Educação no Brasil precisa passar por uma revolução, diz empreendedor

agenda bahia
09.11.2016, 16:42:00
Atualizado: 03.11.2017, 22:55:14

Educação no Brasil precisa passar por uma revolução, diz empreendedor

Palestrante no Fórum Agenda Bahia lembrou que faltam políticas públicas para os jovens que deixam a escola

Dizer que a educação é a única – ou a melhor – saída para os problemas da humanidade já virou lugar-comum. Não está errado; pelo contrário. Mas como será mesmo a escola que é capaz de transformar a sociedade e até de tornar o país mais competitivo?

Certamente, não é a escola que conhecemos hoje. Pelo menos é o que defende o empreendedor social Marcel Fukayama, cofundador do Sistema B Brasil e da Din4mo, uma empresa que busca fortalecer empreendedores sociais. “Uma educação que tem um ambiente do século XIX, um professor do século XX e um jovem do século XXI não vai funcionar. A escola não tem mais relevância para o jovem hoje.

Marcel Fukayama começou a empreender aos 17 anos (Foto: Evandro Veiga / CORREIO)

"Precisamos revolucionar a educação”, afirmou Fukayama durante sua palestra no Fórum Agenda Bahia. Para Fukayama, não existem sequer políticas públicas que consigam atingir os jovens que deixam a escola – hoje, cerca de 1,5 milhão de jovens estão fora do ensino médio. “O professor é o principal agente de transformação na educação e hoje ele não se sente valorizado, não tem instrumentos, se sente perdido e se sente excluído da própria discussão entre os jovens”, pontuou.

O problema é que, segundo ele, o Brasil tem ido na contramão do resto do mundo. Um dos caminhos, para ele, é promover uma discussão complexa e profunda sobre a educação básica no país. E isso vai muito além da polêmica reforma do ensino médio, proposta pelo governo federal em setembro, através da Medida Provisória 746/2016.

Só que, ao mesmo tempo, a discussão também precisa observar as individualidades dos jovens. Segundo Fukayama, um terço dos jovens com idades entre 15 e 29 anos que vivem na Grande São Paulo (a Região Metropolitana Paulista) está desempregado. Fukayama, aos 17 anos, começou a empreender quando, no início da década de 2000, fundou uma das primeiras lan houses de São Paulo.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/ana-canas-faz-show-intimista-e-expressivo-na-caixa-cultural/
Cantora paulista apresenta repertório exclusivo com músicas do novo disco Todxs, de hoje a domingo
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/com-visual-deslumbrante-aquaman-e-um-otimo-filme-de-fantasia/
Aquaman não tem medo de abraçar totalmente o espírito das HQs e tem imagem aérea de 1 segundo da região do Farol da Barra, em Salvador
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/homem-segura-menino-de-6-anos-para-filho-bater-veja-video/
Pai pensou que a criança baiana tivesse batido no filho dele, quando na verdade ele tropeçou na bola e caiu de cara no chão
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/neymar-afirma-que-ainda-nao-esqueceu-derrota-do-brasil-na-copa/
Craque diz que ganhar a Copa do Mundo é o maior sonho que ainda não realizou
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/governo-consegue-aprovar-mudancas-no-planserv-e-previdencias-siga/
Reforma administrativa foi aprovada no início da tarde desta quarta-feira (12)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/hbo-latin-america-anuncia-parceria-com-mauricio-de-sousa-producoes/
A novidade terá foco na origem do herói espacial criado por Mauricio de Sousa em 1963
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/apos-invasao-de-plenario-alba-amanhece-cercada-de-viaturas-da-rondesp/
Servidores dormiram no prédio para evitar votações de madrugada
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/lider-de-invasao-a-posto-na-santa-cruz-comanda-bocas-de-fumo-desde-os-13-anos/
Caíque Cerqueira, hoje com 19, também é suspeito de homicídios
Ler Mais