saber que tem tantas pessoas desamparadas, precisando de uma ajuda, de emprego, me motiva a vir aqui ajudar. Acho que é a hora de todo mundo se abraçar", disse ele.

A aposentada Conceição Brito, de 74 anos, reforçou o coro pela solidariedade. "Deus é tão bom conosco que temos que dar um pouquinho de nós também para ajudar as pessoas menos favorecidas. Acho muito válido e precisamos de mais momentos como esse", afirmou.

Já o professor Anildo Teixeira, de 61 anos, chegou ao posto de coleta de bicicleta. Ele pedalou 15km entre o bairro do São Rafael e o novo centro de convenções para deixar a sua ajuda.

"A gente aproveita esse momento para tentar retribuir um pouco todo esse trabalho. Principalmente essa ação, que é voltada para os músicos, que não estão podendo trabalhar nesse período de pandemia. É o momento de retribuir todo o carinho que eles nos passam. É uma forma de mostrar toda a gratidão", explicou.

O que você pode doar no Drive Thru Solidário:
Alimentos (arroz, feijão, farinha de mandioca, leite em pó, açúcar, óleo, café, biscoito, proteína de soja, sardinha enlatada e flocos de milho), material de limpeza (água sanitária, sabão em pó e detergente) e produtos de higiene pessoal (sabonete, shampoo, creme dental e aparelho de barbear).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas