Estética e funcionalidade: veja como escolher a melhor mesa para sua sala

economia
15.11.2018, 06:00:00

Estética e funcionalidade: veja como escolher a melhor mesa para sua sala

Arquitetos dão dicas do melhor formato do móvel para harmonizar com o tipo de espaço

A mesa de jantar é uma peça de mobília simbólica em qualquer domicílio. Basta cruzar as portas da entrada e olhar ao redor que em pouco tempo se nota a presenca dela. Mas a peça, além de decorativa, tem uma função a cumprir. O CORREIO foi buscar com  especialistas da decoração qual, então, é a melhor forma de utilizá-la  nos projetos de decoração. 

União e hospitalidade são palavras-chave que definem o papel da mesa de jantar, segundo o arquiteto Ed Vasco. Ele prega que não importa nada a beleza da peça se ela não for ‘funcional’. “A função da mesa de jantar é ser um item fundamental de integração das pessoas da casa, por isso, além da preferência do morador, é importante ter como referência de escolha o espaço no qual ela vai estar inserida”, explica. 

Ed cita que mesas retangulares funcionam melhor em salas retangulares. Caso o ambiente tenha um formato quadrado, pode ser mais interessante apostar nas opções ovais, redondas ou quadradas, apesar de não sugerir tanto a última opção. “No caso da mesa retangular, eu evito utilizar nos meus projetos em função daquele formato tradicional de cabeceira, que, de certa forma, hierarquiza as pessoas. Já a quadrada pode ser um pouco compacta e prejudicar na hora de acomodar e passar os pratos e travessas”, afirma. 

O arquiteto e decorador Alex Galetti, por sua vez, também costuma basear seus projetos no tipo de espaço para qual a mesa se destina, e garante que a funcionalidade é o seu principal foco. “Hoje em dia está se usando muito a sobreposição de mesas, ou seja, existe a mesa ‘base’, que pode ser de material mais pesado ( ou algo mais fixo). E sobreposta a ela temos uma mesa mais versátil,  um pouco mais alta, se encaixando com a mais baixa, que em alguma ocasião  pode se soltar da composição e servir de apoio para algum evento”, explica.

Cuidados

A análise da realidade familiar, na hora de definir a escolha da mesa de jantar, também é um aspecto de grande importância para Galetti. Ele explica que em imóveis onde vivem crianças e idosos, as mesas ovais ou redondas são bem-vindas pois as “quinas”, podem ocasionar acidentes. 

“O mesmo cuidado deve ser aplicado aos tampos em vidro, que atraem pela aparência, porém, são menos seguros em lares com crianças e idosos. Para não errar, uma boa estratégia é priorizar sempre peças com tons claros, ou as menos rebuscadas, que podem ser uma boa escolha para quem quer compor um ambiente  sem chamar muita atenção”, ressalta o arquiteto. 

Ed Vasco, por sua vez, diz que uma boa alternativa é manter o conceito da peça, mas solicitar que as ‘quinas’ sejam arrendondadas para evitar acidentes, desde que ainda assim seja assegurada a preferência do cliente.

Melhor formato depende do ambiente e da necessidade

Retangular O formato mais tradicional para mesas de jantar é ótimo para ambientes mais amplos, pois permite a circulação de pessoas sem maiores transtornos. É  muito procurado também por pessoas que preferem as tradicionais  cabeceiras.

Quadrada Ideal para ambientes mais compactos. Com uma base de quatro pés, porém,  pode ser mais difícil de acomodar pessoas. A mesa quadrada pode ser usada no centro, com uma lateral encostada na parede ou  formando um ângulo com as paredes.

Redonda As mesas redondas, em geral, possuem pé único e central, oferecendo mais espaço entre as pessoas e e facilitando que mais gente seja acomodada. Por também ajudar na circulação, pode se encaixar em qualquer lugar do ambiente.

Oval As mesas ovais têm  as mesmas vantagens das redondas, com a diferença no comprimento, o que permite acomodar ainda mais pessoas simultaneamente. Funcionam melhor em ambientes mais amplos, dependendo do número de lugares.

Balcão As mesas tipo balcão são uma tendência em meio à nova realidade das cozinhas gourmet. Quando integradas à bancada do espaço, possibilitam um apoio para comportar panelas e travessas que se misturam com os pratos em mesas mais compactas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas