Família americana desaparecida após assalto é encontrada no Pará

brasil
02.11.2017, 13:14:23
Atualizado: 02.11.2017, 13:22:02
Família americana foi resgatada por ribeirinhos da Ilha de Marajó, no Pará (Foto: Ascom/Segup)

Família americana desaparecida após assalto é encontrada no Pará

Os turistas estavam assustados, aparentemente cansados, mas conscientes

Foram encontrados os turistas norte-americanos desaparecidos há dois dias no Pará, após assalto à embarcação em que estavam. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do estado, Adam, Emily Harteau e suas duas filhas estavam no distrito do Curumu, zona rural da cidade de Breves, região de Marajó.

Eles estavam desaparecidos desde domingo (29), após um assalto à balsa em que viajavam. A embarcação fazia o trajeto de Belém (PA) a Macapá (AP). O assalto ocorreu nas proximidades do município de Breves, na Ilha de Marajó.

Em nota, a Secretaria de Segurança informou que a família norte-americana estava escondida em uma área de mata, carregando apenas uma prancha de surf. Eles foram socorridos após pedir ajuda a um morador do Curumu que estava em uma embarcação.

Motorhome onde vivia ao casal e seus dois filhos, em foto publicada nas redes sociais (Foto: Our Open Road/Reprodução)

De acordo com a nota, o grupo foi levado até o Porto dos Dias. De lá foram feitos contatos por rádio com as polícias Civil e Militar. Ainda segundo a secretaria, os turistas estavam “assustados, aparentemente cansados, mas conscientes” e com marcas de picadas de insetos. Eles foram encontrados no fim da tarde de ontem (1º).

Os quatro foram levados à cidade de Breves para serem submetidos a avaliação médica no hospital da cidade. Eles receberão também atenção psicossocial de equipes da Secretaria de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda do estado.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas