Feriadão da Proclamação da República registra 8 mortes nas rodovias baianas

bahia
19.11.2018, 21:18:00
Atualizado: 19.11.2018, 21:28:45
(Foto: Almiro Lopes/Arquivo CORREIO)

Feriadão da Proclamação da República registra 8 mortes nas rodovias baianas

Nas estradas federais, 45 motoristas foram autuados por dirigir sob efeito de álcool

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Polícia Militar, através das unidades de policiamento rodoviário, e a Polícia Rodoviária Federal na Bahia (PRF-BA) concluíram as respectivas operações especiais voltadas para o feriadão da Proclamação da República nas estradas baianas, que este ano acabou com oito vítimas fatais. 

A Polícia Rodoviária Estadual (PRE), braço da PM nas estradas, abordou 5.550 veículos e realizou 1.124 autuações nas BAs. Dos 19 acidentes registrados pela PRE, houve seis vítimas fatais, uma pessoa com ferimentos graves e oito com ferimentos leves. Já nas rodovias monitoradas pela PRF, foram 39 acidentes, com duas mortes e 50 feridos.

Rodovias estaduais
Segundo a PM, o objetivo da operação nas rodovias estaduais foi assegurar o cumprimento das normas de trânsito, prevenir condutas ilegais e acidentes. A PM também lembra que em 2017 não ocorreu a Operação Proclamação da República em razão do feriado ter sido em uma quarta-feira. Por esse motivo, não há comparativo com o ano de 2018.

A operação nas BAs envolveu equipes do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) e das Companhias Independentes de Policiamento Rodoviário (Itabuna, Brumado e Barreiras), desde a última quinta-feira (15), que além das ações de fiscalização e de patrulhamento ostensivo, também realizaram abordagens educativas com o objetivo de reduzir o número de acidentes. 

Estradas federais
Finalizada às 23h59min desse domingo (18), após cinco dias de ações preventivas e ostensivas, a Operação Proclamação da República da PRF-BA resultou na redução de acidentes em todos os índices nas estradas federais na Bahia. O domingo também marcou o Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes de Trânsito.

Segundo a assessoria da PRF-BA, durante o período, foi registrada redução de 20,41% no número total de acidentes, com 39 este ano contra 49 do mesmo período do ano passado. Em relação aos acidentes graves, aqueles em que há, pelo menos, um ferido grave ou óbito, a retração foi de 33,33%: 12 em 2017 e 8 este ano. Mais expressiva ainda foi a redução do número de óbitos neste feriado, quando duas pessoas morreram, redução de 75% na comparação com 2017, quando oito pessoas perderam a vida.

Um dos acidentes com morte ocorreu no sábado, na BR 116 em Jequié, quando dois veículos colidiram frontalmente, após ultrapassagem indevida vitimando um idoso de 70 anos. O outro acidente ocorreu ontem na BR 242, em Itaberaba, também por colisão frontal.

Foram fiscalizados 6.518 veículos e 7.078 pessoas, com destaque para 433 autuações a condutores fazendo ultrapassagens proibidas e 28 motociclistas autuados pelo não uso de capacete. Os números apresentados de pessoas e veículos fiscalizados representam, respectivamente, um aumento de 90% e 104% em relação a 2017.

Durante as ações, 20 condutores foram autuados por transportarem crianças sem o devido equipamento de segurança.

Alcoolemia
A PRF-BA realizou 3.184 testes com o bafômetro que resultaram em 45 autuações por dirigir sob efeito de álcool. Duas pessoas foram presas por apresentarem índice de alcoolemia que superou os 0,30 mg/l de álcool no organismo, o que é considerado crime pelo Código de Trânsito Brasileiro.

Quanto ao excesso de velocidade, foram autuados 3.355 condutores que dirigiam em velocidade muito acima da média permitida em diversos trechos.

Ações criminosas também foram coibidas, incluindo três veículos roubados que foram recuperados, além de 14 apreendidos. Na quarta-feira (14), um passageiro de ônibus foi preso por agentes da PRF-BA com 33 kg de maconha na BR-116 em Vitória da Conquista.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas