Flávia Paixão comandará lives de empreendedorismo no CORREIO toda quarta

economia
03.08.2020, 06:00:00
Flávia Paixão será a nova colunista do Correio e, semanalmente, trará histórias inspiradoras de empreendedorismo (Divulgação)

Flávia Paixão comandará lives de empreendedorismo no CORREIO toda quarta

Flávia Paixão passa a integrar o time de colunistas do CORREIO e terá live semanal no Instagram

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A partir da próxima quarta-feira, dia 05, a administradora Flávia Paixão passa a integrar a equipe de colunistas do CORREIO e desenvolve um projeto de lives no Instagram, que terão início sempre às 18 horas,  para contar a história de empreendedores que estão se reinventando e superando as dificuldades em tempos tão desafiadores. Nessa entrevista, Flávia fala do projeto, do empreendedorismo como cultura e dos desafios de abrir e manter um negócio nos dias de hoje. 

1.    O que o público verá nas lives que serão disponibilizados ao público no Instagram do CORREIO todas as quartas, a partir desta quarta-feira?
Inicialmente iremos compartilhar histórias e exemplos do que os pequenos empreendedores estão fazendo para superar este momento tão desafiador. Os exemplos permitirão que a audiência se conecte tanto do ponto de vista de consumidor, que precisa apoiar os pequenos negócios, como também os empreendedores que assistirão histórias que com certeza e serão fontes de inspiração.

2.    Quem serão os convidados e quais serão os temas desses programas?

Os convidados serão pequenos empreendedores locais. Iremos convidar perfis diferentes. O primeiro será o Iago Santos do App de delivery Traz Favela. O app está fortalecendo o delivery nas periferias. Logo em seguida teremos a  Trigo da Vila. Uma empresa de salgados congelados que está se reinventando nesta crise. A principal fonte de faturamento  eram os eventos corporativos.

3.    Nos seus perfis nas redes sociais, você fala muito do empreendedorismo com paixão, numa alusão ao seu sobrenome, mas é possível empreender em tempos tão incertos?

 Sempre acredito que é possível. Claro que este momento exige muito mais preparo, resiliência e flexibilidade. Mas  muitos não terão outra opção.  O número de MEIs está crescendo, muita gente tem começado um negócio impulsionados pelo desemprego. Então, pelo que tenho acompanhado, te digo que é possível, sim, contudo os desafios serão maiores.

4.    Quais as áreas mais interessantes para empreender hoje?

Do ponto de vista dos negócios tradicionais,  alguns segmentos cresceram:  55%  de aumento nas vendas de supermercados, 16% em farmácia, 135% em delivery. Mas não podemos deixar de lado os negócios digitais: cursos, entretenimento. Surgiram muitas dance Flix, um tipo de escola de dança com diversas modalidades  e com pagamento de assinatura.

5.    Qualquer pessoa pode empreender? O que é um perfil empreendedor?

Eu acredito que qualquer pessoa pode e consegue empreender, mas nem todas conseguem continuar, os desafios são diversos: pessoais, burocráticos, jurídicos, vendas, gestão... Sem considerar, que muitas vezes, o empreendedor tem que abdicar da vida social, pois exige muita dedicação de tempo. A cabeça de pequeno empreendedor não pára. No início é ele (a) sozinho (a) para tratar de tantas tarefas e resolver muitos problemas que geralmente eles não têm ideia do que fazer.  Com relação ao perfil, a ONU descreve 10 características do perfil empreendedor. Empreender é muito mais do que abrir um negócio ou ter um CNPJ, o lado comportamental é considerado de essencial importância.  Vou citá-las aqui: busca de Oportunidades e Iniciativa, persistência, correr riscos calculados, comprometimento, busca de informações, metas,  planejamento, rede de contatos, independência e autoconfiança. É notável  estas características em empreendedores bem sucedidos.  Claro que não são todas. Um dos pontos fortes do empreendedor é trazer para a sua rede pessoas que tenham características as quais ele (a) sabe que não são fortes em si.

6.    Quais as dicas de ouro para ter sucesso num negócio?

Pesquise e inove! Não faça mais do mesmo.  Pare de ver o copo meio cheio e busque as respostas para a solução dos problemas. Não é fácil, mas é preciso se preparar para enfrentar os desafios. Faça contatos. E tenha muita paciência, pois sucesso é o resultado da soma de tudo isso: ESTUDO, AÇÃO, PACIÊNCIA E NETWORKING

7.    Na sua opinião, quais os principais entraves para a cultura empreendedora hoje?

A falta de preparo, tanto do ponto de vista do comportamento empreendedor quanto do ponto de vista de informação. As pessoas geralmente  abrem o negócio por afinidade. Por exemplo: gostam de cozinhar, gostam de moda. Entretanto, ter um negócio vai requerer preparação. Saber sobre: o mercado, formação de preço, marketing digital, vendas, organização e saber lidar com pessoa: clientes, fornecedores ou colaboradores.

8.    Como mudar esse cenário?

É preciso parar de romantizar o empreendedorismo. Esta história de mente milionária, tenho meus receios. É necessário se preparar financeiramente, economizar. Tanto do lado, pessoa física quando do negócio. Este é o primeiro passo, separar as duas coisas. Empreender  é entrar numa batalha, é preciso preparo. Mudança de cenários na economia, alta do dólar, inflação, aumento da concorrência, problemas com fornecedores, com colaboradores, com clientes e  muitas vezes até em família. Considerando que a maioria das empresas é familiar. Outro ponto que quero ressaltar é: empreender no Brasil é muito difícil, desta forma vai exigir mais preparo. Não tem outra opção, entende?  


Tendo dito isso, vejo que mudar o cenário será possível preparando os empreendedores para saberem lidar com as exigências de ser dono de um pequeno negócio. Este é o objetivo do meu projeto Empreender com Paixão, desenvolver o lado gestor dos pequenos empreendedores. www.empreendercompaixao.com

Flávia é embaixadora da Federação Ibero- Americana de Jovens Empresários e atua como consultora da APEX Brasil, Federação das Indústrias e Sebrae-Ba (Foto:Divulgação)

Flávia Paixão
Formada em administração de empresas, começou a carreira como palestrante e mentora empresarial em 2008. No ano seguinte, foi conhecer mais de empreendedorismo fora do Brasil e virou parceira do Womens’s Business Center em Washington, nos Estados Unidos.  Atualmente, é embaixadora da Federação Ibero- Americana de Jovens Empresários e atua como consultora da APEX Brasil, Federação das Indústrias e Sebrae-Ba. É sócia da empresa Inn Core Inovação e Tecnológia e sócia investidora dos Óleos da Mi, além de manter o canal Empreender com Paixão, no Youtube. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas