Em Salvador, 75% dos casais vão trocar mimos no Dia dos Namorados mesmo sem sair para comemorar

salvador
11.06.2021, 06:30:00
(Foto: Nara Gentil/CORREIO)

Em Salvador, 75% dos casais vão trocar mimos no Dia dos Namorados mesmo sem sair para comemorar

Apaixonados vão gastar entre R$ 51 e R$ 170; shoppings esperam boas vendas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Mesmo tendo de passar a data em casa pelo segundo ano consecutivo, a tradição de trocar presentes no Dia dos Namorados não vai deixar de acontecer entre o fotógrafo Sérgio Góes, 23, e a internacionalista Malu de Aguiar, 22. A amada, inclusive, já sabe o mimo que vai ganhar. "Sempre gosto de dar algo que tenha utilidade. Minha namorada adora ler e, por isso, resolvi dar para ela um Kindle, um leitor de livros", conta ele, que não costuma deixar a data passar em branco. Assim como o casal, 75% dos soteropolitanos vão presentear seus amores amanhã, diz pesquisa da Pollis Estratégia em parceria com o curso de Administração da Unijorge. 

O resultado da sondagem anima a Associação Brasileira de Shoppings Centers (Abrasce), que, na semana antecedente ao dia 12, estimou crescimento de 16% nas vendas em relação à semana anterior.  Um número que, segundo Edson Piaggio, presidente da Abrasce, é positivo. “A expectativa é boa, com certeza é um aumento positivo. Tanto é que os shoppings se prepararam com ornamentação vinculada ao Dia dos Namorados justamente porque entendem que é necessário atrair os clientes”, diz Piaggio. 

Sérgio já garantiu o presente de Malu

(Foto: Reprodução/Acervo Pessoal)

Ainda de acordo com a pesquisa da Pollis/Unijorge, mesmo com a pandemia, os shoppings são o meio pelo qual 38% dos soteropolitanos vão comprar os presentes para a data, que são normalmente perfumes ou roupas.

A estudante de fisioterapia Larissa Gomes, 29, garantiu em um desses centros de compras duas camisas para Pedro Silva, 24, que é repositor e também já está ciente do que vai receber de presente. Ela diz que a escolha por roupas se deve ao fato de gostar de ver o namorado usando o que ela presenteia.

"Eu não tive dificuldade porque eu vou pela linha do que ele está mais precisando. Foi fácil, só precisei rodar mesmo porque sou dessas que roda bastante até encontrar o que é mais bacana e mais em conta. Até porque, não tenho tanto dinheiro, mas nunca deixo passar em branco. Pesquisei até achar uma liquidação", conta. 

Larissa aproveitou preços no Shopping para comprar presentes de Pedro

(Foto: Reprodução/Acervo Pessoal)

Compras online atraem 34% dos soteropolitanos

Em segundo lugar como meio preferido de compras vem a Internet, que concentra 34% das compras de quem vive em Salvador para a data. A estudante Marcele Santos, 20, que vai passar seu primeiro dia dos namorados ao lado de Vanilson Santana, 22, coordenador de segurança, teve nas redes sociais a principal aliada para conseguir os presentes que queria. 

"Foi até tranquilo o processo pela Internet porque tem muita sugestão de presente. Como a gente sai muito junto, eu já tinha ideia do que ele queria e isso facilitou a busca. Agora, se não fosse a pandemia, os shoppings e as lojas seriam a primeira opção porque é mais fácil pesquisar e achar mais barato. Só não posso falar o que é porque é surpresa", brincou.

Marcele usou a Internet para comprar primeiro presente de dia dos namorados para Vanilson

(Foto: Reprodução/Acervo Pessoal)

Marina Fernandes, 23, também comprou o agrado do seu namorado, Maurício Passos, 23, pela internet. Ela, que estuda comunicação, resolveu incentivar a paixão do amado, estudante de engenharia, pela gastronomia baiana.

"Queria que fosse algo que tivesse significado. Por isso, vou dar um livro de receitas de Jorge Amado, que tem a culinária e a história de como ela se insere nos livros. Escolhi esse porque ‘Mau’ gosta muito de cozinhar e ele tem vontade de abrir um restaurante, que vai ser em parte com culinária baiana", conta ela. 

Romance caseiro para evitar covid

O que Maurício vai achar do presente só será descoberto neste sábado, quando o casal pretende fazer algo em casa mesmo, considerando o cenário atual. "A gente tinha falado em se ver, mas ainda não marcamos.  Vai ser em casa mesmo para não ter que sair pra restaurante por causa da pandemia. Provavelmente a gente vai jantar em casa e ver série ou filme", diz Marina.

E eles não são os únicos. De acordo com Leandro Menezes, presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes da Bahia, o movimento tende a ser inexpressivo já que os restaurantes precisam fechar até às 19h30 e só podem receber clientes às 18h. "A comemoração do Dia dos Namorados, normalmente, é importantíssima. Só que a expectativa não é das melhores por causa das muitas restrições. Dentro da operação, só receber até às 18h, é um fator limitador", explica. 

Sérgio e Malu, que formam o primeiro casal citado na matéria, já têm ciência da limitação de horário e também pretendem passar a data no conforto de casa. O fotógrafo, que não tem saído na pandemia, afirma que o casal nem pensa em atividade externa. "A ideia é fazer um jantar, assistir alguma coisa, passar um tempo juntos que é o que realmente importa, sem sair. Até porque não tô saindo para praticamente nada", garante.

Os únicos que fogem um pouco disso são Marcele e Vanilson, que não vão passar em casa, mas nem por isso estarão em área externa. "Como ele trabalha no dia, a gente combinou de pegar uma diária em um hotel daqui de Salvador para poder comemorar. Porque assim nós não ficamos tanto em casa e conseguimos ficar em um lugar que não temos contato com outras pessoas, ficamos mais tranquilos".

Achados do CORREIO

Os personagens ouvidos para esta matéria não tinham dúvida do que iriam comprar e até já adquiriram o que vão dar de presente para seus amores. Para ajudar os indecidos, o CORREIO fez uma listinha com dicas dos mimos mais procurados, em faixas de preço, shoppings e locais diferentes da cidade, confira a seguir: 

Kit com duas taças por R$ 18,90 na Ferreira Costa

(Foto: Divulgação)

Box cupido da Bolo da Luz (@bolodaluz) por R$ 149,00

(Foto: Divulgação)

Sandália de couro no Studio Z do Shopping Bela Vista por R$ 109

(Foto: Divulgação)

Carteira na Castro`s do Shopping Piedade por R$ 77,90

(Foto: Divulgação)

Free Colônia no Boticário do Salvador Shopping por R$67,90

(Foto: Divulgação)

Conjunto xadrez na Santa Vaidade do Shopping Paseo por R$ 169,90

(Foto: Divulgação)

Cactos da Florella Mini do Shopping Barra por R$ 15,90

(Foto: Divulgação)

Kit com vinhos da Adega Top Vinho do Salvador Norte Shopping por R$110

(Foto: Divulgação)

Kit de cervejas especiais da Parada Obrigatória do Shopping Itaigara por R$ 170

(Foto: Divulgação)

Necessaire da Nova Chic Bijuterias da Avenida Sete por R$ 49,90

(Foto: Divulgação)

Box personalizado da Marimonti a partir de R$ 149,90

(Foto: Divulgação)

*sob supervisão da chefe de reportagem Perla Ribeiro

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas