Empresário conta como tentar driblar crise durante a pandemia

empregos
23.02.2021, 19:49:01
Atualizado: 24.02.2021, 17:34:33
Rodrigo Bouzon começou a trabalhar com entretenimento com apenas 15 anos e não parou mais (Divulgação)

Empresário conta como tentar driblar crise durante a pandemia

Como acontece todas as quartas-feiras, a live terá início às 18 horas, na página do Jornal Correio, no Instagram. 

Com apenas 15 anos, Rodrigo Bouzon estudava pela manhã e trabalhava à tarde e nos finais de semana com ações promocionais e eventos. Aos 17 anos era promoter de balada, aos 21 tinha a própria empresa de eventos. A precocidade teve dois lados: o fez conhecer muita gente, especialmente empresários que o contratavam; e o fez precisar lidar com muitas ‘rasteiras’. “São processos naturais da vida, com as rasteiras você aprende e amadurece. Hoje, quem me deu rasteira quer trabalhar comigo”, diz. 

No meio da pandemia, junto com seus sócios, abriu Baía Sunset Bar, que consiste numa experiência de bar voltada para o pôr do sol. “A proposta é aproveitar não só a noite, mas como o dia e as belezas naturais de nossa cidade”, diz.

A iniciativa que era o resultado dos anos de experiência no meio não foi bem aceita inicialmente, especialmente nas redes sociais, quando o empreendimento passou por tentativas de cancelamento. “Algumas pessoas entenderam que íamos produzir eventos convencionais, com presença maciça, mas, na verdade, queríamos apenas abrir o bar, seguindo protocolos e, mesmo falando sobre tudo isso, as pessoas preferiram interpretar de outra forma”, conta.

As crises enfrentadas e superadas, as iniciativas empreendedoras numa fase onde os jovens devem se preocupar com os estudos, a luta por uma formação qualificada e a desistência da carreira no direito serão alguns dos aspectos da conversa que Bouzon terá com Flávia Paixão, na live Empregos e Soluções dessa semana. Como acontece todas as quartas-feiras, a live terá início às 18 horas, na página do Jornal Correio, no Instagram. 
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas