Feira de São Joaquim passa por processo de higienização no fim de semana

coronavírus
24.05.2020, 16:59:00
Atualizado: 24.05.2020, 17:07:38
Feira irá funcionar das 6h às 12h, durante os feriados antecipados (Foto: Divulgação)

Feira de São Joaquim passa por processo de higienização no fim de semana

Após a denúncia do CORREIO, de três mortes ligadas ao coronavírus e uma internação na UTI, feirantes farão higienização do espaço diariamente

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Após o registro de surto de contaminações pelo coronavírus, a Feira de São Joaquim passou por um processo de higienização neste final de semana. A desinfecção higienizou boxes, barracas, portões e toda a estrutura da feira, como afirmou ao CORREIO o presidente do Sindicato dos Feirantes e Ambulantes da Cidade de Salvador, Nilton Ávila. 

“Começamos hoje uma campanha de comunicação visual com os feirantes e visitantes também, orientando o uso de máscaras. Conversamos com todos os colaboradores da feira e nós vamos fazer uma higienização total sempre depois do fechamento. São 38 mil metros quadrados para limpar e os próprios feirantes estão trabalhando nessa higienização”, afirmou. 

A partir desta segunda-feira (25), os boxes da feira vão disponibilizar também álcool 70. Ação integra a campanha que estimula o distanciamento e o uso de máscara
(Foto: Divulgação)
 

No sábado (23), o CORREIO denunciou o surto em uma reportagem que conversou por oito dias com feirantes que trabalham em São Joaquim. Em apenas uma semana, foram quatro mortes associadas à covid-19 - duas comprovadas por documentos acessados na apuração da matéria. Ao todo, as fontes falam de oito mortes desde o início da epidemia, mas o CORREIO não teve acesso a todas os atestados de óbito.  Uma vendedora de galinhas está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital público. Outro comerciante ficou em estado grave por duas semanas, depois de contato com outro feirante contaminado. 

Por conta da antecipação dos feriados pelo poder público, a Feira de São Joaquim vai funcionar das 6h às 12h, como confirmou Ávila. Amanhã (25) também serão distribuídos álcool 70 em todos os boxes. Segundo estimativas do Sindicato dos Feirantes, cerca de 6 mil profissionais trabalham na Feira de São Joaquim. Os dias de maior movimento da Feira de São Joaquim são às sextas-feiras e os sábados, quando chegam a circular, em média, 5 mil pessoas entre feirantes, ambulantes e compradores. 

Higienização de boxes e da área de circulação da feira começou neste final de semana
(Foto: Divulgação)

Ávila pede ainda o apoio do poder público para que a feira possa funcionar com segurança nesse momento de pandemia.  “A obra de revitalização da feira está parada, não avançou mais. E isso já tem mais de quatro anos. Também não contamos com policiamento, até para ajudar na ordenação desses espaços tanto dentro quanto fora da feira. Nada disso a gente tem e acaba causando aquele tumulto todo dentro da feira”, ressaltou. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas