Festival da Virada terá linha especial de ônibus com ligação ao metrô

salvador
14.12.2019, 06:30:00
(Betto Jr./CORREIO)

Festival da Virada terá linha especial de ônibus com ligação ao metrô

Transporte público vai funcionar em horário estendido para atender ao públiconto

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Com uma expectativa de receber 2 milhões de pessoas para comemorar o fim de ano, o Festival da Virada 2020 tem uma magnitude quase carnavalesca. Para atender de forma confortável quem vai para a Arena Daniela Mercury, na Boca do Rio, entre os dias 28 de dezembro e 1º de janeiro, a prefeitura de Salvador montou um esquema especial de serviços.

Quem for para o festival vai conseguir chegar na arena com mais facilidade. A prefeitura vai criar a linha Estação Pituaçu x Boca do Rio. Com 36 veículos, o trajeto vai operar das 18h à meia-noite atendendo usuários do metrô que seguem para a festa. No primeiro dia de 2020, a linha especial vai operar das 12h até 0h.

A linhas de ônibus também serão reforçadas com 56 veículos extras, com itinerários pela Orla, Centro e Subúrbio, e a um horário de funcionamento prolongado em 32 linhas. Do dia 28 até 31, o funcionamento é das 14h até 6h da manhã do dia seguinte. Em 1º de janeiro,  as linhas terão o atendimento prolongado até 1h da manhã do dia 2.

Nesta sexta-feira (13), o prefeito ACM Neto divulgou o esquema especial de serviços e a grade de atrações por dia do festival no foyer do novo Centro de Convenções municipal, na Boca do Rio. 

A cantora Iza vai dar a largada da festa. Durantes os cinco dias do evento, 28 atrações subirão ao palco do festival. O momento da virada ficará sob a responsabilidade de Ivete Sangalo, que pela quarta vez comanda a contagem regressiva para a chegada do novo ano. Dessa vez, ela contará com a participação especial dos Filhos de Gandhy em sua apresentação. Já o encerramento da festa, fica a cargo do cantor Saulo.

Para o evento, o tráfego de veículos na região do evento não vai ser interditado e os esforços estarão concentrados na segurança dos pedestres e na mobilidade do trânsito na Avenida Octávio Mangabeira.

A partir do primeiro dia de festival, às 14h, viaturas da Transalvador estarão posicionadas para acompanhar e ordenar o trânsito na região. A partir das 17h, a operação será realizada de forma mais ostensiva.

Para evitar paradas e estacionamentos irregulares na Octávio Mangabeira, serão montados 13 pontos fixos de fiscalização, além de quatro áreas para fiscalização em rondas, nos bairros do Stiep, Boca do Rio e Pituaçu.

Confira a lista de serviços abaixo
Ônibus - Para quem vai à festa utilizando o transporte público, a melhor opção é utilizar uma das 32 linhas de ônibus que compõem uma frota de 400 veículos e abrangem os principais pontos da cidade. Para melhor servir à população, a Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) vai prolongar o horário de atendimento dessas linhas, além de disponibilizar 56 veículos extras da frota reguladora, com itinerários distribuídos pelas três áreas da cidade - Orla, Centro e Subúrbio -, de acordo com a demanda.

Nos dias 28 até 31, haverá 32 linhas (diariamente) circulando com horário prolongado das 14h até 6h da manhã do dia seguinte. Neste mesmo período, 56 veículos extras da frota reguladora serão disponibilizados diariamente, entre 22h às 6h na Boca do Rio, imediações do evento. 

Também será criada a linha Estação Pituaçu x Boca do Rio, que contará com 36 veículos, operando das 18h à meia-noite, para atender aos usuários que utilizam o metrô e desejam se deslocar até o evento. Essa linha terá como ponto de embarque e desembarque na Avenida Simon Bolívar, em frente à farmácia Drogasil. 

Para os usuários do transporte que utilizam as linhas de ônibus sentido Centro, haverá dois pontos de ônibus para embarque e desembarque na Avenida Octávio Mangabeira, em frente ao antigo restaurante Agdá, ou o ponto, também na Octávio Mangabeira, em frente ao restaurante Yemanjá. Já para as linhas sentido Itapuã, os passageiros poderão utilizar o ponto situado na Avenida Octávio Mangabeira defronte ao restaurante Yemanjá. Ou utilizar o ponto provisório, na Praça Osório Vilas Boas.

Para o dia 1º de janeiro, no Pôr do Som, as linhas terão o atendimento prolongado até 1h da manhã do dia 2. Além disso, serão disponibilizados mais 18 veículos da frota reguladora de 12h até 0h. Já a linha E-141 Estação Pituaçu x Boca do Rio irá operar das 12h até 0h.

Linhas que vão operar até 6h

Ribeira - Pituba (0218)
Marechal Rondon - Pituba (0324)
Boa Vista de São Caetano – Pituba (0345)
Pirajá Rv – Pituba (1508)
Conjunto Pirajá – Pituba (1538)
Paripe – Pituba (1611)
Plataforma – Pituba (1616)
Alto de Coutos – Pituba (1634)
Mirante Periperi – Boca do Rio (1637)
Fazenda Coutos – Pituba (1643)
Base Naval – Pituba (1644)
Alto de Santa Terezinha/Rio Sena - Pituba (1645)
Pernambués – Pituba (1114) 
Cabula VI – Pituba (1129)
Tancredo Neves/Conj. Arvoredo – Estação Imbuí (1247)
Sussuarana – Barra R2 (1231)
Jardim Santo Inácio – Pituba (1238)
Castelo Branco – Pituba (1305)
Castelo Branco – Aeroclube (1305-03)
Nova Brasília – Pituba (1356)
Pau da Lima – Aeroclube (1363)
Cajazeiras 11 - Boca do Rio (1410)
Boca da Mata – Pituba (1420)
Duque de Caxias - Pituba (0412)
Pero Vaz - Itaigara (0422)
Santa Mônica - Pituba (0426)
Cosme de Farias – Vale dos Rios (0520)
Vale dos Rios – Trobogy/Vl 2 de Julho (0911)
Rio das Pedras – Campo Grande R2 (0932)
Praia do Flamengo – Pça da Sé R1 (1030)
Parque São Cristóvão - Barroquinha (1034)
Alto do Coqueirinho – Campo Grande (1018)

Estacionamento - Serão 1.182 vagas de Zona Azul ao longo da Avenida Octávio Mangabeira. Os valores variam de R$ 3, para o período de 2 horas; R$ 6, para 6 horas; e R$ 9, para 12 horas. Os condutores podem optar por adquirir os tíquetes com os operadores ou utilizar os apps da Zona Azul Digital. 

Será possível estacionar na região do Jardim de Alah, nos bolsões de estacionamento em frente ao restaurante Cubanakan e do Hotel Alah Mar; Av. Octávio Mangabeira, sentido Itapuã, na faixa à direita entre o Jardim de Alah e o supermercado Walmart; nos bolsões em frente ao Parque de Pituaçu, sentido Pituba, e em frente às quadras na Boca do Rio, sentido Itapuã; e na Octávio Mangabeira, sentido Itapuã, a partir do cruzamento com a Avenida Jorge Amado. 

Serão disponibilizadas também 1.500 vagas na área interna do novo Centro de Convenções. Neste caso, elas serão administradas pelo empreendimento.

A parada e o estacionamento de veículos estarão proibidos em ambos os sentidos da Avenida Octávio Mangabeira, nos trechos em frente ao Aeroclube e o Parque Atlântico. Já o estacionamento estará proibido na Avenida Octávio Mangabeira, ambos os sentidos, a partir do restaurante Yemanjá até o cruzamento com a Avenida Jorge Amado; nos dois sentidos da Avenida Simon Bolívar; na rua Carimbamba; na Avenida Yemanjá, sentido Pituba, em frente às edificações; e nos dois sentidos da Avenida Jorge Amado, entre a Rua da Amendoeira do Jardim Imperial e a orla.

Perímetro de segurança – Entre o antigo Aeroclube e o Parque Atlântico será criado um perímetro de segurança que contará com a presença ostensiva de agentes da Transalvador. Parada e estacionamento de veículos estarão proibidos, exceto transporte público, que terá pontos específicos de parada devidamente identificados.

Área de desembarque – O embarque e desembarque de passageiros de veículos particulares ou de transportes por aplicativos deverá ser realizado em locais específicos para isso na Avenida Octávio Mangabeira, no sentido Itapuã, haverá uma área nas imediações do restaurante Yemanjá. Já no sentido Pituba, o embarque e desembarque de passageiros deverá ser feito a partir do campo de futebol ao lado da escola IMEJA.

Pontos provisórios – Os pontos de ônibus regulares dentro do perímetro de segurança serão desativados para a instalação de cinco pontos provisórios próximos à área do evento. No sentido Itapuã, haverá um ponto de ônibus em frente ao supermercado Walmart, e outro em frente à Praça Osório Vilas Boas. Já no sentido Pituba, será instalado um ponto em frente às quadras da Boca do Rio e outro nas proximidades do restaurante Yemanjá. Na Avenida Simon Bolívar será instalado um ponto de ônibus com linhas especiais para a estação de metrô Pituaçu.

Transporte complementar - Outra opção para não perder a festa é optar pelos micro-ônibus do Sistema de Transporte Especial Complementar (Stec). O serviço vai contar com frota de 300 veículos, operando até às 5h da manhã. Durante todo o período do festival, 140 agentes da fiscalização de transporte estarão nas ruas. Além disso, a Semob realizará o monitoramento em tempo real de todas as linhas por meio do Centro de Controle Operacional (CCO).

Táxis e mototáxis - Haverá pontos de táxis sinalizados com blimp, situados na Avenida Octavio Mangabeira nas imediações do evento tanto no sentido Itapuã, em frente ao Imeja, quanto no sentido Itapuã, em frente ao restaurante Yemanjá. Pegar mototáxi também é uma opção. Os usuários contarão com um ponto nas imediações do evento, logo após o ponto de táxis, na Avenida Octavio Mangabeira, em frente ao Imeja. Na área restrita serão permitidos apenas os cerca 1.500 mototaxistas regulamentados pela Prefeitura. Durante o evento, a Semob, por meio da Coordenadoria de Táxis e Transportes Especiais (Cotae), irá coibir e autuar o mototaxista que não estiver de acordo o regulamento municipal.

Saúde - Mais de cem profissionais estarão preparados para atender soteropolitanos e turistas durante a maior festa de Réveillon do país. As equipes são compostas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, assistentes sociais e condutores. Além disso, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) disponibilizará 20 leitos equipados com suporte avançado de vida e duas ambulâncias de prontidão para o transporte imediato de possíveis ocorrências com maior gravidade. 

O módulo assistencial – semelhante ao montado durante o carnaval – instalado para o Festival Virada Salvador, na Boca do Rio, funcionará nos dias 28 a 30 de dezembro, das 18h às 6h, e no dia 31, das 19h às 7h. No dia 1º de janeiro de 2020, o funcionamento será das 15h às 3h. 

Outros 16 postos de urgência e emergência 24 horas do município (entre UPAs e Pronto-Atendimentos) e o SAMU 192 funcionarão todos os dias, ininterruptamente, servindo de retaguarda para as ocorrências de maior complexidade. 

O Pronto-Atendimento Alfredo Bureau, no Marback, terá equipes reforçadas para servir de referência nos casos que demandarem avaliação com especialistas ou exames complementares.

Segurança – A Guarda Civil Municipal (GCM) trabalhará com contingente de 550 agentes por dia, com serviços de monitoramento, patrulhamento preventivo e apoio aos diversos órgãos municipais. Os trabalhos envolvem ainda a distribuição de panfleto com dicas de segurança e de pulseiras de identificação para as crianças.

Fiscalização e Ordenamento - A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), através da Diretoria de Serviços Públicos (Dsep), prepara uma programação especial para os cinco dias do Festival Virada Salvador. A Semop disponibilizará 140 agentes que serão divididos em três turnos trabalhando na parte interna e nos arredores do evento, realizando a fiscalização e o ordenamento do espaço público. 

Dentre os itens a serem vistoriados estão: a proteção da exclusividade da comercialização da Bohemia Puro Malte, que é patrocinadora do Festival, a proibição de produtos não autorizados pela Prefeitura, armazenamento, a regularidade do licenciamento dos permissionários e a organização na distribuição dos ambulantes nas áreas da festa. Além disso, a Semop disponibilizará 10 viaturas para apoio nas ações. Toda a operação contará com o apoio da Guarda Civil Municipal (GCM). 

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) atuará com uma equipe de 35 profissionais para fiscalizar o exercício de atividades provisórias na área de restrição comercial e no entorno do evento. Também serão feitas vistorias de publicidade e proteção às marcas patrocinadoras, inspeções para coibir superlotação nos estabelecimentos e imóveis ao redor da festa, além de vistorias de segurança das estruturas de palco e praticáveis em conjunto com a Defesa Civil de Salvador (Codesal), e demais obras que forem executadas no entorno do evento.

Poluição Sonora - Para coibir a prática de poluição sonora e assegurar o sossego dos moradores do entorno da Arena Daniela Mercury, na orla da Boca do Rio, os 24 fiscais da Semop realizarão rondas nos bares, restaurantes e estabelecimentos credenciados do entorno da festa. As equipes atuarão nas seguintes áreas: Avenida Otávio Mangabeira, na altura do evento, Back Stage, House Music, Rua Hélio Machado e na Avenida Simon Bolivar, até o Jardim de Alah. A Semop irá disponibilizar 22 prepostos para fiscalização, quatro no apoio administrativo e pronto atendimento e dois veículos.

Iluminação Pública - Para o festival, a Diretoria de Serviços de Iluminação Pública (Dsip), vinculada à Semop, instalará 1.550 projetores de 400 e 1000 Watts de potência e 263 postes adicionais espalhados nos 6,4 quilômetros do entorno do evento. Serão 180 profissionais envolvidos na operação, durante os cinco dias de festa. 

Salvamar - A Coordenadoria de Salvamento Marítimo de Salvador (Salvamar) contará com 20 salva-vidas, que estarão de prontidão na região do evento nos cinco dias de festa. A equipe estará munida com todos os equipamentos necessários para resgate, como: salsichões, pranchas, pé de pato, Jet-Ski, quadriciclo e dois botes. A Salvamar disponibilizará mais 14 profissionais, espalhados no trecho de orla entre Jardim de Alah e Praia de Ipitanga inclusive nos postos móveis, nas praias de Jaguaribe, Jardim de Alah, Piatã, Farol de Itapuã, Stella Mares, Flamengo e Aleluia. 

Reparos – Equipes da Secretaria Municipal de Manutenção (Seman) realizarão revisão dos pavimentos nas áreas do palco, banheiros, roda gigante e nos acessos ao evento. Os trabalhos também envolvem a limpeza (poda) dos coqueiros na área do evento e entorno, execução de tapume no perímetro do evento e na área destinada à queima dos fogos, manutenção da malha viária nas vias de acesso ao evento com a Operação Tapa-Buracos. Os serviços incluem ainda a revisão do sistema de drenagem com a limpeza manual, desobstrução, jateamento, recuperação de rede e reposição de grelhas.

Abordagem social - Serão 114 profissionais da Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre) atuando no evento, divididos em equipes de abordagem social, psicólogos e assistentes sociais. Um trailer dará suporte aos profissionais da área de serviços da Arena Daniela Mercury, na Boca do Rio. 

Defesa Civil - Equipes da Defesa Civil de Salvador (Codesal) ficarão de prontidão em regime de plantão 24 horas. As atividades seguem normalmente, a exemplo de vistorias para avaliação de risco e operações do Centro de Monitoramento e Alerta de Defesa Civil (Cemadec), responsável, entre outras coisas, pelo monitoramento das condições climatológicas e orientação da população. 

Em casos de ameaças de desabamento de imóveis, alagamentos, deslizamentos de terra e incêndios, o órgão deve ser imediatamente comunicado pelo telefone 199 ou presencialmente em sua sede, localizada na Avenida Mário Leal Ferreira (Bonocô), s/n. A chamada é gratuita.

Combate ao assédio - No festival, ocorrerá a campanha “Pare! Não à importunação sexual!. A Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ) vai realizar uma ação educativa e de sensibilização na área. Ainda vai haver um plantão do conselho tutelar no IMEJA. A casa de Convivência do Réveillon vai acolher, em média, 100 crianças do dia 28 ao dia 2.

Limpeza - Serão 555 sanitários químicos no evento e 23 containers climatizados para o festival (dois a mais que na edição do ano passado). Vão atuar na limpeza 390 agentes da Limpurb com 45 equipamentos.

*Com orientação da chefe de reportagem Perla Ribeirio

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas