Exposição de Alfredo Volpi terá início no dia 16 de março

entretenimento
08.03.2018, 18:00:00
Obra de Alberto Volpi que estará na exposição ao partir do dia 16

Exposição de Alfredo Volpi terá início no dia 16 de março

Mostra reúne 33 obras que datam desde os anos 1940, retratando as várias fases da produção do artista

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O pintor Alfredo Volpi (1896-1988), ícone da segunda geração do modernismo e do abstracionismo geométrico, é homenageado em exposição retrospectiva no Museu de Arte Moderna da Bahia a partir do dia 16 de março, às 19 horas.

A mostra, intitulada Volpi, traça amplo panorama da carreira do pintor autodidata, levando ao público 33 obras - de paisagens rurais e urbanas dos anos 1940 até trabalhos das décadas de 1950, 60 e 70, nos quais predominam composições geométricas coloridas. Entre os destaques, a têmpera sobre tela Casas (1950), que integra a coleção do museu. 

“Temos trabalhado com afinco no sentido de movimentar a cena artística local. Nossa proposta tem como objetivo implementar e difundir as artes visuais da Bahia, recolocar Salvador no circuito nacional das artes”, diz Zivé Giudice, diretor do Museu de Arte Moderna da Bahia.

Sobre Volpi

Alfredo Volpi nasceu em 1896 na cidade de Lucca, na Itália, e mudou-se ainda criança para o Brasil. Com a família, instalou-se em São Paulo, no tradicional bairro do Cambuci, reduto paulistano da comunidade italiana. 
Na juventude, Volpi foi marceneiro e entalhador, até começar a atuar como pintor decorativo de casas da alta burguesia paulistana. O ofício lhe proporcionou dinheiro suficiente para que desse vazão a seus desejos artísticos e desenvolvesse um estilo próprio. 

Realizou a primeira exposição individual aos 47 anos de idade, no Salão de Maio e na 1ª Exposição da Família Artística Paulista, no ano de 1938 na cidade de São Paulo. Na década de 1950 evoluiu para o abstracionismo geométrico e, em 1953, recebeu o prêmio de melhor pintor nacional na segunda Bienal de São Paulo. 

Serviço


Exposição: Volpi
Curadoria: Sylvio Nery
Local: Museu de Arte Moderna da Bahia
Endereço: Av. Contorno, s/n – Solar do Unhão – Salvador, Bahia
Abertura: 16 de março, às 19h
Data: 17 de março a 1º de julho
Horário de visitação: de terça a domingo, das 13h às 18h
Entrada gratuita
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas