Fiéis poderão tocar na imagem do Senhor do Bonfim até o dia 21 de abril

salvador
22.03.2019, 15:18:00
Atualizado: 22.03.2019, 15:23:58
(Marina Silva/CORREIO)

Fiéis poderão tocar na imagem do Senhor do Bonfim até o dia 21 de abril

Imagem, que só deixou capela 16 vezes, será tocada pela primeira vez no século

Pela primeira vez neste século, será possível tocar na imagem do Nosso Senhor do Bonfim, que deixou o altar-mor da Basílica Santuário Senhor Bom Jesus do Bonfim na noite desta quinta-feira (22).

Os fiéis poderão ter acesso à imagem até o dia 21 de abril, tempo em que a elevação do templo passar por uma restauração. A visita acontece de segunda a quinta-feira, e sábado, das 7h às 18h; e às sextas e domingos, das 6h às 18h, na Sala das Alas, à direita da Basílica.

O ato talvez nunca mais se repita, de acordo com a irmandade. Então, o recomendado é não deixar passar a oportunidade. 

“Eu quero dizer ao povo da Bahia que essa é uma oportunidade única. Talvez ela nunca mais chegue tão perto dos seus fiéis. É uma imagem preciosíssima, uma joia que a Bahia tem”, anunciou o juiz.

O Reitor Padre Edson explica que a decisão de trazer a imagem para próximo dos fiéis tem três motivações. A primeira é a intervenção do altar-mor. 

"Segundo, é que, no próximo ano, nós comemoramos 275 anos da chegada da imagem que desembarcou no dia 18 de abril de 1745. Então, nós queremos, no dia 21 de abril deste ano, celebrar uma missa. Terceiro, porque estamos vivendo momentos difíceis de tragédias e tanto medo. Então, queremos tocar na cruz para pedir proteção", explicou.

A figuração de Jesus Cristo crucificado, que chegou na até então São Salvador da Bahia de Todos-os-Santos, como Salvador era chamada à época, só saiu do altar-mor da Basílica, de acordo com Francisco José Pitanga Bastos, juiz da irmandade, 16 vezes. 

Em duas dessas oportunidades, a cidade vivia dois acontecimentos históricos: uma grande epidemia de cólera, entre os anos de 1855 e 1856, e o processo de Independência da Bahia. A saída mais recente da imagem foi em 1995, quando foi levada para um evento religioso na Arena Fonte Nova – mas ninguém pôde tocá-la. 

A imagem que é carregada em meio à multidão em todos os anos, nas celebrações do dia do Senhor do Bonfim, não é mesma que chegou em terras brasileiras trazidas de Portugal, em 1745. A original, que poderá ser tocada pelo público, nunca participou das festas populares e seu acesso sempre foi limitado aos padres e irmandades, nas raras exceções em que precisou sair de lá.

Fiéis poderão pegar apenas na base da cruz da imagem (Foto: Marina Silva/CORREIO)

Cuidados
Os fiéis poderão tocar na imagem, mas serão exigidos alguns cuidados. Como se trata de uma imagem rara, foi montado um esquema de segurança. Os visitantes poderão pegar apenas na base da cruz que carrega o corpo de Jesus Cristo. 

Uma redoma protege a imagem, que mede 1,05 m, e o vidro segue até o pé da cruz, a pouco menos de 1,5 m do chão, facilitando o acesso de idosos, crianças e pessoas de baixa estatura. Policiais militares também ficarão no espaço assegurando que ninguém tente ultrapassar as limitações necessárias para conservação da peça. 

Primeiro encontro
Às 10h12, quando a missa presidida pelo Padre Reitor Edson Menezes chegou ao fim, os primeiros fiéis tiveram o contato com a imagem. O vice-prefeito Bruno Reis foi o primeiro a tocar na cruz que carrega o Senhor do Bonfim depois que ela foi preparada para visitação externa. Ele não sabia do privilégio. 

“Não sabia. Estar aqui é uma tradição em minha vida, sempre que posso, às sextas-feiras, a primeira e a última do mês, estou na Colina Sagrada pedindo proteção”, comentou. 

Maria José Sobral, 58, que faz parte da devoção do senhor do Bonfim, não conseguiu segurar o choro após ver a imagem pronta para visitação. Ela foi responsável por colocar a cortina, aberta após o termino da missa. Aproveitou seu acesso fácil à Basílica para, na noite anterior, se aproximar da imagem. "É a primeira vez que eu vejo a imagem fora do altar, estou muito emocionada", resumiu. 

Maria José se emociona ao ver a imagem (Foto: Marina Silva/CORREIO)

Depois do vice-prefeito, foi a aposentada Regina da Cruz, 90, quem chegou aos pés da imagem. Por alguns segundos, ela contemplou o Senhor do Bonfim, se apressando para dar vez aos outros que aguardavam. “Estou muito feliz porque sou bastante devota. É uma satisfação muito grande chegar tão perto assim”, disse. 

A irmandade informou que não sabe precisar o ano em que a imagem foi tocada por um fiel pela última vez, anterior a 2019.

* Com supervisão da subeditora Fernanda Varela


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/barra-69-ultimo-show-de-caetano-e-gil-antes-do-exilio-quase-teve-invasao-hippie/
Apresentações no TCA em julho de 1969 completam 50 anos; conheça os bastidores
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/projeto-boa-musica-comeca-com-geraldo-azevedo/
Cantor e compositor se apresenta neste domingo (21) no Othon e divide o palco com a banda Estakazero
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/new-hit-tj-ba-nega-absolvicao-a-musicos-acusados-de-estupros/
Oito integrantes do extinto grupo de pagode foram condenados a dez anos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/maragojipe-familia-esta-apreensiva-com-demora-no-julgamento-do-caso/
Testemunhas de defesa são ouvidas nesta sexta-feira (19)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/festival-de-rap-boom-box-recebe-atracoes-como-djonga-e-matue/
Festa rola neste sábado (20), no Armazém Hall, em Vilas do Atlântico
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/claudia-leitte-voltara-aos-palcos-dois-meses-apos-dar-a-luz/
Na reta final da gravidez, cantora planeja retorno às atividades em outubro
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cats-musical-com-taylor-swift-e-idris-elba-ganha-trailer-assista/
Clássico da Broadway chega aos cinemas em dezembro e já é forte candidato ao Oscar
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/beyonce-lanca-the-gift-album-do-filme-rei-leao-ouca/
Artista faz curadoria do álbum que tem 27 músicas e participações de Kendrick Lamar, Jay-Z, Pharrell e Childish Gambino
Ler Mais