Existe alguma possibilidade dos bancos passarem a cobrar pelo Pix?

tira-dúvidas finanças
11.10.2021, 05:00:00

Existe alguma possibilidade dos bancos passarem a cobrar pelo Pix?

O Pix vai começar a ser cobrado pelos bancos? Mateus Silva

Olá, Mateus. Definitivamente o Pix caiu nas graças dos brasileiros e tem sido utilizado amplamente em transações de pagamento e transferência. A facilidade e a praticidade são atrativos que tornam esse meio de pagamento tão interessante e útil no dia a dia do usuário. Ao lançar o Pix,  o Banco Central anunciou que não haveria cobrança de tarifas para pessoa física, desde que, não fosse utilizado comercialmente. Essa decisão está mantida, mas quando se trata de pessoa jurídica o resultado é diferente. Para as empresas o meio de pagamento instantâneo já está sendo cobrado. Quase todas as instituições bancárias estão fazendo a cobrança,  conforme o valor do lançamento. A cobrança vai de 0,99% a 1,45% do valor da transação, com mínimo de R$ 0,50 e máximo de R$ 10,00. As pessoas físicas continuam isentas da cobrança, mas devem ficar atentas aos números de transações feitas por mês. Um volume alto pode caracterizar movimentação comercial e ensejar a cobrança. Recentemente, o Banco Central fez algumas mudanças nas regras do Pix para dar mais segurança ao usuário e, a principal delas foi o limite de transferências noturnas, que passou a se de R$ 1 mil, entre 20h e 6h. Esse limite pode ser alterado, mas será necessário solicitar à instituição bancária e aguardar o prazo para alteração, portanto, é melhor se planejar para garantir os limites necessários à utilização.


O Open Banking vai reduzir as taxas de crédito? Marcos Vinícius

Olá, Marcos. O Open Banking é um sistema financeiro aberto, que possibilita o acesso às suas informações bancárias por outras instituições e não apenas as que possui algum tipo de relacionamento bancário. O objetivo desse novo sistema é aumentar a competitividade bancária, uma vez que, outra instituição terá acesso às suas movimentações, podendo avaliar seu histórico e oferecer serviços financeiros com taxas mais competitivas. É importante destacar que esse acesso por outras instituições só ocorrerá se for autorizado pelo titular da conta. Ainda não há previsão para liberar essas informações sem a prévia autorização.  Portanto, avalie com calma seus objetivos e faça as liberações que forem convenientes. Essa novidade irá gerar novas oportunidades de negócios e inovação, principalmente, em Educação Financeira, melhorando a informação para que as pessoas possam conhecer mais sobre o sistema financeiro e tomar decisões mais assertivas. O processo de implantação já começou. A primeira fase foi em fevereiro desse ano e segue a mais outras quatro fases, chegando na última etapa dia 15 e dezembro de 2021. Fique atento às novidades do setor para poder tomar decisões que estejam coerentes com seus desejos.


Tem dúvidas sobre Finanças Pessoais? Mande um e-mail para carteiracorreio@redebahia.com.br

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas