Fabiano Soares nunca repetiu uma escalação do Vitória

e.c. vitória
31.05.2022, 16:09:00
Fabiano Soares comandou o Vitória em seis partidas (PIETRO CARPI / ECV)

Fabiano Soares nunca repetiu uma escalação do Vitória

Técnico comandou o rubro-negro em seis partidas e usou 26 jogadores

Seis jogos, seis escalações diferentes. O técnico Fabiano Soares ainda não repetiu o time desde que assumiu o Vitória, há 37 dias. Em busca da equipe ideal, ele experimenta as peças que tem e “roda” o elenco rubro-negro. Ao todo, foram 26 atletas utilizados. O único presente em todas as partidas que ele comandou foi o goleiro Lucas Arcanjo.

O técnico estreou com vitória em cima do Manaus pela Série C e, na rodada seguinte, fez duas mudanças diante da Aparecidense. Uma por ordem médica: Alan Santos, machucado, deu lugar a Mateus Moraes na zaga. A troca no ataque foi por opção. Guilherme Queiroz não rendeu o esperado e deu lugar a Santiago Tréllez.

A luta pelo acesso deu lugar à Copa do Brasil. Dos titulares no jogo de volta contra o Fortaleza, o único que não podia ser mantido no time era Sánchez, porque já havia disputado o torneio pela Portuguesa-RJ. Por conta disso, Iury foi remanejado para a lateral esquerda e Alemão deixou o banco para assumir a lateral direita.

Só que Fabiano Soares fez outras quatro mudanças para enfrentar a equipe cearense. No meio, Eduardo assumiu o lugar de Gabriel Santiago e o ataque foi todo modificado. Daniel Bolt dobrou a lateral direita e funcionou como um ponta. Roberto e Luidy também ganharam oportunidade. Jefferson Renan, Tréllez e Alisson Santos perderam o posto. 

Após a eliminação na Copa do Brasil, o Vitória passou a focar as atenções apenas na Série C. Contra o Botafogo-PB, outras seis alterações. Iury voltou para a lateral direita e Sánchez, já sem impeditivo de entrar em campo, reassumiu a esquerda. Na zaga, no entanto, Marco Antônio perdeu o lugar para Mateus Moraes.

Houve mudanças consideráveis no meio-campo, onde João Pedro foi mantido como primeiro volante. Dupla que fez sucesso na conquista do título baiano pelo Atlético de Alagoinhas, Dionísio e Miller tiveram a primeira chance entre os titulares com o treinador. Só Luidy foi mantido no ataque. Depois de ficarem no banco, Alisson Santos e Guilherme Queiroz reapareceram no onze inicial.

A derrota por 1x0 para a equipe paraibana dentro do Barradão fez Fabiano Soares verbalizar publicamente a insatisfação com a postura e a apresentação do time. O treinador avisou que faria mudanças. Ou melhor, ainda mais mudanças.

Cumpriu. No jogo seguinte, diante do Confiança, o Vitória foi a campo com nove alterações. Só o goleiro Lucas Arcanjo e o meia Dionísio foram mantidos. O sacode surtiu efeito, o Leão fez a sua melhor apresentação na Série C e iniciou uma reação no campeonato: 3x0 sem aperto, com um gol de Gabriel Santiago e dois de Rafinha, recém-contratado e estreante entre os titulares na ocasião. 

Em time que está ganhando não se mexe, certo? A máxima do futebol não pôde ser colocada em prática por Fabiano Soares, mas dessa vez o técnico só mexeu contra o Campinense no que foi obrigado. Machucados, Alan Santos e Guilherme Lazaroni cederam os lugares a Danilo Cardoso e Sánchez, respectivamente. De qualquer forma, as alterações já tinham sido feitas no decorrer do jogo contra o Confiança e não comprometeram. A terceira mudança foi no meio-campo. Suspenso, Eduardo ficou fora e o também prata da casa Alan Pedro ganhou a oportunidade.

Com gol de Danilo Cardoso, o Vitória venceu a segunda seguida na Série C, se afastou da zona de rebaixamento e agora briga para entrar no G8. O rubro-negro ocupa o 12º lugar, com 10 pontos. Próximo adversário, pela 9ª rodada, o Volta Redonda está uma posição acima, em 11º. Tem a mesma pontuação e leva a melhor no saldo de gols (3 contra 1).

O jogo será domingo (5), às 16h, no Barradão, e a tendência é que Fabiano Soares siga o padrão e mude mais uma vez. Após cumprir suspensão, Eduardo está novamente à disposição do treinador.

As escalações do Vitória com o técnico Fabiano Soares:

Vitória 1x0 Manaus - Série C - Barradão - 30/04
Gol de Marco Antônio
Escalação: Lucas Arcanjo, Iury, Alan Santos (Mateus Moraes), Marco Antônio e Sánchez; João Pedro, Léo Gomes (Dionísio) e Gabriel Santiago (Eduardo); Jefferson Renan (Tréllez), Guilherme Queiroz (Roberto) e Alisson Santos.

Aparecidense 0x0 Vitória - Série C - Anníbal Toledo - 09/05
Escalação: Lucas Arcanjo, Iury, Marco Antônio, Mateus Moraes e Sanchez; João Pedro, Léo Gomes (Dionísio) e Gabriel Santiago (Miller); Jefferson Renan (Roberto), Santiago Tréllez (Guilherme Queiroz) e Alisson Santos (Luidy).

Vitória 0x1 Fortaleza - Copa do Brasil - Barradão - 12/05
Escalação: Lucas Arcanjo, Alemão (Matheus Moraes), Danilo Cardoso, Marco Antônio e Iury; João Pedro, Léo Gomes (Alisson Santos) e Eduardo; Dani Bolt (Alan Pedro), Roberto (Trellez) e Luidy (Gabriel Santiago).

Vitória 0x1 Botafogo-PB - Série C - Barradão - 18/05
Escalação: Lucas Arcanjo, Iury (Daniel Bolt), Danilo Cardoso, Mateus Moraes e Sánchez; João Pedro, Dionísio (Eduardo) e Miller (Roberto); Alisson Santos, Luidy (Thiaguinho) e Guilherme Queiroz (Rafinha).

Vitória 3x0 Confiança - Série C - Barradão - 22/05
Gols de Gabriel Santiago e Rafinha (duas vezes)
Escalação: Lucas Arcanjo, Alemão, Alan Santos (Danilo Cardoso), Marco Antônio e Guilherme Lazaroni (Sánchez); Léo Gomes, Dionísio, Eduardo (João Pedro) e Gabriel Santiago (Tréllez); Rafinha (Alisson Santos) e Roberto.

Campinense 0x1 Vitória - Série C - Amigão - 28/05
Gol de Danilo Cardoso
Escalação: Lucas Arcanjo, Alemão, Danilo Cardoso, Marco Antônio e Sánchez; Léo Gomes, Dionísio (Matheus Morais) e Alan Pedro (Alisson Santos); Gabriel Santiago (Foguinho), Rafinha (Dinei) e Roberto (João Pedro).

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas