Empurrado pela torcida, Bahia vence o Grêmio e deixa a zona de rebaixamento

e.c. bahia
26.11.2021, 20:52:00
Atualizado: 26.11.2021, 21:30:23
Raí comemora o segundo gol do Bahia sobre o Grêmio (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Empurrado pela torcida, Bahia vence o Grêmio e deixa a zona de rebaixamento

Tricolor levou a melhor na Fonte Nova e deu um respiro no Brasileirão; veja os gols

O Bahia respira no Campeonato Brasileiro. No confronto direto com o Grêmio, o tricolor levou a melhor, venceu por 3x1 na noite desta sexta-feira (26), na Fonte Nova, e saiu da zona de rebaixamento.

O triunfo tricolor foi construído ainda no primeiro tempo com os gols de Matheus Bahia e Raí Nascimento. Na segunda etapa, Daniel fez o terceiro depois de Thiago Santos ter descontado para o Grêmio. O resultado deixa o time baiano com 40 pontos, na 16ª colocação. O Esquadrão ultrapassou o Juventude, que tem a mesma pontuação, mas perde no número de vitórias.

De quebra, o Bahia ainda afundou o Grêmio no Z4. O time gaúcho continua na 18ª colocação, com 36 pontos, e tem um jogo a mais do que os concorrentes. O próximo compromisso do Esquadrão na Série A será na segunda-feira (30), contra o Atlético-GO, fora de casa.    


Partiu pra cima 
Em busca do triunfo para sair da zona de rebaixamento, Guto Ferreira fez mudanças na equipe. Além do retorno de Gilberto e da entrada de Rossi na vaga do suspenso Capixaba, ele tirou Daniel da equipe e colocou Rodriguinho no meio-campo. Na defesa, Luiz Otávio, vetado, deu lugar para Gustavo Henrique. 

Empurrado pela torcida que compareceu em bom número, o Bahia começou o jogo com a proposta de sufocar o Grêmio. Explorando as jogadas laterais, o Esquadrão tentava criar boas chances. Não demorou muito e o time foi premiado. 

Aos 10 minutos, Gustavo Henrique iniciou a jogada na defesa, Rodriguinho acertou bom passe para Matheus Bahia, que invadiu a área e tocou na saída do goleiro Gabriel Grando para abrir o placar na Fonte Nova. 

O Grêmio ainda tentava assimilar o golpe quando o Bahia aproveitou a bobeira da defesa gaúcha para chegar ao segundo gol. Aos 17 minutos, Geromel recuou na fogueira, Raí Nascimento chegou primeiro na bola, passou pelo goleiro Gabriel Grando e só teve o trabalho de empurrar para as redes. 

O 2x0 fez a torcida do Bahia cantar ainda mais alto. Em campo, o Esquadrão ficou mais confortável para controlar a partida. O time desceu as linhas e passou a esperar o erro do Grêmio para encaixar o contra-ataque.  

Sentindo a pressão, o time gaúcho passou a abusar das faltas e o clima ficou quente. Aos 35 minutos, Vanderson cobrou o lateral no rosto de Raí e todo banco do Bahia foi para cima do jogador.

Emoção até o fim
O Bahia voltou do intervalo com o mesmo time e a mesma estratégia de esperar o Grêmio. O problema é que o tricolor não conseguia criar jogadas de velocidade e passou a ser pressionado. Borja recebeu na marca do pênalti, mas pegou mal e Danilo Fernandes defendeu. 

O tricolor não teve a mesma sorte aos 16 minutos, quando Danilo Fernandes afastou mal a bola que veio do escanteio e no rebote, Thiago Santos desviou e descontou para o Grêmio. 

Com o jogo aberto, o Bahia voltou a aparecer no campo de ataque. O terceiro do Esquadrão só não saiu na cabeçada de Gilberto porque o goleiro fez grande defesa. Já aos 26 minutos, Raí chegou a balançar as redes, mas o VAR entrou em ação e flagrou impedimento no início da jogada.

Guto Ferreira decidiu colocar sangue novo. Daniel e Rodallega foram para o jogo nos lugares de Rodriguinho e Gilberto, respectivamente. A mudança deu certo. 

Aos 39 minutos, Rodallega fez a jogada na entrada da área e tocou de três dedos para Daniel. O camisa 8 bateu forte, no cantinho de Gabriel Grando, fez o terceiro do Bahia, e garantiu o triunfo tricolor na Fonte Nova.

FICHA TÉCNICA

Bahia 3x1 Grêmio - 36ª rodada do Campeonato Brasileiro

Bahia: Danilo Fernandes, Nino, Conti, Gustavo Henrique e Matheus Bahia; Patrick (Edson), Mugni, Rodriguinho (Daniel), Raí Nascimento (Raniele) e Rossi (Ronaldo); Gilberto (Rodallega). Técnico: Guto Ferreira

Grêmio: Gabriel Grando, Vanderson (Rafinha), Geromel, Kannemann(Diego Souza) e Cortez; Thiago Santos, Victor Bobsin (Campaz) e Villasanti (Jean Pyerre); Alisson (Douglas Costa), Borja e Ferreira. Técnico: Vagner Mancini

Estádio: Fonte Nova
Gols: Matheus Bahia, aos 10 minutos do 1º tempo, Raí, aos 17 minutos, Thiago Santos, aos 16, do 2º tempo, e Daniel, aos 39
Cartão amarelo: Rodriguinho, Nino Paraíba (Bahia); Vanderson (Grêmio)
Público: 29.576
Renda: R$ 630,622,00
Arbitragem: Bruno Arleu de Araujo, auxiliado por Rodrigo Figueiredo Henrique Correa e Daniel do Espirito Santo Parro (trio do Rio de Janeiro). 
Árbitro de vídeo (VAR): Rodrigo Nunes de Sa (Rio de Janeiro)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas