Em alerta, Bahia recebe um 'QG' de atuação contra o sarampo

bahia
09.08.2019, 05:00:00
(Arquivo CORREIO)

Em alerta, Bahia recebe um 'QG' de atuação contra o sarampo

Salvador terá Dia D de vacinação contra a doença neste sábado (10)

Em alerta contra o sarampo, a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) anunciou nesta quinta-feira (8) a criação de uma Sala de Situação para discutir as ações de atenção à saúde, prevenção e controle da doença no estado. A primeira reunião do novo 'QG' ocorrerá às 9h da próxima terça-feira (13), na Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Divep), com a presença de profissionais da área de saúde do Estado e dos municípios ligados à área de epidemiologias.

Ao CORREIO, a coordenadora de Imunizações e Vigilância Epidemiológica das Doenças Imunopreveníveis da Divep, Akemi Erdes, informou que as reuniões serão semanais ou quinzenais, a depender da disponibilidade dos agentes envolvidos. "Nessas reuniões vamos, sobretudo, orientar sobre as ações que precisam ser feitas, com base nas recomendações técnicas. Vamos reunir profissionais de postos de saúde, hospitais, agentes de epidemiologias, técnicos, enfermeiros, médicos, dentre outros”, disse.

Mas para que o problema do sarampo não avance, ela diz que “é necessário que os pais ou responsáveis das crianças procurem os postos de saúde para que seja feita a vacinação”.

“Temos notado uma redução da cobertura da vacina em todo o Brasil e isso é muito preocupante. Fazemos a nossa parte, entregando as doses de vacinas que são enviadas, mas precisamos contar com as pessoas para levar as crianças aos postos”, comentou.

Akemi Erdes frisa ainda que “a vacinação não é indiscriminada, é seletiva e leva em conta o histórico vacinal de cada pessoa”. Essa não é a primeira Sala de Situação da Bahia. De acordo com a Sesab, já existiam QGs do mesmo tipo, mas para debate de outras doenças no estado, como por exemplo a Zika e o vírus Influenza. Ambas foram montadas com o mesmo fim, de alinhar melhor as ações de controle e prevenção no estado.

Dia D
A imunização contra o sarampo pode ser feita durante todo o ano e é de responsabilidade das gestões municipais promovê-la nos postos. Em Salvador, haverá um Dia D de vacinação neste sábado (10), em 82 postos de saúde, que funcionarão das 8h às 17h.

A população com idade entre 12 meses e 49 anos que ainda não se protegeu deverá comparecer a uma dessas unidades com o cartão de vacina e documento de identificação para atualização. Quem não lembra se foi devidamente imunizado na infância pode tomar a dose, mesmo que repetida, sem que haja risco para a saúde. 

O sarampo, segundo a Sesab, é uma doença viral aguda, considerada uma das mais contagiosas, com potencial para ser extremamente grave, afetando principalmente crianças menores de 5 anos, especialmente as mal nutridas, e bebês não vacinados. No entanto, pode acometer também pessoas não imunizadas de qualquer idade.

Os principais sintomas são tosse, em geral seca e irritativa; febre alta; coriza, sensibilidade à luz; manchas vermelhas na pele e dor no corpo. O sarampo também pode causar infecções respiratórias, inflamação nos ouvidos, encefalite com dano cerebral, surdez e lesões severas de pele. Em gestantes, pode provocar aborto ou parto prematuro. A transmissão acontece por secreções como gotículas eliminadas pelo espirro, tosse e fala.

Casos na Bahia
Até esta quinta-feira (8), de acordo com a Sesab, foram registrados 169 casos de sarampo na Bahia. Destas amostras, 96 já descartaram a doença e apenas uma confirmou. A infectada foi uma soteropolitana de 12 anos que estava na Espanha a passeio e já chegou à capital baiana doente.

Outros dois casos foram confirmados em pacientes que estavam na Bahia - um em Salvador e outro em Porto Seguro. No entanto, a pasta não classifica como casos baianos porque os infectados eram de turistas de São Paulo e que chegaram à Bahia já doentes. Logo, a doença não foi contraída no estado.

Os dois casos vão entrar na contabilidade do estado de São Paulo sobre a doença e, à Bahia, coube apenas a constatação da mesma e as medidas de prevenção, como o bloqueio vacinal, para que a doença não se espalhe.

Os profissionais de saúde recomendam que seja feita a imediata notificação de todo caso suspeito de sarampo, independentemente da idade e da situação vacinal do paciente, além do bloqueio imediato após exposição, contemplando os contatos diretos e indiretos suscetíveis na faixa etária de 6 a 49 anos.

Pessoas acima de 50 anos que não comprovarem ter tomado nenhuma dose da vacina com o componente do sarampo devem receber uma dose da tríplice viral. Outra recomendação é a busca ativa de casos suspeitos e a capacitação das equipes municipais.

Crianças em risco
Com relação às crianças de até um ano, a Sesab informou que a cobertura vacinal atualmente está em 72,8% – a meta anual do Ministério da Saúde é chegar a 95%. No ano passado foram 79% de imunizados.

A secretaria preferiu não citar números absolutos sobre o quantitativo do público infantil que precisa ser vacinado contra o sarampo no estado. No entanto, até o dia 2 de agosto, a Bahia registrou pelo menos 165 mil crianças nesta situação.

O foco maior da campanha de imunização são as crianças de até um ano, que além da tríplice viral recebem doses de outras vacinas. Apesar do público-alvo, quem tem até 15 meses de vida também é prioridade na distribuição das doses.

Segundo o Ministério da Saúde, este ano a Bahia recebeu 781.640 doses da vacina - a Sesab afirma que todos os municípios do estado foram contemplados. Já no Brasil foram distribuídas 12,1 milhões de doses – no ano passado, a cobertura nacional da vacina foi de 90,8%.

Entre os profissionais de vigilância epidemiológica da Sesab há um clima de preocupação e alerta por conta da doença no cenário nacional e dos três pacientes registrados que chegaram à Bahia com a doença. Isso porque eles fazem com que exista um aumento do risco de transmissão dentro do estado.

“Estamos em alerta para o risco de ocorrência de novos casos associados à importação do sarampo, o que torna essencial a manutenção de uma vigilância ativa para detecção oportuna de casos suspeitos e adoção de respostas rápidas para prevenção de surtos”, disse a diretora de Vigilância Epidemiológica da Sesab, Jeane Magnavita.

Quem deve se vacinar?

- 12 meses a 4 anos: uma dose da tríplice viral e uma dose da tetra viral (com intervalo de 30 dias);

- 5 a 29 anos: duas doses da tríplice viral (com intervalo de 30 dias);

-30 a 49 anos: uma dose do tríplice viral;

- Profissionais de saúde de qualquer idade portando documento comprobatório (crachá, contracheque, carteira de trabalho): duas doses da tríplice viral, respeitando o intervalo de 30 dias após a primeira.

Relembre os casos importados de sarampo na Bahia
O primeiro caso do ano foi de um turista de São Paulo, que chegou a Porto Seguro no dia 29 de junho e apresentou febre e tosse, evoluindo com exantema - erupção geralmente avermelhada que aparece na pele. A suspeita de sarampo foi notificada pelo município de Porto Seguro. Trata-se de jovem do sexo masculino, 19 anos, não vacinado, que atuava como monitor numa excursão de estudantes ao município.

O segundo caso foi o de um homem de 28 anos, vacinado, que é natural de Salvador, mas reside em São Paulo. Apresentou febre acompanhada de dor de garganta, tosse, coriza, conjuntivite, dor retro-ocular e presença de gânglios retroauriculares. O paciente chegou à capital baiana   no dia 6 de julho, proveniente de São Paulo, iniciando o exantema três dias depois, sendo notificado pelo município de Salvador no mesmo dia.

O terceiro caso foi de uma menor de 12 anos de idade, residente em Salvador, vacinada, que viajou com a família para a Espanha no dia 21 de junho e começou a apresentar os sintomas no dia 1º de julho. Ela teve febre alta, acompanhada de dor de garganta e conjuntivite, apresentando exantema apenas quando voltou a Salvador, no dia 4 do mesmo mês.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pastora-e-cantora-gospel-agride-sogra-de-73-anos-na-frente-de-criancas-video/
Lucimara Pires se justificou dizendo que idosa bateu nela primeiro
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/diggo-de-deus-conheca-o-cantor-que-abandonou-o-futebol-para-viver-de-musica/
Artista é vocalista da Clap Bum, banda que encarta CD no CORREIO desta terça-feira (21)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/nao-conheco-o-homem-com-quem-dormia-diz-influencer-agredida-pelo-namorado/
Anne Sampaio usou a conta do Instagram para denunciar o agressor
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/digital-influencer-usa-instagram-para-denunciar-namorado-por-agressoes/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/mesmo-com-prova-mantida-candidatos-temem-cancelamento-de-concurso-da-pm/
Professores propõem que os concurseiros não se deixem abater e continuem focados nas provas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/poliana-ex-esposa-de-victor-chaves-vive-reclusa-apos-separacao/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/atores-da-televisa-morrem-ao-cair-de-ponte-durante-ensaio-para-serie/
Vítimas faziam parte de elenco da série ‘Sin Miedo a la Verdad’
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/blecaute-em-morro-de-sao-paulo-deixa-turista-sem-banho-e-gera-prejuizo-no-comercio/
Balneário ficou 20 horas sem luz; concessionária cita 'defeito em equipamento'
Ler Mais