'Fico chateado pelo placar injusto', diz Ruan Levine após derrota

e.c. vitória
18.05.2019, 18:50:00
Surpresa na lateral direita, Matheus Farinha tenta passar pela marcação do São Bento (EC Vitória / Divulgação)

'Fico chateado pelo placar injusto', diz Ruan Levine após derrota

Vitória perdeu para o São Bento por 3x1, no Barradão, e vive crise na Série B

A derrota do Vitória para o São Bento por 3x1, na tarde deste sábado (18), no Barradão, deixou o Leão em situação complicada no Campeonato Brasileiro da Série B. Foi o terceiro revés do rubro-negro em quatro jogos. Ao final do jogo o atacante Ruan Levine lamentou o resultado. Na avaliação dele, o placar foi injusto. 

"Eu fico chateado por sair assim com um placar injusto, mandamos no jogo todo. A gente vacilou. Não pode, dentro de casa, sair com 1x0, mandando no jogo o tempo inteiro e acontecer isso", disse o garoto. O Leão abriu o placar com Felipe Garcia antes de levar a virada.

Outro prata da casa que saiu dando explicações sobre o resultado foi o meia Nickson. Titular no duelo, ele perdeu um pênalti quando o jogo ainda estava 0x0. "Ninguém entra pensando em perder. Buscamos a vitória e infelizmente tomamos esse revés", afirmou o jogador, que aproveitou para explicar a discussão que teve com Neto Baiano antes da cobrança da penalidade: "Eu treino. Eu e Neto somos os batedores. Ele ficou chateado, pedi desculpas, mas não vem ao caso. Bati do jeito que eu treino. Acontece", finalizou.

Curiosamente, apesar da falha, o pênalti perdido não fez falta, já que o gol rubro-negro saiu na cobrança de escanteio gerada pela defesa do goleiro Paulo Vitor.

Com a derrota em casa, o Vitória permanece com três pontos, cai para 16º lugar e com a certeza que perderá mais uma posição devido ao confronto América-MG x Sport, no domingo (19), em que um necessariamente passará o time baiano. A única chance de não terminar a rodada na zona de rebaixamento é se o CRB perder do Coritiba por quatro gols de diferença na segunda-feira (20), no jogo que fecha a jornada, em Maceió.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas