Fazenda Engenho D´Água em São Francisco do Conde será tombada pelo Ipac

ronaldo jacobina
30.05.2018, 05:00:00

Fazenda Engenho D´Água em São Francisco do Conde será tombada pelo Ipac


 

(Fotos: Roberto Abreu e Josefa Coimbra/Divulgação)
Construções dos séculos 17 e 18 foram restauradas pelo dono da fazenda

Duas edificações dos séculos 17 e 18, localizadas no município de São Francisco do Conde, no Recôncavo Baiano, serão tombadas pelo patrimônio arquitetônico estadual a partir do dia 5 de junho. O termo de tombamento será assinado às 10h, pelo proprietário Mario Augusto Nascimento Ribeiro e o diretor do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural, João Carlos Oliveira. Os dois imóveis são a casa-grande e a capela da Fazenda Engenho D´Água, erguidos em 1610 e 1729, respectivamente. As duas construções passaram por um delicado processo de restauração que durou cerca de 10 anos, com recursos do próprio proprietário. “Era um sonho abrir este espaço para visitação, preservar essa memória”, diz. O complexo, que hoje está aberto ao público para turismo, eventos e hospedagem, sempre pré-agendados, conta ainda com uma senzala e barcaças de cacau do tempo em que a região era produtora do fruto. 

De volta à cozinha
Quando decidiu passar adiante o Póstudo, no Rio Vermelho, e se mudar para a Chapada Diamantina, a ideia da paulista Dulce Ferrero era viver uma vida mais tranqüila, longe do batuque da cozinha. Mas não adiantou muito. Aos poucos, as memórias da gastronomia começaram a vir à tona. A partir de amanhã, lá estará ela apresentando sua nova casa, o Tomatito, ao público que estará no Festival de Lençóis. No cardápio, que flerta com a cozinha mediterrânea, Dulce promete uma comida cheia de influências dos locais que já comandou na Bahia, Portugal e Espanha. Segundo ela, não faltarão carnes, tortillas, frutos do mar e massas.

(Foto:Divulgação)
Dulce Ferrero inaugura restaurante na Chapada Diamantina

Aplausos
O Prêmio Braskem de Teatro, cuja cerimônia acontece no dia 13 de junho, no TCA, já bateu o martelo quanto aos homenageados da 25ª edição. Desta vez, o grande celebrado será o ator baiano Antonio Pitanga, que está completando 60 anos de carreira. Ainda nesta noite, a organização do evento fará homenagens póstumas às atrizes Ivana Chastinet, morta em 2017, e Frieda Gutmann, que morreu este ano. O outro homenageado da noite atua nos bastidores. Trata-se do cabeleireiro e maquiador, Déo Carvalho, que há mais de 30 anos se dedica ao teatro. 

Realidade Virtual
A Mostra de Realidade Virtual, que em 2017 foi exibida durante o Festival Varilux de Cinema apenas no Rio e São Paulo, este ano trará a seleção de filmes com tecnologia VR também para Salvador. Com curadoria do cineasta Fouzi Louahem, os 11 filmes da seleção estarão em exibição a partir do dia 7 de junho, na Aliança Francesa e no Espaço Itaú de Cinema. A capital baiana sediará ainda uma masterclass sobre novas linguagens do audiovisual, ministrada por Louahem, no dia 5 de junho, entre 9h30 e 16h30, na Aliança Francesa.

3 X 4 GENTE BOA

(Foto:Divulgação)
Maria Medeiros é especialista em treinamento de pessoas 

A experiência profissional, adquirida nos sete anos em que trabalhou na Agência Brasileira de Cooperação Internacional do Ministério das Relações Exteriores, somada à vivência pessoal nos meios diplomáticos, transformaram a baiana Maria Medeiros numa especialista em relações internacionais. Ela, que viveu em países como Colômbia, Peru e Alemanha, acompanhando o então marido em seus postos oficiais, não limitou-se a ser mulher de diplomata. Formada em Administração, fez mestrado em Relações Internacionais em Bogotá, onde dirigiu o Centro Internacional de Responsabilidade Social e Sustentabilidade, até voltar à Bahia, há cerca de dois anos. Aqui foi recebendo propostas de empresas para capacitar suas equipes em etiqueta profissional. Entusiasmou-se. Além de grandes corporações, montou programas para grupos de profissionais liberais como médicos, advogados e arquitetos, onde ensina desde como se vestir e se comportar numa entrevista de emprego até como lidar com facas, talheres e os serviços à mesa, dentre outras situações do mundo corporativo. Nos seus workshops, Maria promove imersões neste universo que incluem desde apresentações em audiovisuais, palestras e debates até experiências sensoriais com direito a jantar à francesa. O próximo, já tem data marcada. Será no dia 16 de junho, no Hotel Mar à Vista, em Itapuã e ainda tem vagas. 

Palco livre
Numa estratégia de dar novos usos à sua estrutura, o Teatro Vila Velha desenvolveu um projeto de ocupação de seus espaços ao longo do ano. Dentre as iniciativas programadas está o programa Vila na Copa e Cozinha que acontecerá de 14 de junho a 15 de julho, unindo esporte, culinária e diferentes expressões artísticas. Todos os jogos da Copa serão transmitidos no café-teatro Cabaré dos Novos, que abrirá durante o horário de almoço, oferecendo um cardápio temático, e também no happy hour, com petiscos e bebidas variados. Nos dias de jogos da Seleção Brasileira, o cardápio do espaço será temático. A programação semanal inclui ainda sessões de filmes sobre futebol, debates, apresentações de grupo residentes e várias outras atividades. 

Mais +
A Skol criou uma campanha de engajamento e convidou outras marcas para construírem juntas um mundo mais igualitário. A ideia é que cada um dos produtos doe uma de suas letras para formar a sigla LGBTQ+. De cara, a cervejaria já conseguiu a adesão da Burger King, Bis, Trident e Quem disse, Berenice?. A ação não é apenas simbólica, todas as marcas aliadas farão doações reais a quatro instituições que fazem a diferença e ajudam de fato na luta pelos direitos LGBTQ+, como Casinha, Todxs e os coletivos Não Desculpo e Transformação.

Menos -
Sem querer generalizar, claro, mas o empresário brasileiro provou mais uma vez que para ele só o lucro importa. Em meio à crise de desabastecimento gerada pela greve dos caminhoneiros, muitos deles aproveitaram a situação para majorar o preço de alguns produtos nas prateleiras. E não estou falando de frutas e legumes, até porque estes oscilam no ritmo das safras, mas refrigerantes, laticínios e, claro, gasolina. Ficou muito feio! 
 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas