Felicidade a gente aprende, é preciso treino

kátia borges
13.07.2019, 05:00:00

Felicidade a gente aprende, é preciso treino

Estar de férias é como mergulhar. Requer concentração e esquecimento. Debaixo da água, aprendemos: respirar não requer ciência alguma. Parece mais com estar em silêncio. Primeiro abandonamos o peso do corpo. Em seguida nos movemos de outro modo. Quem sabe o tempo, entende o logos, é quase dança. O espaço no qual oscila um mundo em suspenso. Isso se vê na volta. Vai vendo. 

No momento, dedico minha vida a observar um pássaro. Mesmo ciente da miséria e dos enganos do mundo. No momento, dedico minha vida a cultivar uma begônia. E é tão devagar que tudo evolui em torno, se é que sim. Então que seja sagrado se guardar um pouco, que seja santo se furtar a tudo que tenha voracidade e até, quem sabe, voltar aos cadernos de desenhos. Em câmera lenta, venceremos, se é que há de. 

Sempre que penso em férias lembro a minha mãe e o meu pai. Felicidade a gente aprende, é preciso treino. Levei de herança o improviso dos peixes assados na brasa. Uma maresia que seguia grudada nas roupas o dia inteiro. Os licuris esparramados no assoalho da varanda. O velho Bau chegando em casa e chamando para uma viagem sem planejamento, dirigindo o seu chevette repleto de coisas. 

A incompletude que reside nesse conceito de coisas que temos. Pela estrada afora, colhendo frutas maduras e objetos sem utilidade prática. Rumo à fazenda dos tios, em Barro Vermelho. Em direção à praia, uma miríade de primos. Quantas vezes chorei de desejo. Rever o verde, pescar as tardes com o anzol na lagoinha. Olhar o azul sem redes, as ondas espargindo seu salitre nas rochas do quebra-mar. 

E aquela confiança no desajeito de chegar a qualquer hora e ter comida pronta, as postas fritas de Dourado fresco, as moquecas de ovos, o feijão perfumando o restaurante pequeno com aroma de família. O riso quase sem dentes das tias mais idosas, sempre se despedindo. A sensação deliciosa que ainda hoje experimento ao escutar a palavra veraneio. Mas onde estão aqueles que mergulhavam comigo, os pés muito brancos e finos, nas águas quase transparentes? Esse rio que passa e leva gente, esse oceano de infinitos. 


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/barra-69-ultimo-show-de-caetano-e-gil-antes-do-exilio-quase-teve-invasao-hippie/
Apresentações no TCA em julho de 1969 completam 50 anos; conheça os bastidores
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/projeto-boa-musica-comeca-com-geraldo-azevedo/
Cantor e compositor se apresenta neste domingo (21) no Othon e divide o palco com a banda Estakazero
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/new-hit-tj-ba-nega-absolvicao-a-musicos-acusados-de-estupros/
Oito integrantes do extinto grupo de pagode foram condenados a dez anos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/maragojipe-familia-esta-apreensiva-com-demora-no-julgamento-do-caso/
Testemunhas de defesa são ouvidas nesta sexta-feira (19)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/festival-de-rap-boom-box-recebe-atracoes-como-djonga-e-matue/
Festa rola neste sábado (20), no Armazém Hall, em Vilas do Atlântico
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/claudia-leitte-voltara-aos-palcos-dois-meses-apos-dar-a-luz/
Na reta final da gravidez, cantora planeja retorno às atividades em outubro
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cats-musical-com-taylor-swift-e-idris-elba-ganha-trailer-assista/
Clássico da Broadway chega aos cinemas em dezembro e já é forte candidato ao Oscar
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/beyonce-lanca-the-gift-album-do-filme-rei-leao-ouca/
Artista faz curadoria do álbum que tem 27 músicas e participações de Kendrick Lamar, Jay-Z, Pharrell e Childish Gambino
Ler Mais