‘Escapei por pouco’, diz motorista de ônibus envolvido em acidente na Estrada Velha

salvador
26.05.2021, 13:58:42
(Foto: Paula Fróes / CORREIO)

‘Escapei por pouco’, diz motorista de ônibus envolvido em acidente na Estrada Velha

Ao menos 17 pessoas ficaram feridas

O acidente envolvendo dois ônibus na Estrada Velha do Aeroporto, nesta quarta-feira (26), deixou 17 feridos. Dentre eles estava Cristiano Mendes, de 34 anos, que era o motorista do ‘Amarelinho’ envolvido na batida. Ele acredita que teve sorte por escapar apenas com um corte na perna.

“Eu dei muita sorte, escapei por pouco.Se o ônibus viesse de frente para mim, iria me pegar em cheio. E poderia ter sido pior, até mesmo a morte”, avalia Cristiano, que é motorista há 10 anos e não teve muito o que fazer para evitar o impacto.

O acidente aconteceu por volta das 7h na avenida Aliomar Baleeiro.

O motorista do ônibus da Concessionária Salvador Norte descia uma ladeira quando, após passar por um óleo que estava na pista, perdeu o controle e bateu de frente com o micro-ônibus que fazia a rota Valéria - Itapuã/Abaeté.

Chovia no local na hora, o que contribuiu para o acidente.

(Paula Fróes / CORREIO)
(Paula Fróes / CORREIO)
(Paula Fróes / CORREIO)
(Paula Fróes / CORREIO)
(Paula Fróes / CORREIO)

Vítimas
Ao total, 16 pessoas precisaram ser encaminhadas para o hospital. Não houve nenhum óbito. Duas vítimas tiveram fratura na mandíbula e precisaram ser levadas ao Hospital Geral do Estado (HGE).

Já as outras 14 pessoas tiveram ferimentos leves e foram encaminhadas para hospitais como o Jorge Valente, Tereza de Lisieux e o Hospital Municipal. O estado de saúde de todas é considerado estável, informa a secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Acidentes constantes
O local da batida é conhecido entre os moradores da região por ter muitos acidentes. Lá é uma ladeira íngreme que desemboca numa curva fechada. Muitas vezes, os motoristas desavisados descem em alta velocidade e, ao verem a curva, não conseguem frear a tempo.

Tanto que, em setembro do ano passado, a associação de moradores Vila Coração de Jesus entrou em contato com a prefeitura pedindo a instalação de dois redutores de velocidade no local, onde crianças costumam brincar.

“É uma tragédia anunciada. Já tiveram vários acidentes aqui. Outro dia um carro passou direto e caiu lá embaixo. Os motoristas que não conhecem a região descem com muita velocidade e são surpreendidos pela curva. E hoje, com o óleo na pista, até o motorista de ônibus que já conhece a região foi vítima”, conta a costureira Marinalva Conceição, 59, moradora da região.

Em nota, a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) informou que está em processo de implantação de cerca de 50 redutores de velocidade em toda extensão da Avenida Aliomar Baleeiro (Estrada Velha do Aeroporto). 

Desse total, 25 já foram finalizados, com a entrega da requalificação da via. A Transalvador e a Secretaria de Manutenção da Cidade (Seman) devem iniciar a construção dos restantes nas próximas duas semanas. 

O órgão informou ainda que “todas as solicitações de moradores e comerciantes da região são analisadas por equipes técnicas da superintendência municipal para verificação da viabilidade.”

Relação das vítimas do acidente

  • Sexo feminino:

23 anos HGE fratura de mandíbula 
60 anos HGE - fratura de mandíbula  
42 anos Jorge Valente - estável
29 anos Hospital Municipal - estável
43 anos Hospital Municipal – estável


  • Sexo masculino

45 anos Tereza de Lisieux - estável
39 anos Tereza de Lisieux - estável 
48 anos Tereza de Lisieux - estável
27 anos Hospital Municipal – estável
23 anos Hospital Municipal – estável
27 anos Hospital Municipal – estável
33 anos Hospital Municipal – estável
47 anos Hospital Municipal – estável
34 anos Hospital Municipal – estável
34 anos Hospital Municipal – estável
46 anos Hospital Municipal – estável

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas