Empresário suspeito de estuprar menina de 11 anos é preso na Bahia

bahia
09.05.2019, 19:12:00
Atualizado: 09.05.2019, 20:25:29

Empresário suspeito de estuprar menina de 11 anos é preso na Bahia

Homem oferecia doces e dinheiro à garota em troca dos abusos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um empresário de 53 anos foi preso preventivamente em Amargosa, no Recôncavo da Bahia, nesta quinta-feira (9), por suspeita de estuprar, durante três anos, uma menina que atualmente tem 11 anos.

Segundo a polícia, a menina é sobrinha da esposa do empresário, que nega ter cometido o crime. O caso só foi denunciado porque familiares da menina começaram a notar compartamentos estranhos nela.

À polícia, a garota relatou que o empresário sempre dava doces e uma quantia em dinheiro para ela, em troca dos abusos sexuais, que consistiam em tocar as partes íntimas dela.

(Foto: Divulgação)

O último abuso ocorreu dia 15 de março, quando o empresário viajou sozinho com a sobrinha da esposa supostamente a trabalho. A família da garota até então não desconfiava de nada, até que ela começou a demonstrar um comportamento agressivo.

O crime foi considerado como estupro de vulnerável e o empresário está preso na Delegacia de Amargosa. À polícia, ele confirmou que sempre dava doces e dinheiro à criança, mas sem a intenção de abusá-la.

Segundo a polícia, a garota e a família estão recebendo apoio psicológico do Conselho Tutelar local e da assistência social da Prefeitura de Amargosa.     

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas