Enderson não teme desfalques do Bahia: 'Não temos dependências'

e.c. bahia
11.10.2018, 17:00:43
Atualizado: 11.10.2018, 17:31:06
Enderson acredita em jogo difícil contra o lanterna (Felipe Oliveira/EC Bahia/Divulgação)

Enderson não teme desfalques do Bahia: 'Não temos dependências'

Tricolor tem quatro baixas para enfrentar o Paraná no sábado (13)

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O técnico Enderson Moreira tem bem mais de um problema para montar a equipe que enfrenta o Paraná nesse sábado (13), às 21h, em Pituaçu, pela 29ª rodada da Série A. São quatro baixas, todas na defesa.

O lateral direito Nino Paraíba cumprirá suspensão por terceiro cartão amarelo, e o zagueiro Jackson, pela expulsão contra o Grêmio, no último sábado (6). Além disso, os zagueiros Tiago e Everson estão machucados.

Nada disso, no entanto, preocupa o comandante tricolor. "Temos alternativas muito boas. O nosso elenco é muito homogêneo, não temos dependência de nenhum atleta. Todo mundo já ficou de fora em algum momento e fizemos bons jogos. Temos que enaltecer sempre quem vai jogar", disse.

Ele revelou suas ideias, praticamente confirmando o time: "Bruno deve jogar (na lateral direita) e (Douglas) Grolli volta de suspensão. Tem também Ignácio (zagueiro) que fez uma boa estreia contra o Grêmio e se a gente precisar vai estar preparado".

Além destes, o treinador ainda não sabe se contará com o atacante Gilberto, com um incômodo numa coxa. O Bahia treina na tarde desta quinta-feira (11) em Pituaçu com os portões fechados para a imprensa. Assim, não dá para cravar se o camisa 9 terá condição de jogo.

Apesar do adversário ser o lanterninha da Série A e ter perdido 13 dos seus 14 jogos fora de casa, Enderson acredita que a torcida terá que ir ao estádio preparada para um jogo complicado.

"Quero contar com eles, mas de maneira positiva, acreditando no que estamos fazendo. Embora tenhamos essa sequência sem bons resultado (são cinco rodadas sem triunfo na Série A), foram jogos difíceis. Palmeiras, Flamengo, Grêmio. Conseguimos passar por eles sem perder, o que não aconteceu com nossos concorrentes", lembrou.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas