'Ele é inocente', diz advogado de acusado de torturar namorada em Camaçari

bahia
22.03.2019, 13:06:00
Atualizado: 22.03.2019, 15:16:21

'Ele é inocente', diz advogado de acusado de torturar namorada em Camaçari

Veja onde denunciar violência doméstica

(Foto: Evandro Veiga/CORREIO)

O tatuador Marcos Alexandre da Silva, 35 anos, acusado de espancar, torturar e manter em cárcere privado a namorada, a estudante Deisiane Souza Cerqueira, 18, em Camaçari, alega inocência. “Ele é inocente. As alegações serão comprovadas no processo”, declarou ao CORREIO na manhã desta sexta-feira (22) Lismar Monteiro, um dos advogados do acusado.

Deisiane acusa Marcos de ser o responsável por desfigurar seu rosto e ter deixado cicatrizes espalhadas no pescoço, costas e pernas, fruto de sessões diárias de murros, facadas, queimaduras de cigarro, mordidas e outras agressões físicas, que começaram logo após os dois primeiros meses da relação. Ela também disse que sofreu tortura psicológica: durante os seis meses em que foi mantida em cárcere privado, foi ameaçada de morte diariamente. A estudante foi resgatada no último dia 19 pelo pai, o taxista Robson Cerqueira Santos, 43, 

O caso foi registrado na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Camaçari e está sob os cuidados da delegada Florisbela Rodrigues. Marcos até agora não foi encontrado pelos policiais da Deam. A pedido da delegada, o juiz Ricardo José Vieira Santana concedeu medida protetiva a Deisiane, estabelecendo que Marcos deve ficar a 300 metros a vítima e dos familiares dela.

Questionado sobre os detalhes da versão de Marcos em relação as agressões à namorada, Lismar disse que teve uma conversa rápida com o tatuador.  “Falamos pouca coisa com ele por telefone, por isso não temos o que acrescentar. Mais detalhes para a imprensa agora só com a conclusão do inquérito, que por sua vez aguarda o resultado das perícias”, disse. 

Lismar disse que Marcos será apresentado à polícia em breve. “Aparentemente abalado, porque a situação é complicada. Cada um dará sua versão aos fatos. Ele está em situação de risco devido ao clamor social, porque esse tipo de situação as pessoas se sensibilizam. Exposição do réu nesse momento é um risco a uma possível agressão”, declarou o advogado de Marcos. 

O CORREIO repercutiu a declaração do advogado de Marcos com a delegada Florisbela Rodrigues, titular da Deam de Camaçari. “Estamos o apurando o que foi realmente denunciado. Ela estava realmente em cárcere. Nenhum estranho havia entrado lá. Familiares perguntavam e ele dizia que ela estava em Salvador. Esta é uma fase de interrogatórios”, declarou a delegada. 

Também procurado pelo CORREIO, o pai de Deisiane, Robson comentou a declaração do acusado. “Ele é culpado. Foi ele. Deixei minha filha morando com ele e a encontrei a amarrada. Testemunhas disseram que ninguém entrava na casa e como é que foi outra pessoa? Os fatos estão aí. Tem laudo dos peritos”, bradou o pai.  

Denúncia
Na Bahia, nos últimos dois anos, apenas 37,3% dos casos de violência doméstica geraram medida protetiva para a vítima.

“O perito que fez o exame de corpo delito chorava toda vez que olhava para ela. Um policial da Deam também chorou. Se eles, que não são parentes, ficaram deste jeito, imagina eu? Não tenho mais lágrimas, mas o meu coração de pai está arruinado, pois me culpo por tudo isso, por não ter estado mais presente na vida de minha filha”, declarou o pai, com a voz embargada.

Veja onde buscar ajuda em casos de violência doméstica:
Cedap (Centro Estadual Especializado em Diagnóstico, Assistência e Pesquisa) – Atendimento médico, odontológico, farmacêutico e psicossocial a pessoas vivendo com HIV/AIDS. Endereço: Rua Comendador José Alves Ferreira, nº240 – Fazenda Garcia. Telefone: 3116-8888. 

Cedeca (Centro de Defesa da Criança e do Adolescente Yves de Roussan) – Oferece atendimento jurídico e psicossocial a crianças e adolescentes vítimas de violência. Endereço: Rua Gregório de Matos, nº 51, 2º andar – Pelourinho. Telefone: 3321-1543/5196. 

Cras (Centro de Referência de Assistência Social) – Atende famílias em situação de vulnerabilidade social. Telefone: 3115-9917 (Coordenação estadual) e 3202-2300 (Coordenação municipal) 

Creas (Centro de Referência Especializada de Assistência Social) – Atende pessoas em situação de violência ou de violação de direitos. Telefone: 3115-1568 (Coordenação Estadual) e 3176-4754 (Coordenação Municipal) 

Creasi (Centro de Referência Estadual de Atenção à Saúde do Idoso) – Oferece atendimento psicoterapêutico e de reabilitação a idosos. Endereço: Avenida ACM, s/n, Centro de Atenção à Saúde (Cas), Edifício Professor Doutor José Maria de Magalhães Neto – Iguatemi. Telefone: 3270-5730/5750. 

CRLV (Centro de Referência Loreta Valadares) – Promove atenção à mulher em situação de violenta, com atendimento jurídico, psicológico e social. Endereço: Praça Almirante Coelho Neto, nº1 – Barris, em frente a Delegacia do Idoso. Telefone: 3235-4268. 

Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) – Em Salvador, são duas: uma em Brotas, outra em Periperi. São delegacias que recebem denúncias de violência contra a mulher, a partir da Lei Marinha da Penha. 

Deam Brotas – Rua Padre José Filgueiras, s/n – Engenho Velho de Brotas. Telefone: 3116-7000. 

Deam Periperi – Rua Doutor José de Almeida, Praça do Sol, s/n – Periperi. Telefone: 3117-8217. 

Deati (Delegacia Especializada no Atendimento ao Idoso) – Responsável por apurar denúncias de violência contra pessoas idosas. Endereço: Rua do Salete, nº 19 – Barris. Telefone: 3117-6080. 

Derca (Delegacia de Repressão a Crimes Contra a Criança e o Adolescente)- Endereço: Rua Agripino Dórea, nº26 – Pitangueiras de Brotas. Telefone: 3116-2153. 

Delegacias Territoriais – São as delegacias de cada Área Integrada de Segurança Pública. Segundo a Polícia Civil, os estupros que não são cometidos em contextos domésticos devem ser registrados nessas unidades. Em Salvador, existem 16 (http://www.policiacivil.ba.gov.br/capital.html). 

Disque Denúncia – Serviços de denúncia que funcionam 24 horas por dia. No caso de crianças e adolescentes, o Departamento de Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos oferece o Disque 100. Já as mulheres são atendidas pelo Disque 180, da Secretaria de Políticas Para Mulheres da Presidência da República. Fundação Cidade Mãe – Órgão municipal, presta assistência a crianças em situação de risco. Endereço: Rua Prof. Aloísio de Carvalho – Engenho Velho de Brotas. 

Gedem (Grupo de Atuação Especial em Defesa da Mulher do Ministério Público do Estado da Bahia) – Atua na proteção e na defesa dos direitos das mulheres em situação de violência doméstica, familiar e de gênero. Endereço: Avenida Joana Angélica, nº 1312, sala 309 – Nazaré. Telefone: 3103-6407/6406/6424. 

Iperba (Instituto de Perinatologia da Bahia) – Maternidade localizada em Salvador que é referência no serviço de aborto legal no estado. Endereço: Rua Teixeira Barros, nº 72 – Brotas. Telefone: 3116-5215/5216. 

Nudem (Núcleo Especializado na Defesa das Mulheres em Situação de Violência Doméstica e Familiar da Defensoria Pública do Estado) – Atendimento especializado para orientação jurídica, interposição e acompanhamento de medidas de proteção à mulher. Endereço: Rua Pedro Lessa, nº123 – Canela. Telefone: 3117-6935. 

Secretaria Estadual de Políticas Para Mulheres - Endereço: Alameda dos Eucaliptos, nº 137 – Caminho das Árvores. Telefone: 3117-2815/2816. 

SPM (Superintendência Especial de Políticas para as Mulheres de Salvador) – Endereço: Avenida Sete de Setembro, Edifício Adolpho Basbaum, nº 202, 4º andar, Ladeira de São Bento. Telefone: 2108-7300. 

Serviço Viver – Serviço de atenção a pessoas em situação de violência sexual. Oferece atendimento social, médico, psicológico e acompanhamento jurídico às vítimas de violência sexual e às famílias. Endereço: Avenida Centenário, s/n, térreo do prédio do Instituto Médico Legal (IML) Telefone: 3117-6700. 

1ª Vara de Violência Doméstica e Familiar – Unidade judiciária especializada no julgamento dos processos envolvendo situações de violência doméstica e familiar contra a mulher, de acordo com a Lei Maria da Penha. Endereço: Rua Conselheiro Spínola, nº 77 – Barris. Telefone: 3328-1195/3329-5038.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/lula-diz-que-e-um-homem-melhor-do-que-quando-entrou-na-cadeia/
Segundo a organização, 200 mil pessoas compareceram a ato em Recife
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/conheca-a-turma-de-criancas-em-salvador-que-aprendeu-a-nao-sentir-mais-medo/
Projeto em escola discute medo, coragem e grandes dramas da vida para crianças de até 12 anos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/com-elenco-novo-the-crown-volta-para-mais-uma-boa-temporada/
Rainha Elisabeth, até então vivida por Claire Foy, agora é interpretada por Olivia Colman
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/manchas-de-oleo-voltam-a-aparecer-em-morro-de-sao-paulo/
Marinha retirou a substância no final da manhã
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pedi-que-nao-atirassem-diz-pai-de-garoto-autista-morto-em-perseguicao-da-prf-em-piraja/
Garoto era autista e estava a caminho da escola; família acusa Polícia Rodoviária Federal
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/vitimas-de-acidente-de-aviao-na-bahia-tem-traumas-e-queimaduras-crianca-esta-entre-feridos/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/tenho-visto-coisas-incriveis-diz-rincon-sapiencia-sobre-artistas-baianos/
Prestes a lançar disco, rapper paulista comemora parcerias com Attooxxa e Duquesa
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/adolescente-tambem-morreu-em-acao-que-teve-motorista-de-app-executado-em-piraja/
Vídeo mostra homem assassinando condutor antes de ser morto por agentes da PRF
Ler Mais