Estudo revela que casos da variante delta têm carga viral 300 vezes maior

coronavírus
24.08.2021, 15:51:00
(Itamar Crispim/Fiocruz)

Estudo revela que casos da variante delta têm carga viral 300 vezes maior

A carga mais alta significa uma maior capacidade de transmissão do vírus

Um estudo conduzido pela Agência Coreana de Controle e Prevenção de Doenças (KDCA) revelou que pessoas infectadas pela variante delta do coronavírus têm carga viral 300 vezes mais alta que a dos portadores da cepa original, no momento em que os sintomas foram observados inicialmente.

Contudo, a carga regrediu gradualmente ao longo do tempo. Depois de quatro dias desde a detecção, a carga viral se tornou 30 vezes mais alta que a original, já no dia nove, ela ficou 10 vezes mais alta. Depois do décimo dia, seu nível passou a ser semelhante ao das demais variantes, apontou o estudo sul-coreano. 

Segundo Lee Sang-won, do Ministério da Saúde da Coreia do Sul, uma carga viral mais alta significa que o vírus se transmite com mais facilidade, o que aumenta o número de contágios e de hospitalizações, 

“Mas isso não significa que a variante delta é 300 vezes mais infecciosa... acreditamos que sua taxa de transmissão seja 1,6 vez mais alta que a da variante alfa, e cerca de duas vezes mais alta que a da versão original do vírus”, disse em entrevista coletiva.

O estudo utilizou 1.848 pacientes infectados com a variante delta em comparação a outras 22.106 pessoas contagiadas com outras variantes.

Na última segunda-feira (23), a Coreia do Sul informou 1.509 novos casos de coronavírus. O  total nacional é de 239.287 infecções, com 2.228 mortes. No país de 52 milhões de habitantes, 51,2% já receberam ao menos a primeira dose, e 23,9% tomaram as duas doses.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas