Feira de Santana tem volta às aulas 100% presenciais na rede de ensino municipal

bahia
16.11.2021, 15:23:00
(ACM/Divulgação)

Feira de Santana tem volta às aulas 100% presenciais na rede de ensino municipal

Estudantes ainda contarão com apoios tecnológicos para estudar

Chega de saudade. Quem estava louco para sair da frente do computador e voltar à rotina de mesa, cadeira, professor e quadro, finalmente viveu esse reencontro nesta terça-feira (16), em Feira de Santana. É que as escolas do ensino municipal voltaram às aulas em modelo 100% presencial.

A maioria das unidades escolares já está funcionando no modelo híbrido desde agosto, com o revezamento dos estudantes a cada semana. Agora, abrem para que todos possam estudar juntos, de forma gradativa.
 
O retorno ao modo presencial ocorrerá de acordo com o cronograma elaborado pela Secretaria Municipal de Educação. Inicialmente, as escolas que já estavam no formato híbrido serão as primeiras a poder receber 100% dos alunos. Só não adotarão as aulas totalmente presenciais aquelas poucas unidades que estão passando por interferências na estrutura física ou ainda estão no modo remoto. Estas passarão, nessa primeira fase, para o modelo híbrido, ou continuarão com as atividades não presenciais, adaptando-se às suas especificidades.
 
A portaria de nº 14, publicada no Diário Oficial eletrônico do município de quinta-feira (11) passada, reúne as principais orientações para as escolas municipais sobre o registro de frequência e processo de avaliação dos 51 mil estudantes. 

O documento orienta que os estudantes deverão seguir rigorosamente o protocolo sanitário recomendado pelos órgãos de saúde. Além disso, aqueles alunos que estão no grupo de risco ou possuem qualquer tipo de comorbidade poderão acompanhar as atividades remotamente. A mesma recomendação é válida para quem testar positivo para covid-19.

Segundo a prefeitura, apesar do retorno às atividades presenciais, o ampato tecnológico vai continuar sendo ofertado aos estudantes. Ou seja, ferramentas, como Youtube, TV aberta e material didático elaborado pelos professores, seguirão podendo ser acessados como um reforço para os alunos.
 
"O formato tradicional não existe mais, todos estes recursos vieram para mudar a forma como a educação é feita, é uma nova realidade para o ensino. Estes métodos facilitam a aprendizagem e permitem que os estudantes aprimorem os componentes curriculares", destaca a secretária de Educação, professora Anaci Paim.
 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas