Fiuk revela que sofria bullying por ter TDAH; entenda o distúrbio

em alta
27.01.2021, 12:36:55

Fiuk revela que sofria bullying por ter TDAH; entenda o distúrbio

Artista diz que tirava notas ruins na escola

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Nesta terça-feira, 26, em conversa com Projota na casa do Big Brother Brasil, Fiuk revelou que sua infância não foi fácil, que ia mal na escola e sofria bullying. Quando foi diagnosticado com Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH), a informação o ajudou a lidar com as dificuldades. 

"Eu estudava, chegava em casa e minha mãe ficava passando coisas. Tinha as piores notas, era bizarro", contou Fiuk. "Fui crescendo e quis saber o que era isso que eu tenho, fui ficando inquieto. Será que minha cabeça é limitada?"

A dificuldade na escola não se limitava ao aprendizado. O ator também tinha problemas em se relacionar com os colegas. "Não era uma coisa positiva na escola, os moleques acabavam comigo. Eu não conseguia ser amigo de ninguém. As meninas sempre ficavam com dó, mas até a minha pré-adolescência foi brabo", desabafou.

"Eu sempre tinha que me isolar, sentar no canto da sala. Moleque me dava tapa na cabeça, eu sempre sofria muito bullying", lamentou Fiuk. Quando soube da sua condição, quis se informar. "Quando eu li, conheci o que era".

O que é
Segundo informações da Associação Brasileira do Déficit de Atenção, o TDAH, também chamado de Distúrbio do Déficit de Atenção (DDA), é reconhecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e afeta até 5% das crianças. Os sintomas, que aparecem na infância e podem acompanhar o indivíduo por toda a sua vida, incluem desatenção, hiperatividade e impulsividade. O tratamento pode ser feito com uso de medicamentos e de psicoterapia.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas