Eventos marcam Dia da Consciência Negra na Bahia; veja programação

salvador
20.11.2018, 05:00:00

Eventos marcam Dia da Consciência Negra na Bahia; veja programação

Palestras, debates, desfiles e shows destacam orgulho da população afro

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Em homenagem ao Dia da Consciência Negra, celebrado todo dia 20 de novembro, escolas, shoppings, órgãos públicos e instituições privadas promovem uma série de eventos nesta terça-feira (20), em Salvador e no interior do estado. Palestras, mesas de debate, desfile, peças de teatro, música e dança marcam a data. Confira a programação! 

  • Shopping Barra e Coletivo de Entidades Negras

Montada em parceria com o Coletivo de Entidades Negras (CEN), a programação do Novembro Negro do Shopping Barra, em Salvador, envolverá desde rodas de conversa até aulas de dança e capoeira. O evento, marcado para acontecer no piso L1 Sul, entre 11h e 18h, inclui ainda aula de street jazz, apresentação dos cases de sucesso de empreendedores negros, workshop de pele negra e cabelos afros e apresentação musical do cantor Carcará.

A professora de educação física Flávia Almeida, conhecida como Aisó, abrirá a série de eventos, entre 11h e 12h, com aula de capoeira do Coletivo Feminino de Capoeira Dona Maria. Na sequência, até as 13h, o professor de dança Silvado Tavares, membro do Balé Folcórido da Bahia e docente da Escola de Dança da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), vai liderar uma aula de street jazz para crianças.

Entre 13h e 14h, será a vez do historiador Marcos Rezende, coordenador-geral do Coletivo de Entidades Negras e mestre em Gestão Social pela Escola de Administração da Universidade Federal da Bahia (UFBA), participar de um bate-papo com o tema 'A importância da resistência negra no mercado de trabalho'.

Em seguida, os empreendedores Leo Paivva, Jô Salomão e André Luzolo – integrantes da Loja Colaborativa do CEN e da Feira de Empreendimentos Negros Solidários, dois projetos desenvolvidos pela entidade – irão apresentar suas experiências de sucesso ao público. Mais tarde, entre 15h e 17h, a estética entrará na pauta. Especialista em pele negra, graduada pela Embelleze, pelo London Studio 50 e pela London Makeup School, a beauty artist Naomi Ninck mediará um workshop sobre pele negra e cabelos afros.

A programação será encerrada pelo cantor Carcará, que apresentará um pocket show de voz e violão entre 17h e 18h.

  • Desfile no Bairro da Paz

Para celebrar da data, as crianças e os adolescentes atendidos no Programa Avançar, da Santa Casa da Bahia, vão desfilar pelas ruas do Bairro da Paz, prestando homenagem a personalidades negras cujas trajetórias têm representatividade no Brasil e no mundo. 

O desfile também contará com uma roda de capoeira, a participação da Banda Sinfônica da Paz, formação do Núcleo de Prática Musical fruto da parceria da Santa Casa com o Neojiba, e de alunos de escolas públicas da comunidade.

  • Jornada das Relações Étnicas e Raciais 

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (Ifba), campus Salvador, vai realizar a partir de amanhã (20) a 12ª edição da Jornada das Relações Étnicas e Raciais. O evento anual, que terá programação até quinta-feira (22), tem como objetivo celebrar o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra, instituído pela Lei 12.519 de 10 de novembro de 2011.

A programação vai contar com mesas-redondas, apresentações de trabalhos científicos, oficinas, exibições de filmes e apresentações culturais.

  • Escolas estaduais celebram o Dia da Consciência Negra 

As escolas estaduais estão realizando uma série de atividades alusivas ao Novembro Negro. Apresentações de teatro, música, dança, desfiles da beleza negra, palestras com educadores e especialistas fazem parte das ações que visam chamar a atenção para o combate ao racismo e ao preconceito, além de fortalecer a Educação para as Relações Étnico-raciais. Nesta terça-feira, algumas escolas da capital estão com uma programação diversificada. Confira abaixo e mais informações no Portal da Educação.

Colégio Estadual Edvaldo Brandão Correia
20/11 - Estudantes do curso Técnico de Administração apresentará propostas de empreendedorismo negro na moda, na culinária, decoração e turismo 
Local: Cajazeiras IV
Horário: 8h às 17h
Contato: Firmina Viterbo de Azevedo – gestora - 3462-0244 - 98798-4484
 
Colégio Estadual Bolívar Santana
20 a 23/11 - Manhã e tarde - Projeto Gincana Cultura Bahia – Berço Africanidade Brasileira
Local: Centro Administrativo da Bahia (CAB)
Horário: 8h às 12h
Contato: Paulo César Rocha – vice-diretor - 9-9250-5926 / 3231-7780
 
Colégio Estadual Francisco da Conceição Menezes - Cabula 
Projeto – A coisa está ‘Preta’ no Francisco
20/11 – Roda de conversa sobre o racismo
Local – Cabula
Horário: 8h
Contato: Ana Cristina -  gestora - 3387-3468/991976782
 
Escola Estadual Lindembergue Cardoso
20/11– Palestras, exibição de audiovisual e fotográfica, do projeto Mídia e Racismo.
Local: Mirantes de Periperi - Salvador
Horário: 9 h
Contato – Railda Fernandes - gestora – 9-8824-2615 / 3307-4539 / 3217-4846
 
Centro Estadual Pestalozzi da Bahia – Educação Inclusiva
20/11 - Contação de Histórias e Lendas Africanas
Local: Ondina
Horário: 8h
Contato: Ricardo Baqueiro – gestor - 98795-3912.

  • Circuito Afro-Brasileiro do IPAC

Já o Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac), autarquia vinculada à Secretaria de Cultura do Governo da Bahia (Secult), irá promover a primeira edição do "Circuito Afro-Brasileiro do Ipac" reunindo uma série de atrações gratuitas em alusão ao Novembro Negro.

As atividades acontecerão de 21 a 24, em Salvador, Jequié e Cachoeira e tem como objetivo promover um espaço para reviver e aprender sobre a história do Brasil celebrando o mês da Consciência Negra. Será um momento de encontro e (re) significação de elementos estéticos, de saúde, música, religiosidade, culinária entre outras muitas características culturais africanas. Confira a programação:
 
SALVADOR 
Local: Praça das Artes 
Data: 21, 22, 23 e 24.11
 
21.11 - QUARTA
CINE
Documentário 1798 Revolta dos Búzios 
Local: Museu Eugênio Teixeira Leal
Hora: 15h30 
 
22.11 - QUINTA
BATE PAPO
Efetividade x Afetividade: o cuidar nos terreiros 
Local: Museu Tempostal
Hora: 14h30 
 
PALESTRA DE ABERTURA
Memórias de terreiros: herança e religiosidade 
Local: Museu Tempostal
Hora: 16h 
 
AULA PÚBLICA
Do semba ao samba com Emília Biancardi
Local: Casa 39 (LabDimus)
Hora: 15h
 
Apresentação Cultural
Poemusik
Local: Área Externa - Praça das Artes
Hora: 17h30 
 
23.11 - SEXTA
BATE PAPO
Doença Falciforme: Fisiopatologia e manifestações clinicas
Abadfal - Associação Baiana de Pessoas com Doença Falciforme
Local: Museu Tempostal
Hora: 14h30
 
BATE PAPO
Hipersexualização de corpos negros e pegação
Casarão da Diversidade (Centro de Promoção e Defesa dos Direitos LGBT) e site Dois Terços
Local: Museu Tempostal
Hora: 16h
 
DANÇA
Espetáculo Pacífico com bailarino Paulo Fonseca 
BTCA - Balé do Teatro Castro Alves
Local: Área Externa - Praça das Artes
Hora: 17h30
 
MINI CURSO
Confecção de Orixás em bonecas de pano
Projeto Agulhas do Poder
Hora: 14h às 17h
Local: Casa 39 (LabDimus)
Inscrição pela internet através do link: encurtador.com.br/hkSX5
 
24.11 - SÁBADO
CINE
Cine-debate: A vida e a Morte de Marsha P. Johnson
Casarão da Diversidade 
Local: Museu Tempostal
Hora: 10h
 
BATE-PAPO
Como cuidar de cabelos crespos e cacheados 
Coletivo Cacheadas e Crespas
Local: Museu Tempostal
Hora: 14h
 
OFICINA
Auto maquiagem para pele negra
Local: Museu Tempostal
Hora: 15h30
 
VISITA GUIADA
Visita guiada as Coleções de Arte Popular e Arte Africana
Local: Solar Ferrão
Hora: 15h30
Inscrição pela internet através do link: encurtador.com.br/ahKT5
 
PALESTRA
A retomada da identidade negra como Ato Politico
Local: Museu Tempostal
Hora: 17h
 
MINI CURSO
Confecção de Orixás em bonecas de pano
Projeto Agulhas do Poder
Hora: 14h às 17h
Local: Casa 39 (LabDimus)
Inscrição pela internet através do link: encurtador.com.br/hkSX5 

FESTA DE ENCERRAMENTO
Coletivo Batekoo
Local: Área Externa - Praça das Artes
Hora: 19h

FEIRA
Empreendedores negros
Povos Tradicionais índios e quilombolas
Casarão da Diversidade 
Abadfal - Associação Baiana de Pessoas com Doença Falciforme
Local: Área Externa - Praça das Artes
Hora: 14 às 19h
TODOS OS DIAS
 
MUSEUS
 
SOLAR FERRÃO 
Reabertura da “Coleção de Arte Africana Claudio Masella” com bate-papo
Data: 23 de novembro
Horário: 15h30
Visitação: terça a sexta, das 10h às 17h; sábado das 13h às 17h.
 
A Missa
Data: aberto ao público até o dia 02 de dezembro
Visitação: terça a sexta, das 10h às 17h; sábado das 13h às 17h.
 
Coleção de Arte Popular 
Visitação: terça a sexta, das 10h às 17h; sábado das 13h às 17h.
 
MUSEU UDO KNOFF
Abertura da 3ª edição da exposição "Coroa de Ouro: Torços e Turbantes" com Negra Jhô
Quando: 20 de novembro
Horário: 18h
 
Palestra "Super-Heróis negros nos quadrinhos" com o historiador Sávio Roz
Quando: 21 de novembro
Horário: 14h
 
POEMUSIK: Poesia Musicada
Quando: 22 de novembro
Horário: 14h
 
“Mediação e Oficina de Pintura em Azulejos” com temática africana
Quando: 28 de novembro
Horário: 09h
 
PALACETE DAS ARTES
Exposição “Negra Bahia” da fotógrafa Sinisia Coni
Quando: 20 de novembro
Horário: 19h
 
Encontro “Contos e Cantadores” 
Quando: 24 de novembro
Horário: às 17h
 
CINE – Documentário 1798 Revolta dos Búzios 
Quando: 22 e 23 de novembro
Horários: 15h e 17h
  
TEMPOSTAL
Memórias Negras em Salvador com José Carlos Ferreira, Débora Luz e José Eduardo Santos
Data: 14 de novembro
Horário: 13h
 
Apresentação em PowerPoint "O negro na memória do Museu Tempostal"
Quando: aberto ao público até o dia 17 de novembro
Visitação: terça a sexta das 10h às 17h; sábado, das 13h às 17h
 
Bate- papo com Savio Roz: A evolução dos personagens negros nas histórias em quadrinhos.
Data: 20 de novembro
Horário: 14h 
 
Conversa com socióloga e youtuber Rose Hapuque
Quando: 21 de novembro
Horário: 14h
 
“Ancestralidade: efetividade x afetividade: o cuidar dos terreiros” com o convidado Tiago Coutinho
Quando: 22 de novembro
Horário: 15h
 
JEQUIÉ
17.11 - Sábado
Museu João Carlos Borges
Abertura da Exposição Caminhos
Artista plástico Rodolfo Carvalho
Hora: 19h
 
19.11 - Segunda
Feira de Artesanato
Espaço externo da Casa da Cultura Pacifico Ribeiro
 
09:00 – Performance poética negra
09:30  - Apresentação musical  Nane Peruna
10:00 - Solenidade de abertura
16:00  - Mesa redonda – Ancestralidade, religiosidade, e africanidade.
17:00 – Mesa redonda - Anemia falciforme: fisiopatologia e suas manifestações (Abadfal)
18:00 – Companhia de Dança Tradições - Salvador
19:00 – Espetáculo de dança Pacífico com bailarino Paulo Fonseca (BTCA - Balé do Teatro Castro Alves)
 
20.11 - Terça
09:30 – Apresentação sons percussivos.
10:00 – Palestra – Culinária afro brasileira .
10:30 – Palestra – O Poder da folhas e raízes .
15:00 – Mesa redonda – Empreendedorismo e consciência coletiva feminina
15:30 – Mesa Redonda  - Sexualidade, racismo e preconceito (site Dois Terços) 
16:30 –  Apresentação do Grupo de Capoeira.
17:30 – Apresentação do grupo de Dança Saúde e Ação do Hospital Geral Prado  Valadares .
18:00 – Desfile Identidade estética e empoderamento negro local (Escolas Municipais)
19:00 – Performance de Dança Local .
 
21.11 - Quarta
10:00 - Lavagem da Casa da Cultura Pacífico Ribeiro - Toque dos tambores e adjas.
15:00 – Palestra Novembro Azul: fisiopatologia, suas manifestações e consequências.
16:00 -  Maquiagem Negra
16:30 – Oficina de Turbante
17:00 – Mesa Redonda – Direitos Humanos e População Negra
18:00 – Apresentação do Neojibá
19:00 – Performance Artística (Olha como a Nega dança)
19:30 - Banda Afro Percussiva
 
CACHOEIRA
Local: Fundação Hansen Bahia
 
22/11 (quinta)
09:00 Palestra  "Racismo Aqui não"
10:30 Apresentação do Grupo Afro GAMGE
11:00  Oficina de Xilogravura
 
23.11 - (sexta)
09:00 Apresentação do Hip Hop ABW Crew
10:00 Apresentação do Capoeira Raça
         Apresentação do Maculelê  Associação Espaço Aberto
11:00 Oficina de Xilogravura.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas