Filmes nacionais e internacionais poderão ser assistidos de graça em alta qualidade

variedades
06.10.2019, 12:11:00
Atualizado: 07.07.2020, 14:32:31
(Foto: Vanessa Brunt)

Filmes nacionais e internacionais poderão ser assistidos de graça em alta qualidade

Saiba como vai funcionar

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Mostra Internacional de Cinema chega a sua 43ª edição em São Paulo neste mês, mas mesmo quem não estiver em solo paulista vai poder curtir os 326 títulos de variados países e estilos que serão apresentados durante o evento. Os baianos podem pegar a pipoca e conferir, de casa, filmes premiados em grandes festivais, como os de Cannes e Veneza, além de obras nacionais que não são ainda facilmente encontradas para fácil acesso.

O projeto, que acontece do dia 17 ao dia 30, vai disponibilizar todas as tramas no streaming Spcineplay, o único público e totalmente gratuito do país. Após as datas em que a Mostra ocorrerá, os filmes prosseguem por mais um mês na plataforma – a qual faz coberturas ao vivo de eventos culturais do país e exibe filmes das principais mostras e festivais de cinema de São Paulo, ação inédita entre serviços do gênero.

Com foco em longas lançados ainda em 2019, a mostra vai exibir filmes como Parasita, o inovador suspense de comédia do sul-coreano Bong Joon-ho que foi o grande vencedor do último Festival de Cannes. Também estão na lista a produção O Paraíso Deve Ser Aqui, mais um premiado em Cannes; Sinônimos, o ganhador do Urso de Ouro no Festival de Berlin; e Honeyland, documentário vencedor do Festival de Sundance. 
 

Foto: Divulgação


Protagonizado por Robert Pattinson (o próximo Batman das telonas e ex-vampiro em Crepúsculo), O Farol, premiado em Cannes, também está na grade. A seleção de títulos, que traz filmes da Argélia, Holanda, Itália, Portugal, Reino Unido e outros cantos do mundo, conta, ainda, com 12 produções já inidicadas para concorrer a uma vaga ao Oscar de melhor filme estrangeiro: um deles é o argentino A Odisseia de Tontos.

O MUNDO NACIONAL
Com valorização aflorada para o cinema nacional, serão 60 longas brasileiros exibidos e não vão faltar filmes como o recente Turma da Mônica – Laços, que chegou a superar o longa de sucesso Vingadores nas bilheterias de circuitos paulistanos, como foi no Spcine. O filme estreou em junho deste ano e ficou em terceiro lugar nas bilheterias brasileiras, atrás apenas da animação Toy Story 4 e do terror Annabelle: De Volta Para Casa.

No Theatro Municipal da capital paulista, a mostra exibe gratuitamente, por exemplo, quatro títulos brasileiros que tiveram destaque internacional, como os premiados A Vida Invisível (Cannes e indicado pelo Brasil ao Oscar de Melhor Estrangeiro) e Babenco – Alguém Tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou (Veneza).

"A cada ano o cinema nacional ganha mais destaque nas premiações e estamos saindo de grandes eventos com estatuetas. Queremos representar essa grandeza crescente nesta Mostra", pontuou a diretora do evento, Renata de Almeida, na coletiva de imprensa.

Filmes que não são nacionais, mas que envolvem nomes do país verde e amarelo também fazem parte da programação. É o caso, por exemplo, de Wasp Network, com Wagner Moura e Penélope Cruz. A obra trata cinco prisioneiros políticos cubanos encarcerados nos EUA por acusação de espionagem. Outro exemplo é Dois Papas, novo longa de Fernando Meirelles (brasileiro), que encerra o evento. O título, que retrata dois pontífices discutindo rumos da igreja católica, integrou a seleção oficial do Festival de Toronto e de outros estrangeiros.

PARA CURTIR EM SÃO PAULO
Durante o evento em São Paulo, as tramas vão passar em mais de 27 locais, entre cinemas, espaços culturais e museus espalhados pela capital paulista, incluindo exibições gratuitas e ao ar livre. Os longas selecionados para a edição estão divididos entre as seções Retrospectiva, Homenagens, Apresentações Especiais, Realidade Virtual, Competição Novos Diretores, Mostra Brasil e Perspectiva Internacional. Confira a lista completa dos filmes da nova edição clicando aqui .

Lançamentos de livros, realidade virtual e a exibição de curtas e filmes mais antigos, como O Mágico de Oz (1939), também não estarão de fora da Mostra, que vai premiar tramas nacionais e intercionais no decorrer do evento. No site Itaú Cultural  também vai ser possível acessar alguns dos documentários mais antigos exibidos na Mostra, vide o brasileiro Pro Dia Nascer Feliz (2005). Além do Instagram (@mostrasp) e site com a programação, a Mostra também conta com aplicativo para quem deseja acompanhar tudo com facilidade pelo celular. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas