Especial 470 anos: as razões que fazem de Salvador uma Feliz-Cidade

salvador
29.03.2019, 04:00:00
Atualizado: 29.03.2019, 18:29:31
(Foto: Marina Silva/CORREIO)

Especial 470 anos: as razões que fazem de Salvador uma Feliz-Cidade

CORREIO conta histórias que apresentam nosso maior cartão-postal: a alegria

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um ditado mais velho que a Kolynos sustenta que o sorriso é o cartão de visitas de uma pessoa. O clichê ninguém perdoa, mas dá pra relevar, ao menos hoje, aniversário de Salvador, que a felicidade é o principal cartão-postal dessa cidade?

Enquanto o Farol da Barra tenta lançar luz sobre a questão, lançamos mão de uma edição especial pra tentar provar a tese. Com o tesão que a missão demanda, fomos atrás de histórias que explicam as razões que os soteropolitanos encontram para ser felizes.

CLIQUE AQUI E CONFIRA ESPECIAL 'FELIZ-CIDADE' SOBRE OS 470 ANOS DE SALVADOR 

Pra começo de conversa, o cenário já ajuda. Que o diga a galera do Subúrbio, que vive debruçada sobre a Baía de Todos os Santos. Mostramos que uma bela vista cura até depressão!

Mas, baixo astral, aqui, não! Nesse dia de celebração também contamos por que a cidade é o paraíso dos fotógrafos. Essa luz - esse sol na moleira - será que também ilumina nossas ideias?

Pra alegria geral dessa cidade-nação, com o azul de Jezebel no céu, o sol e o mar de inspiração, mergulhamos em nossa alma criativa para tentar entender: por que somos tão inventivos, pra que tanta imaginação?

Não é a pergunta de 1 milhão de dólares, mas já dá pra responder que ao menos a economia criativa da cidade receberá R$ 300 milhões em investimentos, em breve. 

E se há outro ditado breve que garante que dinheiro não traz felicidade, por aqui, felicidade é que traz dinheiro!

Mostramos, primeiro, os turistas que vêm no rastro de nossa alegria, presente no sorriso da baiana, num abraço caloroso ou talvez sacana em qualquer folia de bairro ou na grande festa, o Carnaval, que é de praxe.

Na prática, mostramos que rir pode sim se traduzir em faz-me-rir, como uma página de humor bombada na internet ou uma estampa com motivos afros na camisa. Um sorriso negro traz felicidade! E por falar em Felicidade, há 17 moradoras de Salvador que têm essa alegria no nome.

Em nome da boa vontade - prazer em conhecer! -, apresentamos ainda quem doa seu tempo para fazer outras pessoas felizes. Assim estamos em ter você aqui, embarcando nessa viagem pelos 470 anos da Feliz-Cidade.

Confira as reportagens do especial em comemoração aos 470 anos de Salvador!

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas