FAB apura se piloto de acidente em Maraú pousou avião antes da pista

bahia
18.11.2019, 19:19:00
Atualizado: 18.11.2019, 19:47:00
(Dudu Face/Camamu Notícias)

FAB apura se piloto de acidente em Maraú pousou avião antes da pista

Imagem de drone mostra como ficou pista após queda do jatinho

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.


As causas do acidente com o avião bimotor Cessna 550 Aircraft, que deixou três mortos e sete feridos em Maraú, no sul da Bahia, nesta quinta-feira (14), seguem sob investigação pela Força Aérea Brasileira (FAB). Uma das hipóteses para a causa da tragédia é que o piloto Aires Napoleão Guerra tenha iniciado o pouso do avião antes da pista.

O acidente é apurado por investigadores do Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA II), órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), ligado à FAB. Eles estão em Maraú desde sexta-feira (15) coletando informações.

O CORREIO teve acesso a imagens de drone que mostram as marcas do avião Cessna 550 Aircraft na cabeceira 11 da pista do Aeródromo Barra Grande. As manchas de incêndio indicam que o avião, após tocar o solo, saiu arrastando e já pegando fogo, até parar no lado esquerdo da pista.

A FAB informou que “todas as hipóteses para as causas do acidente estão sendo investigadas”, e que o prazo para finalização do relatório sobre o ocorrido é “o mais breve possível”.

A hipótese de pouso antes da pista é a que mais está sendo levada em conta para a causa do acidente, considerando o percurso que o avião fez depois de pousar no Aeródromo Barra Grande. O espaço é homologado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) desde 2013 e não tem restrições atuais para pouso e decolagem.

Acidente na mesma pista
Um acidente semelhante ao de quinta-feira já havia ocorrido em 5 de janeiro de 2018, no mesmo aeródromo com um avião Cessna 525A que decolou do Aeródromo de Brumado, sudoeste baiano. Na época, o trem de pouso do avião tocou o solo pouco antes do concreto da pista, conforme aponta um relatório de alerta da Anac.

O piloto e quatro passageiros estavam a bordo do avião que, após tocar o solo, teve quebrado os equipamentos do trem de pouso e saiu arrastando a “barriga” pela pista, até sair da mesma e parar numa área de gramado ao lado direito, 360 metros depois de pousar. Ninguém se feriu no acidente.

O relatório da Anac registrou que a pista tem 1.000 metros de comprimento por 18 de largura. No cadastro do site da agência, contudo, a informação é que o local tem 1.200 metros de comprimento e 23 metros de largura. Segundo a Anac, “não há, no momento, qualquer recomendação da Agência ao aeródromo”.

A investigação apurou que “a aeronave realizou o toque no solo com os trens de pouso principais a aproximadamente cinco metros antes do limite da cabeceira 11 do Aeródromo Barra Grande”, que não tem sequer hangar, apenas uma biruta.

Segundo a Anac, ainda sobre o acidente de 2018, “as marcas no solo indicaram que o pouso foi realizado antes do início da pista, com os trens principais tocando o terreno irregular com vegetação rasteira (grama). Na sequência, o avião atingiu o início do concreto, momento no qual ocorreu o estouro do pneu do trem de pouso principal direito e a aeronave começou a perder a reta para a direita. Sem controle direcional, o tripulante não conseguiu evitar que a aeronave saísse da pista”.

Por conta desse acidente, a Anac emitiu o relatório com o objetivo de “alertar os pilotos de aeronaves equipadas com motores à reação sobre a necessidade de serem consideradas as características de funcionamento e de resposta desses motores por ocasião do planejamento e execução das aproximações para pouso, mormente quando a distância mínima requerida seja próxima ao comprimento total da pista”.

E recomendou que “pilotos de aeronaves equipadas com motores à reação deverão estar conscientes sobre a necessidade de se considerar as características de funcionamento e de resposta desses motores por ocasião do planejamento e execução das aproximações para pouso, em especial quando as dimensões da pista forem próximas aos limites estabelecidos no Manual de Operações da aeronave”.

Relembre o caso
O acidente aéreo que ocorreu em Maraú deixou três mortos: a jornalista e relações públicas Marcela Brandão Elias, 37 anos; a irmã dela, Maysa Mussi; além do ex-piloto de Stock Car Tuka Rocha, 36 anos.

Maysa Mussi, segunda morte confirmada do acidente, e Eduardo Mussi, sobrevivente, se casaram há poucos meses, em Itacaré (Foto: Instagram/Reprodução)

Marcela foi a única a morrer no local. Ela teve o corpo carbonizado e foi transferida nesta segunda-feira (18) para o Instituto Médico Legal Nina Rodrigues (IMLNR), em Salvador, onde aguarda alguns exames para ser identificada. Já Maysa, que estava internada no Hospital do Subúrbio desde o dia do acidente, morreu neste sábado (16) após não resistir à transferência para o Hospital Geral do Estado (HGE), onde estão todos os sobreviventes.

Tuka Rocha teve 80% do corpo queimado (Foto: Gabriel Pedreschi/Grande Prêmio)

No domingo (17), foi confirmada a morte de Tuka, que teve 80% do corpo queimado e, por ter inalado muita fumaça, sofreu intoxicação pulmonar e teve comprometimento em duas funções renais. Segundo amigos, ele teria voltado ao avião em chamas para salvar um passageiro de seis anos.

Além das três vítimas fatais, o jatinho transportava Eduardo Trajano Elias (marido de Marcela) e Eduardo Brandão (de 6 anos e filho do casal); Eduardo Mussi, também ocupante do avião, marido de Maysa e irmão do deputado federal licenciado Guilherme Mussi (PP-SP); Marcelo Constantino Alves, neto de Nonô Constantivo, fundador da Gol; Marie Cavelan, Fernando Oliveira e Aires Napoleão Guerra, piloto do avião.

Marcela Elias, que morreu em acidente, e seu sogro Jorge (Foto: Instagram/Reprodução)

Leia mais: jornalista morta em Maraú era conhecida na alta sociedade paulistana

Sobreviventes
Dos sobreviventes, sete seguem internados em estado grave no setor de queimados do Hospital Geral do Estado (HGE). A maior parte deles está sob efeito de sedativos, por causa da forte dor pelo corpo, e alguns chegaram a precisar de anestesia geral para que a equipe médica pudesse fazer o processo de limpeza e curativos.

O bimotor Cesna Citation 550 de Prefixo PT-LTJ caiu próximo da pista de pouso do resort Kiaroa Eco-Luxury Resort, na praia de Barra Grande, distrito de Maraú, e é de propriedade do bilionário brasileiro José João Abdalla Filho, de 74 anos. 

Vítimas do acidente aéreo:

  • Aires Napoleão, piloto da aeronave (sobrevivente)

  • Christiano Chiaradia Alcoba Rocha (Tuka Rocha) (vítima fatal)

  • Eduardo Mussi (sobrevivente)

  • Maysa Mussi  (vítima fatal)

  • Eduardo Trajano Telles Elias (sobrevivente)

  • Fernando Oliveira Silva (sobrevivente)

  • Marcelo Constantino (sobrevivente)

  • Marrie Cavelan (sobrevivente)

  • Menino de 6 anos (sobrevivente)

  • Marcela Elias (vítima fatal)

***

O CORREIO entende a preocupação diante da pandemia do novo coronavírus e que a necessidade de informação profissional nesse momento é vital para ajudar a população. Por isso, desde o dia 16 de março, decidimos abrir o conteúdo das reportagens relacionadas à pandemia também para não assinantes. O CORREIO está fazendo um serviço de excelência para te manter a par de todos os últimos acontecimentos com notícias bem apuradas da Bahia, Brasil e Mundo. Colabore para que isso continue sendo feito da melhor forma possível. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/youtuber-compra-mansao-de-r-65-milhoes-apenas-para-gravar-videos/
Camila Loures disse que seguirá morando em sua antiga residência
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/daniela-faz-live-nesta-sexta-feira-29-com-transmissao-no-multishow/
Apresentação da cantora será em casa e terá clássicos como O Canto da Cidade, além de canções novas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/na-frente-do-stf-bolsonarista-sara-winter-xinga-moraes-e-ameaca-persegui-lo-assista/
Alvo de operação da PF contra rede de fake news, ativista convocou manifestantes para acampar na frente da casa de ministro do Supremo
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/duster-2021-veja-tudo-que-mudou-no-suv-da-renault/
Jornalista automotivo testou o modelo e apresenta suas impressões
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/novelas-classicas-chegam-ao-globoplay-e-a-favorita-e-a-primeira/
'Laços de Família', 'Vale Tudo' e 'Tieta' estão entre as próximas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/sao-joao-parte-1-dia-de-tradicao-antecipada-teve-licor-e-forro-em-familia-em-salvador/
Para aliviar tensão da pandemia, muita gente recorreu ao humor e, claro, ao rango típico nessa segunda-feira atípica
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/anitta-x-leo-dias-entenda-o-conflito-entre-a-cantora-e-o-jornalista/
Cantora afirmou que era ameaçada e chantageada há alguns anos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/veja-dicas-para-se-dar-bem-nas-selecoes-de-emprego-pela-internet/
Especialistas selecionam uma série de orientações importantes para fazer bonito nas entrevistas
Ler Mais