Ex-empresário de Luva de Pedreiro se pronuncia após influenciador reclamar de redes sociais

em alta
27.06.2022, 06:50:42
(Reprodução)

Ex-empresário de Luva de Pedreiro se pronuncia após influenciador reclamar de redes sociais

Luva de Pedreiro afirmou que perdeu acesso às suas contas

Após anunciar que teve a conta do WhatsApp hackeada, o influenciador Luva de Pedreiro voltou às redes sociais para informar que também perdeu o acesso à sua conta no Tik Tok.

"Fala minha tropa, aí é esculhambação aí galera, fala verdade, eu não estou nem mexendo no TikTok po, está pedindo senha para entrar no TikTok agora. Só quem sabe a senha é o pessoal lá, meus ex-empresários lá", contou o baiano.

Luva postou um print da página de acesso, que solicita um código de segurança. "Aí é esculhambação, parceiro. Comecei no TikTok sozinho, com Deus, todo mundo sabe aí, oxe", desabafou.

O influenciador vive uma crise com o ex-empresário Allan de Jesus. Ele, inclusive, também se manifestou sobre o acesso às redes de Luva. "Olá, boa noite! Eu venho aqui [nas redes sociais] mais uma vez me pronunciar a acusações levianas e falsas que eu estou recebendo. Eu estou sendo ameaçado de morte, a minha família, a minha esposa, os meus filhos", disse o empresário.

Código
Allan de Jesus afirmou que entregou todos os logins do influenciador após pedido feito pelo influenciador, na última quinta-feira (23). "Vazaram todos os meus dados pessoais, vazaram todas as minhas informações na internet e eu gostaria de deixar claro que na quinta-feira passada, fomos solicitados pelo Iran, para enviar para ele todos os acessos referentes as redes sociais", contou.

Ele explicou ainda que as contas estavam vinculadas a dois celulares, um deles, do influenciador. Allan disse ainda que foi desconectado no domingo (26) e que só após Luva publicar o vídeo falando sobre o acesso é que foi procurado pela nova equipe do influenciador.

"Apenas fizeram após o Iran ir para a internet mais uma vez me acusar, fazendo com que aumente ainda as ameaças a minha vida, minha família, a minha integridade física e mental".

Allan explicou ainda que o WhatsApp foi encerrado após ele receber ameaças. "Ele usava uma linha minha faz alguns meses e apenas hoje eu decidi cancelar. Então uma vez que ele decidiu seguir se mim, sua equipe deveria ter orientado hoje mesmo ir buscar uma outra linha de telefone para que ele pudesse usar. Eu estou cancelando algumas linhas de telefone para que eu pare de receber ameaças e para que eu preserve a minha integridade", explicou.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas