Empresário conta o segredo de unir paixões e gestão

empregos
17.02.2021, 21:46:11
Atualizado: 17.02.2021, 22:06:49
Gistavo Martins agora se prepara para alçar novos vôos com a MinduBier e conta como driblou a crise e o fechamento dos bares (Divulgação)

Empresário conta o segredo de unir paixões e gestão

Empresário baiano foi entrevistado de Flávia Paixão e contou como um hobby conquistou mercados nacionais e europeu

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Quando Gustavo Martins começou a produzir cervejas comercialmente em Salvador, em 2016, as artesanais não eram uma preferência do público e a possibilidade de degustar cervejas mais elaboradas era algo para muitos poucos. Sem concorrência, novo na área, ele cometeu alguns erros: faltou planejamento e um trabalho de gestão mais generalista e não apenas concentrado na produção.O tempo passou, ele buscou consultoria e aprendeu que para empreender é preciso trabalhar muito, conhecer muito e ficar atento às oportunidades do mercado. Passados 10 anos desde a produção de sua primeira cerveja, o empresário e cervejeiro comemora a conquista de mercados internacionais e a consolidação da cervejaria MinduBier na Bahia e no Brasil. 

As venturas e desventuras do arquiteto que se transformou em empresário foi o tema da live Empregos e Soluções, na página do jornal Correio, no Instagram. Durante o bate papo, Flávia Paixão e Gustavo Martins falaram muito sobre o empreendedorismo e os desafios de conciliar negócios e carreiras. Afinal, antes de se aventurar pelo universo do lúpulo e malte, Gustavo atuava num escritório de arquitetura. “Passei muito tempo tentando conciliar as duas atividades. Com o tempo, percebi que precisava me concentrar para ter foco”, contou.

Flávia Paixão e Gustavo Martins conversaram sobre os desafios de unir carreira e negócios em áreas distintas (Foto: Reprodução/Instagram)

Apesar de ter se afastado das atividades de arquitetura, os conhecimentos fundamentais o acompanharam na jornada empreendedora, especialmente no momento de apresentar o produto ao mercado. “Como funcionamos como uma cervejaria cigana, que terceiriza a produção em outra fábrica, não conseguíamos competir em pé de igualdade com outras cervejas que produzem artesanais em escala, então a saída foi oferecer um produto mais sofisticado e os rótulos da marca foram pensados e desenvolvidos pensando nisso”, relembrou. 

Flávia aproveitou a oportunidade para salientar a importância de profissionalizar a apresentação dos produtos e não pedir para que parentes e amigos assumam algo importante no processo de comercialização. “Para ser competitivo, é preciso ter estratégia e investir nela”, salientou a consultora. 

Paixões organizadas

Martins fez questão de dizer que os empreendedores não podem esquecer a importância de mesclar a paixão com a organização do negócio. Ele fez questão de ressaltar que, quando começou, achava que o trabalho estava limitado a garantir a qualidade do produto e esquecia que o negócio precisava de atenção no marketing, na distribuição, logística, no comercial e todas as outras áreas que envolvem um empreendimento. “O planejamento para um negócio é fundamental e muita gente ignora. Confesso que eu mesmo desconsiderei, mas aprendi que se existe uma chave, o planejamento é ela”, completou.

Foi o planejamento que possibilitou uma resposta rápida no ano passado, quando o fechamento de bares, restaurantes e afins fez com que o volume de vendas da cervejaria caísse 95%. “Bateu desespero, claro, mas, repensei o negócio e percebi que precisava me voltar ao consumidor final”, disse. Para o empresário, a estratégia do delivery, do e-commerce e da venda por meio de aplicativos de refeição, no entanto, não poderia servir de concorrência para os outros pontos de venda e distribuição. “O público final foi parte da estratégia de garantir a sobrevivência do negócio nos momentos mais difíceis. O desafio agora é continuar mantendo os dois centros com equilíbrio”, conta.

Enquanto vem abrindo o mercado nacional e conquistando admiradores com a Menduipa, uma cerveja artesanal que conquistou fãs no Brasil e no exterior, Gustavo faz planos de lançar novos rótulos, como a West Kush, que é uma cerveja tipo IPA com adição de óleos aromáticos, capazes de saborizar a cerveja. Os lançamentos serão realizados no Brasil e na Europa, através da parceria com as cervejarias Dádiva, em São Paulo, e a Het Bierloket, na Holanda. 

A live Empregos e Soluções traz todas as semanas convidados de áreas diversas que conversam com Flávia Paixão sobre os desafios e as dicas para começar o próprio negócio. A atividade é realizada sempre às quartas-feiras, às 18 horas, na página do Correio, no Instagram. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas